23/06/2024

Conferência Distrital das Cidades vai debater a política urbana do Distrito Federal

Com o tema A Função Social da Cidade e da Propriedade, a conferência será aberta à participação da sociedade civil para contribuir com a formulação de políticas públicas | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

Evento realizado em setembro discutirá temas que afetam diretamente o dia a dia das cidades

O Governo do Distrito Federal (GDF) convoca a população para participar da 6ª Conferência Distrital das Cidades, de 13 a 15 de setembro, para debater os temas que afetam diretamente o dia a dia das cidades, como habitação e planejamento urbano. O chamamento foi feito pelo Decreto n° 45.684, assinado pelo governador Ibaneis Rocha e publicado na edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta quinta-feira (11).

Com o lema Cidades Inclusivas, Participativas e Socialmente Justas e o tema A Função Social da Cidade e da Propriedade, o evento tem a ideia de abrir espaço para participação da sociedade na formulação das políticas públicas governamentais que interferem no traçado e na vida da cidade como um todo. No debate, os consensos e as divergências serão discutidos de forma democrática.

Além disso, a conferência será uma oportunidade de debater a política urbana do Distrito Federal e ações governamentais que perpassam a dinâmica do planejamento, preservação, desenvolvimento e controle urbano.

“Foram 11 anos desde a última conferência distrital e, agora, vamos retomar esse debate tão importante com a sociedade, discutindo assuntos primordiais para o desenvolvimento de todo o Distrito Federal, como a política habitacional e o sistema de planejamento urbano”, afirmou a subsecretária de Políticas e Planejamento Urbano, Juliana Coelho.

Comissão organizadora

“Foram 11 anos desde a última conferência distrital e, agora, vamos retomar esse debate tão importante com a sociedade, discutindo assuntos primordiais para o desenvolvimento de todo o DF”

Juliana Coelho, subsecretária de Políticas e Planejamento Urbano

Caberá à Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) coordenar o evento e instalar a comissão organizadora da conferência, formada por representantes da sociedade civil organizada e órgãos do GDF. A participação da população é voluntária, enquanto a dos membros do governo será por indicação, ambos sem qualquer tipo de remuneração.

Os representantes da sociedade civil interessados em participar da comissão deverão manifestar interesse até o dia 15 de maio, comparecendo presencialmente à Assessoria Técnica de Órgãos Colegiados (Ascol), na sede da Seduh, em horário comercial. O endereço é Setor Comercial Norte (SCN), Quadra 01, Bloco A do edifício Number One, 18º andar, no início da Asa Norte. Eles deverão apresentar todos os documentos descritos no decreto, desde os pessoais até os da entidade.

Entre as atribuições da comissão organizadora estão a elaboração e a aprovação do regimento interno da conferência. A norma define a forma de organização, o funcionamento, os recursos financeiros, as formas recursais e o processo de escolha dos delegados. Eles são 33 representantes do poder público e da sociedade civil que levarão as propostas do evento distrital à 6ª Conferência Nacional das Cidades, organizada pelo Ministério das Cidades.

Conferência Nacional

A conferência distrital é uma etapa preparatória da 6ª Conferência Nacional das Cidades, que se desdobra em etapas municipal, estadual/distrital e nacional. O evento está previsto para ocorrer em novembro deste ano. O tema será Construindo a Política Nacional de Desenvolvimento Urbano: Caminhos para cidades inclusivas, democráticas, sustentáveis e com justiça social.

O objetivo é fornecer elementos para a discussão e elaboração de propostas para enfrentar os problemas centrais que atingem as cidades em todo o país. As propostas das conferências municipais às estaduais, até a conferência nacional, serão aprimoradas e consolidadas sob a perspectiva de várias escalas, da comunitária à nacional.

Como resultado, espera-se encontrar soluções legitimadas pela contribuição da população para os problemas que dificultam a implementação de diversas políticas públicas governamentais nas cidades, pois serão elaboradas e implementadas em conjunto.

Dessa forma, contribuirão para construir uma Política Nacional de Desenvolvimento Urbano (PNDU) que leve à redução das desigualdades socioespaciais, se adéque à diversidade do país e seja capaz de repensar como viver melhor nas nossas cidades. A política deve ser implementada por todos os entes da federação, na perspectiva de criação de um Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano que integre e articule as ações no âmbito dos municípios, estados, Distrito Federal e União.

Tribuna Livre, com informações da Seduh

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Brasília sediará Congresso Internacional Cidades Lixo Zero
Brasília sediará Congresso Internacional Cidades Lixo Zero
Novo equipamento de segurança garante integridade do Sistema de Abastecimento de Água Norte
Novo equipamento de segurança garante integridade do Sistema de Abastecimento de Água Norte
Mais de 1,5 milhão de pessoas atendidas pelos programas sociais do GDF
Mais de 1,5 milhão de pessoas atendidas pelos programas sociais do GDF
Prazo para declaração de vacinação e atualização cadastral de propriedades pecuárias é prorrogado
Prazo para declaração de vacinação e atualização cadastral de propriedades pecuárias é prorrogado
Nova unidade de recebimento de entulhos terá área de 60 hectares
Nova unidade de recebimento de entulhos terá área de 60 hectares
Operação Verde Vivo intensifica prevenção e combate aos incêndios florestais
Operação Verde Vivo intensifica prevenção e combate aos incêndios florestais
Rede pública do DF alerta para problemas na coluna causados pelo uso incorreto do celular
Rede pública do DF alerta para problemas na coluna causados pelo uso incorreto do celular
Túnel Rei Pelé será interditado na próxima semana para manutenção
Túnel Rei Pelé será interditado na próxima semana para manutenção
Frota do BRT Sul é renovada com dez novos ônibus articulados
Frota do BRT Sul é renovada com dez novos ônibus articulados
Governador visita trecho da obra da Epig onde terá novo viaduto e estação do BRT
Governador visita trecho da obra da Epig onde terá novo viaduto e estação do BRT
GDF convoca mais 100 enfermeiros para a rede pública de saúde
GDF convoca mais 100 enfermeiros para a rede pública de saúde
Ação contra o Frio: GDF inaugura abrigo no Gama para pessoas em situação de rua
Ação contra o Frio: GDF inaugura abrigo no Gama para pessoas em situação de rua

Brasília sediará Congresso Internacional Cidades Lixo Zero

O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) se une a especialistas globais para promover práticas sustentáveis e políticas de lixo zero Entre 25 e 27 de junho, Brasília será o palco da terceira edição do Congresso Internacional Cidades Lixo Zero. O evento, que será realizado no Museu Nacional da República, conta

Leia mais...

Mais de 1,5 milhão de pessoas atendidas pelos programas sociais do GDF

Do Cartão Prato Cheio ao Cartão Gás, passando pela Política de Assistência Estudantil, benefícios geraram, desde 2019, investimento de R$ 1,9 bilhão, beneficiando famílias em situação de vulnerabilidade social e impulsionando a economia Investir em pessoas e no desenvolvimento delas é uma ação perene do Governo do Distrito Federal (GDF).

Leia mais...

STF retoma julgamento sobre atendimento de pessoas trans no SUS

Sessão virtual começou hoje e vai até 28 de junho. O Supremo Tribunal Federal (STF) (foto) retomou nesta sexta-feira (21), em Brasília, a discussão sobre o atendimento de pessoas transexuais no Sistema Único de Saúde (SUS).  A Corte julga em plenário virtual a liminar proferida em 2021 pelo ministro Gilmar

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.