27/05/2024

A defesa de Cacai planeja sua apresentação após a revogação da prisão.

Cacai pretende se apresentar após revogação de prisão, diz defesa (Foto: Reprodução)

Ele aguarda a revogação da prisão para retornar e colaborar com a investigação, pois nunca foi convocado para prestar depoimento.

O ex-presidente do DEM, agora União Brasil após a fusão com o PSL, em Anápolis, Carlos César Savastano Toledo, conhecido como Cacai, encontra-se foragido desde a emissão do decreto de prisão em 16 de novembro. Ele foi indiciado na última sexta-feira (24) junto com dez policiais militares pela morte de Fábio Alves Escobar Cavalcante em junho de 2021. A defesa de Cacai afirma que ele se apresentará após a revogação da prisão.

O advogado Pedro Paulo de Medeiros, ao ser questionado sobre a possibilidade de Cacai se entregar, declarou: “[Ele] aguarda a revogação da prisão para retornar e poder contribuir com a investigação, já que nunca foi chamado para prestar depoimento.”

Além da morte de Escobar, outras sete pessoas foram assassinadas. Segundo as investigações, Cacai seria o mandante dos crimes, e oito dos dez policiais militares teriam participado dos homicídios. O relatório final da investigação foi enviado pela Delegacia Estadual de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) à 1ª Vara Criminal da Comarca de Anápolis na última sexta-feira (24).

No momento do decreto de prisão, o advogado de Cacai, Pedro Paulo de Medeiros, alegou em nota que não existiam elementos concretos contra seu cliente e classificou a sentença como “absolutamente ilegal”. Ele afirmou: “Hoje tive acesso à investigação, que foi conduzida com base somente na ilação de um inimigo político. Após estudá-la, concluo que não há nenhum elemento concreto contra Carlos César Savastano Toledo. A sentença é absolutamente ilegal, pois não há nada que o ligue ao crime. Portanto, o pedido de prisão preventiva não é necessário e não se sustenta.”

Em uma nova declaração, a defesa reiterou que, após um longo período de discussões e pedidos de medidas protetivas judiciais contra Fábio Escobar, os dois tinham se reconciliado, como comprovado nas mensagens trocadas entre eles no inquérito. O advogado argumentou que não havia motivo para Carlos querer mal a Fábio. Pedro Paulo de Medeiros afirmou ainda que seu cliente confia na Justiça e na isenção das autoridades responsáveis pela investigação, buscando a revogação da prisão preventiva para responder à acusação em liberdade, devido ao temor por sua integridade e vida no sistema prisional, especialmente após os eventos ocorridos após o falecimento de Fábio.

Tribuna Livre, com informações da Draco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Fisiculturista suspeito de bater e causar morte de esposa diz que sofreu agressão na prisão
Fisiculturista suspeito de bater e causar morte de esposa diz que sofreu agressão na prisão
Goiás  Polícia apreende 81 vasos de “super maconha” em Aparecida de Goiânia
Polícia apreende 81 vasos de “super maconha” em Aparecida de Goiânia
GO 2Três anos depois de lei sancionada, placa com nome de Washington Novaes é instalada no Parque Areião
Três anos depois de lei sancionada, placa com nome de Washington Novaes é instalada no Parque Areião
GO 1Mãe e filho em crise de esquizofrenia são internados após agredir mulher, em Goiânia
Mãe e filho em crise de esquizofrenia são internados após agredir mulher, em Goiânia
GO 2Caso de Abadia levanta debate sobre limites de atuação das Guardas Municipais
Caso de Abadia levanta debate sobre limites de atuação das Guardas Municipais
GO 1Curso de guardas civis em Caldas usa gás lacrimogêneo no treinamento de alunos
Curso de guardas civis em Caldas usa gás lacrimogêneo no treinamento de alunos
GO 2Goiânia empossa conselheiros dos Direitos da Criança e do Adolescente
Goiânia empossa conselheiros dos Direitos da Criança e do Adolescente
GO 1Polícia investiga ameaça em colégio de Goiânia: ‘ele disse que ia ter sangue’
Polícia investiga ameaça em colégio de Goiânia: ‘ele disse que ia ter sangue’
Crise no RS: Caiado critica Lula e diz o que faria se fosse presidente
Crise no RS: Caiado critica Lula e diz o que faria se fosse presidente 
Recursos de multas em Goiás poderão ser feitos online; saiba como
Recursos de multas em Goiás poderão ser feitos online; saiba como
Homem morre após se engasgar com pedaço de carne em Goiânia
Homem morre após se engasgar com pedaço de carne em Goiânia
Suspeito de oferecer cocaína a paciente em Cais de Goiânia é preso
Suspeito de oferecer cocaína a paciente em Cais de Goiânia é preso

DF amplia malha cicloviária e chega a 687 quilômetros de pistas

‌Desde 2019, foram construídos 220,52 km; capital tem a segundo maior conjunto de vias para ciclistas no país. GDF trabalha para interligar trechos e aumentar a mobilidade da população A malha cicloviária do Distrito Federal tem aumentado nos últimos anos. Atualmente, ela tem uma extensão de 687,12 km, distribuída em

Leia mais...

Marinhas do Brasil e dos EUA realizam operação em apoio ao RS

Operação tem como objetivo transferir doações para as vítimas das enchentes no estado de maneira mais ágil A Marinha do Brasil (MB) conduz, na próxima segunda-feira (27/5), uma operação de apoio à população do Rio Grande do Sul em meio à situação de calamidade pública causada pelas enchentes. A ação

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.