24/07/2024

SP: “Bando do Magrelo” diz ser liderado por novo Marcola e desafia PCC

Quadrilha que desafia PCC em Rio Claro, no interior de SP, contribuiu para o aumento dos assassinatos na região

São Paulo — Uma quadrilha que disputa pontos de venda de drogas com o Primeiro Comando da Capital (PCC) tem levado terror para a região de Rio Claro, cidade do interior paulista, onde o número de assassinatos dobrou nos últimos anos.

Liderado por Anderson Ricardo, o Magrelo (foto em destaque), o bando chamou a atenção do Ministério Público de São Paulo (MPSP) tamanho o derramamento de sangue na região e foi denunciado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Magrelo também é conhecido como Patrão e, segundo autoridades ele se considera “o novo Marcola“, referindo-se a Marco Willians Herbas Camacho, o líder máximo do PCC.

“Esse bando não é uma facção, ainda não tem tamanho para isso. São oito denunciados, que se opõem ao PCC naquela região, brigando por território. Esse ‘Patrão’ compra droga que vem do Paraguai e quer ter o poder de vender em a toda região de Rio Claro, que é rica”, explica a desembargadora Ivana David, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP).

A magistrada acrescenta que Magrelo estaria envolvido na morte de ao menos 30 pessoas na região. Dados da Secretaria da Segurança Pública (SSP) de São Paulo mostram que, em 2020, foram assassinadas 20 vítimas em Rio Claro. O número dobrou para 40 no ano seguinte, por causa da atuação da quadrilha.

Na denúncia, o Gaeco afirma que as execuções em via pública, em plena luz do dia, com disparos de fuzil, são pontos que “colocam tristes holofotes na cidade.” Além dos homicídios, a quadrilha é alvo de inquéritos que apuram o crime de organização criminosa com associação para o tráfico de drogas.

Um dos assassinatos atribuídos à quadrilha de Magrelo é o do empresário Sérgio Aparecido Fazio, de 43 anos, que foi morto quando trafegava com sua caminhonete em Rio Claro, em dezembro do ano passado. Uma câmera de monitoramento registrou o crime .

A vítima foi morta com tiros de fuzil e pistola, em plena luz do dia, em uma avenida movimentada da cidade. Foi apurado que o empresário contava com histórico criminal por receptação, furtos, tráfico de drogas e formação de quadrilha.

Rivais mortos e “caguetados”

A denúncia do MPSP, aponta que o grupo de Magrelo também é responsável pelos assassinatos de membros do PCC.

Além disso, o bando informava à polícia, anonimamente, sobre reuniões e atividades envolvendo o tráfico de drogas dos rivais, “eliminando a concorrência”, por meio da “caguetagem”, ou seja, delatando o PCC.

Braço direito

As investigações também identificaram Willian Ribeiro de Lima Diez, de 28 anos, o “Feio”, como o braço direito de Magrelo. Ambos estão presos acusados pelo homicídio do empresário Juliano Gimenes Medina, de 40 anos, em junho de 2022. Ele foi assassinado com mais de 20 tiros em São Pedro, cidade que fica a cerca de 50 quilômetros de distância de Rio Claro, no interior paulista.

Medina foi investigado pela Polícia Federal como suspeito de envolvimento em uma organização internacional de drogas. O crime atribuído à dupla teria tido o apoio de mais quatro suspeitos e sido concretizado mediante emboscada, promessa de pagamento e com arma de uso restrito.

Na denúncia, a Promotoria destaca que algumas das vítimas do bando de Magrelo estavam envolvidas com o tráfico de drogas.

“A consequência de quem ousa contrariar as determinações de Anderson Ricardo é uma só: a morte!”, afirma o MPSP na denúncia.

Raio de ação

O Gaeco identificou, a partir de mensagens trocadas entre a quadrilha, que o bando comercializa drogas com ao menos oito cidades.

Os diálogos foram acessados após a apreensão do celular de Rogério Rodrigo Graff de Oliveira, o Apertadinho. Ele também está preso, sob a suspeita de participação no mesmo homicídio do empresário em São Pedro.

De acordo com as conversas no celular, o bando de Magrelo mantém contatos comerciais para a venda de drogas, em Louveira, Pirassununga, Leme, Americana, Sumaré, São Carlos e Jundiaí, todas no interior paulista.

