20/06/2024

Chuva avança em Santa Catarina e obriga 925 pessoas a deixarem casas

Localizada no Vale do Itajaí, Rio do do Sul é uma das cidades mais atingidas até o momento pelas chuvas, registrando um total de 483 desabrigados até o fim de domingo - (crédito: Coordenadoria da Proteção e Defesa Civil de Rio do Sul)

Volume de chuvas registrado no fim de semana é maior que o esperado para todo o mês de maio. Pelo menos 24 cidades foram afetadas

O número de pessoas obrigadas a deixarem suas casas em Santa Catarina por conta das fortes chuvas cresceu para 925. As tempestades que atingiram o estado a partir da última sexta-feira (20/5) já resultaram, ao fim do domingo (19/5), em 117 pessoas desalojadas e 654 desabrigadas nos 24 municípios catarinenses afetados pelas inundações e deslizamentos. Somando a esse contingente, os 154 desalojados pelas fortes chuvas que acometeram São João do Sul entre os últimos dias 11 e 13, tem-se o total de 925 pessoas afetadas pelas chuvas no estado.

Segundo a Secretaria de Comunicação do governo de Santa Catarina, o acumulado de chuvas nos últimos três dias ultrapassa a casa dos 230 milímetros — 100 mm a mais do que a média esperada para todo o mês de maio no estado. Os municípios mais atingidos pelas chuvas foram Vidal Ramos (233,4 mm), Rio do Sul (217,9 mm), Lontras (213,7 mm), Botuverá (197,1 mm) e Taió (195,4 mm).

Localizada no Vale do Itajaí, Rio do Sul é uma das cidades mais atingidas até o momento, registrando um total de 483 desabrigados até o fim de domingo. O nível do Rio Itajaí Açu, no município, atingiu o nível de 8,97 metros e transbordou, causando enchentes em alguns bairros e alguns pontos de alagamento. Os estragos motivaram a prefeitura do município a decretar situação de emergência.

De acordo com a Defesa Civil de Rio do Sul, a cidade foi atingida, no sábado (18/5), pelo maior volume de chuvas desde a inauguração, em julho de 2016, do sensor que mede os níveis do rio e da precipitação pluviométrica. Em nota, a Defesa calculou um volume acumulado de chuvas, nos últimos dias, de 167 milímetros.

“O volume que caiu foi muito acima do que se previa anteriormente, que variava entre 80 e 120 milímetros entre sexta-feira e sábado. Foram 152,2 milímetros de chuva, superando o então recorde que foi em 4 de maio de 2022, com 99,8 milímetros”, informou a nota.

Outras sete cidades catarinenses também decretaram situação de emergência pelas chuvas. São elas Araranguá, Balneário Gaivota, Jacinto Machado, Maracajá, Passo de Torres, São João do Sul e Sombrio. O município de Rio do Oeste está em contato com o Grupo de Ações Coordenadas Municipal (Grac) para avaliar a necessidade de fazer o mesmo.

Diminuição gradual

Nesse domingo, uma massa de ar frio manteve as temperaturas baixas em boa parte do estado, mas as chuvas foram diminuindo gradualmente ao longo do dia nas principais áreas atingidas. As bacias hidrográficas dos rios Itajaí e Tijucas também começaram a apresentar declínio, o que continuou nesta segunda, com o retorno dos rios Tijucas e Itajaí-Mirim aos níveis de normalidade. Na região do Alto Vale, porém, os rios Itajaí-Açu, em Rio do Sul, e Itajaí do Oeste, nos municípios de Laurentino e Rio do Oeste, seguem em nível de emergência.

Segundo a Defesa Civil do estado, as condições climáticas devem seguir uma tendência de estabilização nesta segunda-feira (20/5), com uma moderada alta na temperatura a partir da tarde. Porém, a Defesa afirma haver risco moderado para ocorrências ligadas à agitação das águas do mar, com possíveis rajadas de vento de até 50km/h atingindo a Grande Florianópolis e o litoral sul do estado.

A Defesa acredita, ainda, que uma nova frente fria que atinge o Rio Grande do Sul nesta terça-feira (21/5) possa causar pancadas de chuva na divisa entre o estado e Santa Catarina, principalmente na região Grande Oeste.

Tribuna Livre, com informações da Secretaria de Comunicação do governo de Santa Catarina

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Leilão de arroz: presidente da Comissão de Agricultura fala em fraude
Leilão de arroz: presidente da Comissão de Agricultura fala em fraude
País tem novo recorde da dengue com 6 milhões de casos e 4 mil mortes
País tem novo recorde da dengue com 6 milhões de casos e 4 mil mortes
Homem é preso novamente por tentar violentar enteada com quem já tem um filho após estupro, na PB
Homem é preso novamente por tentar violentar enteada com quem já tem um filho após estupro, na PB
Chuvas em Pernambuco: inundação de rios, desabrigados e transtornos são registrados
Chuvas em Pernambuco: inundação de rios, desabrigados e transtornos são registrados
Dino envia indiciamento de Juscelino Filho por corrupção à PGR
Dino envia indiciamento de Juscelino Filho por corrupção à PGR
Caso Moraes: TCU vai apurar promoção de delegado da PF
Caso Moraes: TCU vai apurar promoção de delegado da PF
Nova ponte sobre o Rio Tocantins será inaugurada nesta sexta-feira (14)
Nova ponte sobre o Rio Tocantins será inaugurada nesta sexta-feira (14)
Naval, considerado “homem de guerra”, assume maior milícia do Rio
Naval, considerado “homem de guerra”, assume maior milícia do Rio
País corre e tenta atingir meta de vacinação contra a poliomielite
País corre e tenta atingir meta de vacinação contra a poliomielite
Existem duas habilidades que Deus dá aos obreiros: uma é realizar a obra de Deus através dos cargos ministeriais e a outra é a de realizar obras para Deus
Existem duas habilidades que Deus dá aos obreiros: uma é realizar a obra de Deus através dos cargos ministeriais e a outra é a de realizar obras para Deus.
Deputada manda 100% das emendas para cidade chefiada pelo marido
Deputada manda 100% das emendas para cidade chefiada pelo marido
MP-SP abre guerra contra a Bíblia
MP-SP abre guerra contra a Bíblia

Leilão de arroz: presidente da Comissão de Agricultura fala em fraude

Ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, prestou esclarecimentos à Comissão na Câmara sobre leilão para compra de arroz feito pelo governo O presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, deputado Evair Vieira de Melo (PP-ES), chamou o leilão de arroz realizado pelo governo federal de “esquema fraudulento”. O

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.