28/02/2024

Condenado à prisão perpétua homem envolvido na morte do presidente do Haiti.

A Justiça americana reivindicou jurisdição sobre este caso, no qual acusou 11 pessoas, alegando que parte do complô foi arquitetado na Flórida. - (crédito: CHANDAN KHANNA / AFP)

Em uma declaração assinada, o réu admitiu ter se reunido com outros conspiradores desde fevereiro de 2021 até o dia do assassinato.

A Justiça dos Estados Unidos condenou Joseph Vincent, nesta sexta-feira (9), à prisão perpétua por conspirar para assassinar o presidente haitiano Jovenel Moïse, em 7 de julho de 2021, em Porto Príncipe. Vincent, um haitiano-americano de 58 anos, compareceu ao tribunal federal em Miami, na Flórida, dois meses depois de confessar sua participação no magnicídio.

Em uma declaração assinada em dezembro passado, o réu admitiu ter se reunido com outros conspiradores desde fevereiro de 2021 até o dia do assassinato. Na madrugada de 7 de julho, acompanhou outros acusados até a residência privada de Moïse, onde um comando de mercenários colombianos matou o presidente a tiros sem a intervenção de seus guarda-costas.

Sua contribuição para a conspiração incluiu aconselhar seus cúmplices sobre o cenário político haitiano, participar de reuniões com líderes políticos e comunitários do país e envolver-se em um plano para incentivar protestos contra Moïse e usá-los como cobertura para derrubá-lo. Ele frequentemente utilizava um “pin” do Departamento de Estado americano, sugerindo que trabalhava para Washington.

Ex-informante da Agência Antidrogas dos EUA (DEA), Vincent comprometeu-se a colaborar com o Ministério Público. Ele entrou no tribunal algemado, com dificuldades de locomoção, e antes de ouvir sua sentença, dirigiu-se aos presentes pedindo perdão pelo que fez em crioulo haitiano.

A Justiça americana reivindicou jurisdição sobre o caso, acusando 11 pessoas, alegando que parte do plano foi arquitetada na Flórida. Quatro indivíduos foram condenados à prisão perpétua, incluindo Vincent, o ex-senador haitiano Joseph Joel John, Rodolphe Jaar, um empresário haitiano-chileno, e Germán Rivera, oficial reformado do Exército colombiano.

Segundo o Ministério Público, os conspiradores pretendiam sequestrar Moïse e substituí-lo por Christian Sanon, cidadão haitiano-americano. Quando o sequestro falhou, decidiram então assassinar o presidente.

O Haiti prendeu 17 pessoas pelo assassinato de Moïse, mas até o momento nenhuma foi formalmente acusada. Desde o assassinato do presidente, o país mergulhou em violento caos, com a Presidência permanecendo vaga. Em 2023, registrou quase 5.000 homicídios, e janeiro de 2024 foi o “mês mais violento em mais de dois anos”, segundo a ONU.

Tribuna Livre, com informações da Agência France-Presse

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Controvérsia de Lula com Israel ameaça ofuscar plano do Brasil para o G20?
Controvérsia de Lula com Israel ameaça ofuscar plano do Brasil para o G20?
Após comentários de Lula sobre o Holocausto, a oposição pede impeachment e o governo se declara 'indignado' com Israel
Após comentários de Lula sobre o Holocausto, a oposição pede impeachment e o governo se declara 'indignado' com Israel.
Fala de Lula sobre Israel e o Holocausto é 'ignorante' e 'deve ser condenada': as reações na imprensa israelense
Fala de Lula sobre Israel e o Holocausto é 'ignorante' e 'deve ser condenada': as reações na imprensa israelense
'Putin matou meu marido', diz viúva do opositor russo Navalny
'Putin matou meu marido', diz viúva do opositor russo Navalny
Russos seguem fazendo manifestações em memória do opositor Navalny
Russos seguem fazendo manifestações em memória do opositor Navalny
Ministro israelense declara que Lula é persona non grata em Israel
Ministro israelense declara que Lula é persona non grata em Israel.
Netanyahu diz que terá "dura conversa de repreensão" com embaixador do Brasil
Netanyahu diz que terá "dura conversa de repreensão" com embaixador do Brasil
Alexei Navalny, um dos principais opositores de Putin, falece na prisão
Alexei Navalny, um dos principais opositores de Putin, falece na prisão.
Rússia emite mandados de busca e prisão contra líderes europeus; veja quem
Rússia emite mandados de busca e prisão contra líderes europeus; veja quem
Na Venezuela, uma comitiva liderada por María Corina foi alvo de um ataque com paus e pedras
Na Venezuela, uma comitiva liderada por María Corina foi alvo de um ataque com paus e pedras.
O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta sobre o ressurgimento global da dengue
O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta sobre o ressurgimento global da dengue.
Biden confunde Macron com o ex-presidente francês Mitterrand
Biden confunde Macron com o ex-presidente francês Mitterrand.

Nomeados mais 83 agentes de Vigilância Ambiental

Convocação dos novos servidores aprovados foi publicada no DODF desta terça-feira (27) Na edição desta terça (27) do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), o GDF publicou 83 novas nomeações para o cargo de agente de Vigilância Ambiental em Saúde. A convocação é destinada a preencher os 150 cargos previstos

Leia mais...

Portaria reforça regras para uso correto do Cartão Mobilidade no DF

Orientações da Secretaria de Transportes e Mobilidade estão publicadas na edição desta terça-feira (27) do DODF O uso do Cartão Mobilidade pelos passageiros do Sistema de Transporte Público Coletivo está regulamentado pela Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) em portaria publicada na edição desta terça-feira (27) do Diário Oficial do

Leia mais...

Faço da prioridade da população a minha prioridade.

Bem articulado com todos os Poderes de Novo Gama, dentre eles o Executivo,  com DF e demais município do Entorno, Renato Caldas mostra a que veio. Renato Caldas é reconhecido como um dos vereadores mais atuantes de Novo Gama. Sua dedicação e comprometimento com a comunidade são admiráveis, sempre buscando

Leia mais...

Combate à dengue é tema de quatro cursos online para servidores

Formações são indicadas para profissionais da educação e da saúde. As aulas são gratuitas e online, podendo ser assistidas a qualquer momento pelos participantes A Escola Superior de Ciências da Saúde (Escs) oferece quatro cursos relacionados ao combate à dengue para servidores da saúde e da educação. As capacitações são

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.