Membros identificados

Além do trio mencionado, o MPSP identificou e prendeu Carlos Euzébio, o Carlinhos, de 36 anos, acusado de tráfico de drogas e por ser o responsável por guardar armas e entorpecentes da quadrilha.

Foram identificados também como membros do bando de Magrelo: Allam Messias de Souza, de 23 anos, Daniel Henrique Costa Feliciano de Sousa, 32, Rafael Freitas dos Santos, o Nariz Torto, e José Vagson dos Santos Júnior, o Zé, ambos de 27 anos.

Um integrante do Gaeco que acompanha as investigações afirmou, sob condição de sigilo, que o PCC “não permitiria” ao bando de Magrelo se expandir além do território onde já é atuante.

“O PCC convive com parceiros de comércio [tráfico]. Por isso, a cúpula não se importa muito com esses episódios locais. Podem até gerar burburinho, mas sem conteúdo de fato. Geralmente, são grupos bem locais, bem armados e com grande poder no tráfico e roubo, além de certo controle em uma região, uma cidade. Se fosse facção, de fato, tenha certeza, não duraria nada”, afirmou.

Correioweb

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Copa do Brasil: ministérios fazem ação conjunta contra racismo no futebol
Copa do Brasil: ministérios fazem ação conjunta contra racismo no futebol
VACINA
Dengue: Butantan desenvolve vacina em dose única
MARCO TEMPORAL
Com 5 a 2 contra o Marco Temporal, STF retoma análise do tema na 5ª
MORAES
Moraes manda soltar 4 presos por suspeita de fraude em cartões
BAHIA
Sobe para 9 número de suspeitos mortos em operação policial na Bahia
PREFEITO CASTRADOR
Solidariedade expulsa prefeito que sugeriu castrar mulheres no RJ
rio
Prefeito de cidade no RJ sugere castrar mulheres para controlar nascimentos
BRASIL
Ministério cria GT para frear violência contra indígenas no Amazonas
LULA
Lula anuncia que prefeituras vão receber, no mínimo, repasses de 2022
NUNES
Nunes Marques vota para condenar réu do 8 de janeiro a 2 anos e seis meses de prisão
LULU
Lula dá posse a novos ministros em cerimônia fechada no Planalto
RS
Sobe para 47 número de mortos pelas chuvas no Rio Grande do Sul

Hospital de Base fará teste com robôs na dispensação de medicamentos

Novas tecnologias transformarão a farmácia hospitalar, reduzindo desperdícios e garantindo segurança medicamentosa A superintendência do Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF) recebeu a apresentação de um novo sistema robotizado de entrega de medicamentos. A superintendente de Administração e Logística do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal

Leia mais...

Operação apreende R$ 770 mil em mercadorias irregulares

Ações da Receita do Distrito Federal foram realizadas no Setor de Indústrias Bernardo Sayão, na BR-060, na DF-001 e em transportadoras Uma equipe de auditores da Receita da Secretaria de Economia do Distrito Federal (Seec) apreendeu aproximadamente R$ 770 mil em mercadorias. As ações aconteceram entre sábado (20) e segunda-feira

Leia mais...

Por que Obama ainda não endossou Kamala Harris

Ausência de apoio do ex-presidente foi notada, mas especialista afirma que Obama tem um perfil mais cauteloso e deve se pronunciar quando a cancidatura de Kamala for formalizada. Entre os vários nomes importantes do Partido Democrata que desde domingo (21/7) têm manifestado publicamente apoio à vice-presidente americana, Kamala Harris, para

Leia mais...

Fraudes e descuido ainda são desafio na gestão da merenda escolar

A alimentação estudantil na rede ensino é essencialmente um problema de gestão, agravado pela desigualdade social. Enquanto o governo Lula aumentou a verba para escolas, CGU identificou 1.652 irregularidades em gestões anteriores A gestão da merenda escolar nas escolas públicas passa por diversos problemas, como desvio de recursos, controle ineficiente

Leia mais...

Região norte, Cruzeiro e Plano Piloto ganham 40 novos ônibus

Coletivos zero-quilômetro renovam e aumentam a frota do DF Quarenta ônibus zero-quilômetro serão entregues para a população nesta terça-feira (23) e vão operar nas linhas do Plano Piloto, do Cruzeiro, do Lago Norte, do Varjão, de Sobradinho e de Planaltina. Os coletivos serão expostos em frente ao Palácio do Buriti,

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.