19/06/2024

A rede pública do Distrito Federal proporciona atenção especial a crianças com deficiência.

As secretarias de Saúde e da Pessoa com Deficiência (SEPD) distribuíram 132 cadeiras de rodas infantis, praticamente zerando a fila de espera pelo equipamento. A previsão é que as pastas entreguem outras mil em 2024 | Foto: Gabriel Silveira/Agência Saúde-DF

O Dia Nacional celebra o foco em diagnóstico e intervenção precoces, elementos que podem influenciar significativamente no desenvolvimento e na qualidade de vida do indivíduo.

As secretarias de Saúde e da Pessoa com Deficiência (SEPD) distribuíram 132 cadeiras de rodas infantis, praticamente zerando a fila de espera pelo equipamento. A previsão é que as pastas entreguem outras mil em 2024 | Foto: Gabriel Silveira/Agência Saúde-DF

Em 9 de dezembro, a atenção se volta para o universo das crianças com deficiência, destacando sua inclusão na sociedade, o direito a testes desde o nascimento e seu desenvolvimento ao longo da vida. No Distrito Federal, a população conta com a Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência (RCPCD), que coordena o atendimento nos níveis de unidades básicas de saúde (UBS), ambulatórios e hospitais.

A assistência na rede pública prioriza ações preventivas e a identificação precoce de deficiências em fases diversas, incluindo pré, peri e pós-natal, assim como durante a infância. Ao nascer, os bebês realizam vários testes, como Pezinho, Orelhinha e Olhinho. O acompanhamento ao longo da vida ocorre nas UBSs, onde é possível detectar características ou alterações na criança, direcionando-a ao especialista adequado.

A coordenadora suplente da Rede Distrital de Cuidados à Pessoa com Deficiência da Secretaria de Saúde (SES-DF), Aline Couto César, destaca que o direito à habilitação e reabilitação das crianças com deficiência visa desenvolver suas potencialidades, trabalhar a capacidade funcional máxima possível e promover autonomia e habilidades.

Para apoiar esse desenvolvimento, em outubro deste ano, as secretarias de Saúde e da Pessoa com Deficiência (SEPD) distribuíram 132 cadeiras de rodas infantis, reduzindo significativamente a fila de espera pelo equipamento. A previsão é entregar outras mil em 2024.

Além da concessão de dispositivos, o cuidado integral à saúde da criança com deficiência é oferecido na ampla RCPCD do DF, que engloba Centros Especializados em Reabilitação (CERs), Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs), Oficinas Ortopédicas, Ambulatórios de saúde funcional e de estomias, Centro de Referência Interdisciplinar em Síndrome de Down (CrisDown), hospitais com leitos de reabilitação e de cuidados prolongados, atendimentos domiciliares, unidades de urgências e emergências.

No tocante à deficiência auditiva infantil, em 2022, cerca de 35,4 mil bebês nasceram vivos nos hospitais regionais do DF, tendo acesso à Triagem Auditiva Neonatal pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A triagem audiológica não invasiva e indolor permite verificar a função auditiva. Em casos de suspeita de perda auditiva, os bebês são encaminhados aos serviços especializados com alta prioridade.

A Referência Técnica Distrital de Fonoaudiologia da SES-DF, Ocânia da Costa Vale, explica que, em casos de confirmação de perda auditiva permanente, são realizadas intervenções para concessão de aparelho auditivo, estimulação auditiva e, a critério médico, indicação ao implante coclear. Até setembro deste ano, foram realizados mais de 16 mil exames, 216 avaliações auditivas e concedidos 147 Aparelhos de Amplificação Sonora Individual (AASI) para essa faixa etária.

Os testes oferecidos pelas maternidades são cruciais para a identificação de alterações e procedimentos adequados. A coordenadora da Reabilitação Auditiva e Estimulação Precoce do Ceal, Tatiana Deperon, destaca que o cuidado necessário evita impactos significativos no desenvolvimento acadêmico, emocional e social das crianças, bem como nas suas famílias, além de influenciar a inserção no mercado de trabalho e na vida adulta.

A rede do DF também conta com o CrisDown, no Hran, referência nacional no tratamento de pessoas com a síndrome de Down. Ao longo de uma década, a unidade acolheu mais de duas mil famílias, contando com uma equipe especializada composta por médicos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, enfermeiras e fonoaudiólogas. O CrisDown realiza atendimentos às sextas-feiras mediante agendamento pelo número de WhatsApp (61) 9 9448 0691.

Tribuna Livre com informações da SES-DF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
QualificaDF Móvel abre inscrições para capacitação profissional em 4 cidades
QualificaDF Móvel abre inscrições para capacitação profissional em 4 cidades
Inscrições para quase 6 mil vagas em cursos técnicos abrem nesta quinta-feira (20)
Inscrições para quase 6 mil vagas em cursos técnicos abrem nesta quinta-feira (20)
Caesb investe R$ 3,7 milhões em energia limpa e reduz custos operacionais
Caesb investe R$ 3,7 milhões em energia limpa e reduz custos operacionais
Mais de 150 produtores rurais apresentam cartões de vacina de rebanhos contra raiva
Mais de 150 produtores rurais apresentam cartões de vacina de rebanhos contra raiva
GDF destina R$ 110 milhões para famílias darem de entrada na casa própria
GDF destina R$ 110 milhões para famílias darem de entrada na casa própria
Portaria conjunta institui programa e aplicativo de proteção aos conselheiros tutelares do DF
Portaria conjunta institui programa e aplicativo de proteção aos conselheiros tutelares do DF
Fiscalização contra estacionamento irregular no DF é intensificada
Fiscalização contra estacionamento irregular no DF é intensificada
Regulamentados os serviços de capelania nas unidades de saúde
Regulamentados os serviços de capelania nas unidades de saúde
Semana abre com 605 vagas de emprego disponíveis por todo o DF
Semana abre com 605 vagas de emprego disponíveis por todo o DF
Novos anestesistas da rede pública de saúde do DF começam a atuar nesta segunda-feira (17)
Novos anestesistas da rede pública de saúde do DF começam a atuar nesta segunda-feira (17)
IPEDF completa dois anos analisando dados para políticas públicas mais eficientes
IPEDF completa dois anos analisando dados para políticas públicas mais eficientes
Modernização da rede de água do Lago Norte tem investimento de R$ 4 milhões
Modernização da rede de água do Lago Norte tem investimento de R$ 4 milhões

Defesa Civil do RS divulga balanço após chuvas recentes

No total, entre sexta-feira e hoje (18/6), 22 municípios gaúchos reportaram danos em razão de alagamentos no estado Entre sexta-feira passada e hoje (18/6), 22 municípios gaúchos enfrentaram alagamentos, inundações e deslizamentos de terra, conforme relatório da Defesa Civil estadual. São Luiz Gonzaga foi uma das cidades mais afetadas, com

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.