23/06/2024

Desmatamento caiu em Goiás, mostra relatório do Mapbiomas

Relatório divulgado nesta segunda-feira (12/06) confirma que a supressão ilegal de vegetação cresceu no Cerrado, mas não em território goiano

 O relatório mostra também que nenhum município goiano está entre os 50 que mais desmataram.

Embora o desmatamento tenha diminuído em Goiás, ele cresceu 31,2% no Cerrado brasileiro como um todo. A explicação está no Cerrado Matopiba, que inclui Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. Em três desses quatro estados, o desmatamento avançou 48% (Bahia), 116% (Piauí) e 31% (Tocantins). O Mapbiomas concluiu que 26,3% da área desmatada no País está no Matopiba.

Esses números fazem parte do relatório anual do desmatamento (RAD) no Brasil, construído a partir da validação, refinamento e geração de laudos para cada alerta de desmatamento detectado ao longo do ano no Brasil.

De acordo com o RAD, houve incremento na supressão ilegal de vegetação em todos os biomas, com exceção da Mata Atlântica (em que o recuo foi de 0,6%). O estudo traz números preocupantes sobre a Amazônia (19%), Caatinga (22%), Pampa (27,2%) e Pantanal (4,4%).

A secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Andréa Vulcanis, afirma que o desmatamento caiu em Goiás por causa de dois fatores: 1) a fiscalização ficou mais eficiente; e 2) a análise de pedidos de supressão legal e monitorada de vegetação ficou mais ágil, o que convenceu mais produtores a respeitar a lei ambiental.

As autuações emitidas pela Semad por desmatamento saíram de 6,2 mil hectares em 2018 para 16 mil em 2019, primeiro ano do atual governo, 18 mil em 2020, 32 mil em 2021 e 64 mil em 2022. Até maio deste ano, a área desmatada submetida a autuação já passava de 18 mil. O número de autos saiu de 534 em 2020 para 1.363 em 2022.

Já a quantidade de licenças emitidas pela Semad para supressão de vegetação feita conforme determina a lei ambiental, com monitoramento, saiu de 1,4 mil autorizações expedidas em 2018 para 27 mil em 2022.

Dados divulgados pelo Mapbiomas na última segunda-feira (12/06) revelam que o desmatamento em Goiás recuou 2% no ano passado na comparação com 2021.

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Dupla de estelionatários é presa com mais de 100 cheques falsos na Vila Brasília, em Aparecida 
Dupla de estelionatários é presa com mais de 100 cheques falsos na Vila Brasília, em Aparecida 
Equatorial nega falta de energia em reservatório que deixou bairros sem água em Goiânia e Aparecida
Equatorial nega falta de energia em reservatório que deixou bairros sem água em Goiânia e Aparecida
Empresa de Goiânia é condenada após funcionária denunciar que era assediada e recebia tapas na bunda
Empresa de Goiânia é condenada após funcionária denunciar que era assediada e recebia tapas na bunda
Goiânia: homem é preso após ser flagrado com 80 porções de cocaína em veículo
Goiânia: homem é preso após ser flagrado com 80 porções de cocaína em veículo
G1
Motorista de carreta morre em acidente de trânsito na BR-050, em Catalão
GOE3
Detran multou mais de 1 milhão de motoristas em Goiânia durante 2023
GOE2
Confronto deixa 2 PMs baleados e 3 suspeitos de homicídio mortos em Corumbaíba
GOE1
Preços do hortifruti variam até 759% em Goiânia, aponta Procon
GO1
Paciente internado à força morre a caminho de clínica de reabilitação, em Caldas Novas
GO 3
TSE decide a favor do PRTB e vereadores Bruno Diniz e Santana Gomes devem voltar à Câmara de Goiânia
GO 2
Polícia prende cuidadora que maltratava idosa e filha com necessidades especiais
GO 1
Vilmar Rocha estimula candidatura de Ademir Menezes pelo PSD em Aparecida: “Nome natural”

STF retoma julgamento sobre atendimento de pessoas trans no SUS

Sessão virtual começou hoje e vai até 28 de junho. O Supremo Tribunal Federal (STF) (foto) retomou nesta sexta-feira (21), em Brasília, a discussão sobre o atendimento de pessoas transexuais no Sistema Único de Saúde (SUS).  A Corte julga em plenário virtual a liminar proferida em 2021 pelo ministro Gilmar

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.