19/06/2024

Guaíba registra o menor nível em um mês; chuva volta ao RS com fraca intensidade

Nível do Guaíba volta a ficar abaixo da cota de inundação — Foto: TV Globo/Reprodução

O lago alcançou 3,49 metros às 7h15 deste domingo (2). A chegada de uma nova frente fria deve causar chuva isolada em algumas regiões do estado até segunda-feira.

O nível do Guaíba registrou 3,49 metros às 7h15 deste domingo (2), na régua da Usina do Gasômetro, em Porto Alegre, segundo a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA). A marca é a menor desde o dia 2 de maio, quando o lago chegou a 3,69 metros, ultrapassando a cota de inundação de 3,60 metros.

Nas últimas 24 horas, o Guaíba baixou sete centímetros, caindo de 3,56 metros, às 7h de sábado (1), para a atual medição.

A tragédia climática matou 171 pessoas, deixando 43 desaparecidas, 806 feridas e mais de 617,9 mil fora de casa. Cidades foram devastadas: 473, de um total de 497, sofreram algum tipo de dano. O estado soma bilhões de reais em prejuízos.

Apesar de ainda estar acima da cota de alerta de 3,15 metros, o recuo do Guaíba indica que o lago retornou ao seu leito normal e não apresenta mais risco imediato de transbordamento.

No sábado (1), o lago ficou abaixo da cota de inundação pela primeira vez em um mês. De acordo com a régua instalada no Gasômetro, entre 4h15 e 4h30, o nível caiu de 3,60 para 3,59 metros.

Fonte: Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA)

Desde o início de maio, o nível do Guaíba permaneceu acima da cota de inundação, o que causou transtornos e preocupações para os moradores da região.

Nível do Guaíba fica abaixo da cota de inundação pela primeira vez em um mês

Chuva no RS

A chegada de uma nova frente fria neste domingo (2) no Rio Grande do Sul deve causar chuva isolada e de fraca intensidade nas regiões oeste, campanha, sul, centro, vales e Porto Alegre, segundo a Climatempo. Nas missões, noroeste, norte, nordeste e serra, o tempo permanecerá firme e sem previsão de chuva.

Apesar do retorno das chuvas em alguns pontos do estado, os volumes não serão significativos e não há alerta para novos temporais.

Já na segunda-feira (3), o tempo ficará mais fechado e chuvoso no litoral norte, vales e Região Metropolitana de Porto Alegre, ainda de acordo com a Climatempo. Nas missões, noroeste, norte, sudeste e serra, o tempo estará nublado com possibilidade de chuva a qualquer momento.

No entanto, o sol aparecerá entre muitas nuvens e não há previsão de chuva na fronteira oeste, campanha e sudoeste.

som

Novas cotas de inundação

O nível do Guaíba atingiu níveis históricos ao longo de maio devido aos temporais que assolaram o Rio Grande do Sul. Antes, o ponto mais alto a que havia chegado o lago tinha sido de 4,76 metros em 1941.

Agora, a marca mais alta é de 5,35 metros, atingida em 5 de maio.

O Governo do Rio Grande do Sul alterou, na terça-feira (28), a cota de inundação do Guaíba para 3,60 metros. O nível contrasta com a cota de 3 metros anteriormente informada, que pertencia à régua do Cais Mauá, desativada após a cheia do dia 2 de maio, às 23h. A cota de alerta também passou de 2,50 para 3,15 metros.

Em 3 de maio, uma régua emergencial foi instalada mais ao sul da Capital, na estação Usina do Gasômetro. A outra régua, que estava no cais, apresentou problemas. Até então, o medidor preservava as mesmas métricas da antiga estação, instalada em 2014.

A revisão não muda as medições já observadas, como o recorde de 5,35 metros registrado em 5 de maio. O que muda é que esse valor agora deve ser comparado à cota de inundação de 3,60 metros, e não mais ao valor antigo, de 3 metros.

O governo detalha que os critérios estabelecidos para a instalação do medidor emergencial foram:

•             acesso fácil;

•             transparência; e

•             capacidade de interpretação dos dados por equipes de monitoramento.

Tribuna Livre, com informações da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Homem é preso novamente por tentar violentar enteada com quem já tem um filho após estupro, na PB
Homem é preso novamente por tentar violentar enteada com quem já tem um filho após estupro, na PB
Chuvas em Pernambuco: inundação de rios, desabrigados e transtornos são registrados
Chuvas em Pernambuco: inundação de rios, desabrigados e transtornos são registrados
Dino envia indiciamento de Juscelino Filho por corrupção à PGR
Dino envia indiciamento de Juscelino Filho por corrupção à PGR
Caso Moraes: TCU vai apurar promoção de delegado da PF
Caso Moraes: TCU vai apurar promoção de delegado da PF
Nova ponte sobre o Rio Tocantins será inaugurada nesta sexta-feira (14)
Nova ponte sobre o Rio Tocantins será inaugurada nesta sexta-feira (14)
Naval, considerado “homem de guerra”, assume maior milícia do Rio
Naval, considerado “homem de guerra”, assume maior milícia do Rio
País corre e tenta atingir meta de vacinação contra a poliomielite
País corre e tenta atingir meta de vacinação contra a poliomielite
Existem duas habilidades que Deus dá aos obreiros: uma é realizar a obra de Deus através dos cargos ministeriais e a outra é a de realizar obras para Deus
Existem duas habilidades que Deus dá aos obreiros: uma é realizar a obra de Deus através dos cargos ministeriais e a outra é a de realizar obras para Deus.
Deputada manda 100% das emendas para cidade chefiada pelo marido
Deputada manda 100% das emendas para cidade chefiada pelo marido
MP-SP abre guerra contra a Bíblia
MP-SP abre guerra contra a Bíblia
STF rejeita recurso que tratava do uso de banheiros por transexuais
STF rejeita recurso que tratava do uso de banheiros por transexuais
Com confusão, Conselho de Ética arquiva processo contra Janones
Com confusão, Conselho de Ética arquiva processo contra Janones

Defesa Civil do RS divulga balanço após chuvas recentes

No total, entre sexta-feira e hoje (18/6), 22 municípios gaúchos reportaram danos em razão de alagamentos no estado Entre sexta-feira passada e hoje (18/6), 22 municípios gaúchos enfrentaram alagamentos, inundações e deslizamentos de terra, conforme relatório da Defesa Civil estadual. São Luiz Gonzaga foi uma das cidades mais afetadas, com

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.