20/06/2024

Com a implementação de testes e tratamento imediatos, o Distrito Federal registra uma redução de 21,6% nas mortes por HIV.

Orientação da Secretaria de Saúde é fazer o teste e sempre se manter fora da exposição ao risco | Foto: Breno Esaki/Arquivo Agência Saúde

Entre os anos de 2018 e 2022, o índice de infecções diminuiu de 9,8 para 7,3 por 100 mil habitantes, conforme indicado pelo boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde.

O coeficiente de mortalidade por AIDS no Distrito Federal registrou uma redução de 21,6% ao longo de cinco anos. Os dados, divulgados nesta segunda-feira (27) no Informativo de Situação Epidemiológica do HIV e da AIDS no DF, referente ao período de 2018 a 2022, indicam uma queda no índice de óbitos por 100 mil habitantes, passando de 3,3 para 2,7.

O boletim também destaca uma diminuição nos casos de infecção pelo HIV e AIDS, com uma redução de 9,8 para 7,3 por 100 mil habitantes. A gerente de Vigilância de Infecções Sexualmente Transmissíveis da Secretaria de Saúde do DF (SES), Beatriz Maciel Luz, atribui esse declínio aos esforços do Sistema Único de Saúde (SUS), ressaltando a importância da testagem e início imediato do tratamento em casos de diagnóstico positivo.

É enfatizado que ter HIV não é equivalente a ter AIDS; muitas pessoas podem portar o vírus por anos sem desenvolver a doença, mas há o risco de transmiti-lo a outras pessoas. A manutenção da dispensação contínua de medicamentos e tratamento adequado para todas as pessoas vivendo com HIV são apontadas como medidas fundamentais para alcançar uma carga viral indetectável e prevenir o desenvolvimento da AIDS.

O boletim também alerta para o comportamento de jovens, destacando que a faixa etária de 20 a 29 anos representa uma média de 32,9% dos casos de AIDS no DF. A rede de vigilância, prevenção e assistência ao HIV e AIDS inclui unidades básicas de saúde (UBSs), policlínicas e ambulatórios especializados, que oferecem diversas estratégias de prevenção combinada, como fornecimento de preservativos, gel lubrificante, medicamentos para profilaxia pós-exposição (PEP) ao HIV, profilaxia pré-exposição (PrEP) e tratamento para pessoas vivendo com HIV/AIDS.

Atualmente, cerca de 15 mil pessoas recebem tratamento na rede da SES-DF, com um aumento significativo na implementação da PrEP, que conta com 3.239 pessoas cadastradas recebendo medicamentos para prevenir o HIV.

A SES-DF realizará ações em todo o DF em dezembro, no contexto do Dezembro Vermelho, mês de luta e prevenção contra o HIV e a AIDS. A campanha inclui atividades de orientação à população sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce. Ações como testagem e aconselhamento no Parque da Cidade e uma oficina de prevenção no Centro Cultural Renato Russo com a participação de especialistas estão programadas para conscientizar os jovens da rede pública de educação do DF.

A lista de locais que oferecem atendimento inclui o Centro Especializado em Doenças Infecciosas (Cedin), policlínicas em diversas regiões, ambulatórios de infectologia em hospitais como o de Base, Regional de Santa Maria (HRSM), Regional de Sobradinho (HRS) e Universitário de Brasília (HUB), além das unidades básicas de saúde (UBSs) que realizam testes rápidos e oferecem preservativos e gel lubrificante ao longo do ano.

Tribuna Livre, com informações da Agência Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Brasília é a segunda capital mais segura do país, aponta Atlas da Violência 2024
Brasília é a segunda capital mais segura do país, aponta Atlas da Violência 2024
Núcleo da Unidade de Internação de Santa Maria disputa prêmio de Melhor Escola do Mundo
Núcleo da Unidade de Internação de Santa Maria disputa prêmio de Melhor Escola do Mundo
UPAs atenderam quase meio milhão de pessoas nos cinco primeiros meses de 2024
UPAs atenderam quase meio milhão de pessoas nos cinco primeiros meses de 2024
Abrigo no Plano Piloto protege 80 pessoas em situação de rua do frio
Abrigo no Plano Piloto protege 80 pessoas em situação de rua do frio
QualificaDF Móvel abre inscrições para capacitação profissional em 4 cidades
QualificaDF Móvel abre inscrições para capacitação profissional em 4 cidades
Inscrições para quase 6 mil vagas em cursos técnicos abrem nesta quinta-feira (20)
Inscrições para quase 6 mil vagas em cursos técnicos abrem nesta quinta-feira (20)
Caesb investe R$ 3,7 milhões em energia limpa e reduz custos operacionais
Caesb investe R$ 3,7 milhões em energia limpa e reduz custos operacionais
Mais de 150 produtores rurais apresentam cartões de vacina de rebanhos contra raiva
Mais de 150 produtores rurais apresentam cartões de vacina de rebanhos contra raiva
GDF destina R$ 110 milhões para famílias darem de entrada na casa própria
GDF destina R$ 110 milhões para famílias darem de entrada na casa própria
Portaria conjunta institui programa e aplicativo de proteção aos conselheiros tutelares do DF
Portaria conjunta institui programa e aplicativo de proteção aos conselheiros tutelares do DF
Fiscalização contra estacionamento irregular no DF é intensificada
Fiscalização contra estacionamento irregular no DF é intensificada
Regulamentados os serviços de capelania nas unidades de saúde
Regulamentados os serviços de capelania nas unidades de saúde

Leilão de arroz: presidente da Comissão de Agricultura fala em fraude

Ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, prestou esclarecimentos à Comissão na Câmara sobre leilão para compra de arroz feito pelo governo O presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, deputado Evair Vieira de Melo (PP-ES), chamou o leilão de arroz realizado pelo governo federal de “esquema fraudulento”. O

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.