20/06/2024

A imunização de bebês prematuros requer cuidados específicos.

O aumento da eficiência dos cuidados neonatais permite, hoje, que crianças prematuras menores de 31 semanas sobrevivam cada vez mais | Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

Bebês nascidos prematuramente devem receber a vacina hexavalente, uma medida crucial para prevenir o risco de contrair doenças que podem ser prevenidas por imunização.

A imunização nos primeiros meses de vida de uma criança é essencial e ganha uma importância ainda maior para os prematuros, segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). A taxa de atraso vacinal nesses casos varia de 30% a 70%, com um tempo médio de 6 a 40 semanas para várias vacinas, aumentando o risco de doenças nos bebês, que já têm um sistema imunológico sensível.

Considera-se prematura uma criança nascida antes das 37 semanas. Dentro desse grupo, aquelas nascidas entre 34 e 36 semanas são chamadas de prematuras limítrofes, entre 29 e 33 semanas são prematuras moderadas, e aquelas com menos de 28 semanas são consideradas prematuras extremas. Esses casos frequentemente resultam em internações em Unidades de Terapia Intensiva Neonatais (UTIN) ou Unidades de Cuidados Intermediários Neonatais (UCIN).

A chefe do Núcleo da Rede de Frio da Secretaria de Saúde (SES-DF), Tereza Luiza Pereira, destaca que os prematuros apresentam peculiaridades no desenvolvimento imunológico, exigindo observação específica e, eventualmente, imunobiológicos especiais. Com o aumento da eficiência nas UTINs, há um crescimento no número de crianças prematuras sobrevivendo, mas demandando cuidados intensivos em relação à imunização.

O programa de imunização dos prematuros pode ocorrer durante a internação e, após a alta hospitalar, nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de referência. No Distrito Federal, a vacina hexavalente, que protege contra difteria, tétano, coqueluche, Haemophilus influenzae tipo B, poliomielite e hepatite B, está disponível apenas nas unidades do Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE).

O método Canguru, dividido em três etapas, envolve o pré-natal, internação hospitalar em UTIN ou UCIN, transferência para a Unidade de Cuidados Intermediários Canguru (UINCA), e acompanhamento multidisciplinar no seguimento.

A vacinação específica para prematuros inclui particularidades, como a necessidade de quatro doses da vacina contra hepatite B para bebês nascidos com menos de 33 semanas ou menos de 2 kg. Outras vacinas, como BCG e tríplice bacteriana (DTP), possuem recomendações específicas para prematuros. O palivizumabe, um anticorpo monoclonal, é indicado exclusivamente para prematuros como prevenção ao vírus sincicial respiratório (VSR).

Além das vacinas, outros cuidados são cruciais para bebês prematuros, incluindo evitar contato com pessoas com infecções respiratórias, estimular a amamentação e manter a carteira de vacinação em dia.

Tribuna Livre, com  informações da SES-DF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Brasília é a segunda capital mais segura do país, aponta Atlas da Violência 2024
Brasília é a segunda capital mais segura do país, aponta Atlas da Violência 2024
Núcleo da Unidade de Internação de Santa Maria disputa prêmio de Melhor Escola do Mundo
Núcleo da Unidade de Internação de Santa Maria disputa prêmio de Melhor Escola do Mundo
UPAs atenderam quase meio milhão de pessoas nos cinco primeiros meses de 2024
UPAs atenderam quase meio milhão de pessoas nos cinco primeiros meses de 2024
Abrigo no Plano Piloto protege 80 pessoas em situação de rua do frio
Abrigo no Plano Piloto protege 80 pessoas em situação de rua do frio
QualificaDF Móvel abre inscrições para capacitação profissional em 4 cidades
QualificaDF Móvel abre inscrições para capacitação profissional em 4 cidades
Inscrições para quase 6 mil vagas em cursos técnicos abrem nesta quinta-feira (20)
Inscrições para quase 6 mil vagas em cursos técnicos abrem nesta quinta-feira (20)
Caesb investe R$ 3,7 milhões em energia limpa e reduz custos operacionais
Caesb investe R$ 3,7 milhões em energia limpa e reduz custos operacionais
Mais de 150 produtores rurais apresentam cartões de vacina de rebanhos contra raiva
Mais de 150 produtores rurais apresentam cartões de vacina de rebanhos contra raiva
GDF destina R$ 110 milhões para famílias darem de entrada na casa própria
GDF destina R$ 110 milhões para famílias darem de entrada na casa própria
Portaria conjunta institui programa e aplicativo de proteção aos conselheiros tutelares do DF
Portaria conjunta institui programa e aplicativo de proteção aos conselheiros tutelares do DF
Fiscalização contra estacionamento irregular no DF é intensificada
Fiscalização contra estacionamento irregular no DF é intensificada
Regulamentados os serviços de capelania nas unidades de saúde
Regulamentados os serviços de capelania nas unidades de saúde

Leilão de arroz: presidente da Comissão de Agricultura fala em fraude

Ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, prestou esclarecimentos à Comissão na Câmara sobre leilão para compra de arroz feito pelo governo O presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, deputado Evair Vieira de Melo (PP-ES), chamou o leilão de arroz realizado pelo governo federal de “esquema fraudulento”. O

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.