21/06/2024

Equatorial Goiás alerta para cuidados com rede elétrica nas festas juninas 

Foto: Ascom/Equatorial

De olho nos arraiás, distribuidora chama atenção sobre riscos de pendurar enfeites em postes e acender fogueiras próximo da fiação 

O mês de junho se aproxima e traz com ele a alegria das festas juninas. Goianos por todo estado preparam as comemorações marcadas por muita diversão e folia com os arraiás. Eles dão um tom especial para as festas juninas com ruas e espaços públicos tomados por bandeirinhas, barracas, faixas, arcos e fitas. Os cuidados com a rede elétrica, no entanto, devem ser sempre lembrados, desde a decoração até a comemoração com fogos de artifícios. Para evitar acidentes, a Equatorial Goiás orienta sobre como se divertir com segurança.

Os postes e equipamentos da rede elétrica não devem ser utilizados como suporte para pendurar bandeirinhas, faixas e outros enfeites. O manuseio de objetos em contato com a rede elétrica pode causar curtos-circuitos, falhas no fornecimento de energia elétrica e choques que podem até levar à morte.

Importante também ter cuidado para não se aproximar ou tocar nos fios ao manobrar barras de metal, andaimes, canos, arames, trilhos, suportes de luminosos, escadas e outros objetos metálicos. Objetos arremessados que se aproximem ou entrem em contato com a rede elétrica podem causar choque elétrico e até levar à morte.

O executivo de Segurança da distribuidora, Alex Fernandes, explica que os enfeites deixam a festa mais alegre, mas podem oferecer riscos se colocados de maneira incorreta. “Nunca utilize a fiação elétrica como sustentação para esses objetos e nunca fixe nenhuma decoração acima da rede, pois podem cair sobre os fios e provocar curto-circuito. Outro ponto de atenção é jamais tentar retirar qualquer tipo de objeto que esteja em contato com a rede elétrica”, alerta.

Nas ligações internas de barracas ou até mesmo dentro de casa, Alex Fernandes orienta que deve ser evitado o uso de T, gambiarras e emendas, que podem superaquecer a fiação e causar curto-circuito.

Montagens e instalações elétricas

Barracas, arquibancadas, palanques e palcos devem ser montados a uma distância segura da rede elétrica, mínima de 1,5 metro (horizontal), conforme referência da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Também é recomendado que esse trabalho seja feito por um profissional habilitado, que pode executar a montagem com mais segurança, evitando toques acidentais em fios de energia, por exemplo. Vale reforçar ainda a necessidade de liberação das autoridades competentes para a realização desse tipo de evento.

Outro ponto importante é no momento de fazer as ligações elétricas de quaisquer tipos, sejam em barracas, palcos ou outras estruturas. Nesses casos, os responsáveis devem fazer um levantamento da carga necessária com antecedência e acionar a Equatorial Goiás, que fica responsável por instalar a ligação provisória no local. “Ligações clandestinas podem causar acidentes e sobrecargas na rede elétrica, aumentando o risco de choque e falta de energia, além de ser crime com pena prevista de um a oito anos de reclusão”, lembra Alex.

 Balões

A Equatorial Goiás reforça que soltar balões é crime ambiental e pode causar acidentes sérios. Além disso, a prática quando realizada próximo da rede elétrica é ainda mais perigosa e aumenta os riscos de incêndios e acidentes.

Fogueiras e fogos de artifício

Atenção com as tradicionais fogueiras de São João, pois a proximidade do calor com os fios pode superaquecê-los, provocando um rompimento. Elas devem ser feitas em locais abertos e longe da rede elétrica. Da mesma forma, os fogos de artifício não devem ser manuseados na direção de postes e condutores de energia. Esses artefatos são mais seguros ao serem usados em locais amplos e a uma distância segura da rede da distribuidora. É importante lembrar que apenas adultos podem manuseá-los, mantendo sempre distância de outras pessoas, além de verificar a procedência dos fogos e se certificar se foram comprados em lojas especializadas e autorizadas.

Em caso de acidente

– O local deve ser isolado para que não haja aproximação de outras pessoas;

– A Equatorial Goiás deve ser acionada imediatamente por meio do número 0800 062 0196, além do Corpo de Bombeiros, no número 193, e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), no número 192;

– Não se deve tocar em objetos ou pessoas que estejam em contato com a rede elétrica para evitar novos acidentes;

– Em casos de fios partidos ou caídos ao solo, jamais tocá-los; o local deve ser isolado e a distribuidora de energia deve ser acionada.

Sobre a Equatorial Goiás 

A Equatorial Goiás é uma empresa que pertence à holding Equatorial Energia, 3º maior grupo de distribuição de energia do País, com 7 concessionárias que atendem mais de 14 milhões de clientes. Somente em Goiás são cerca de 3,5 milhões de clientes, localizados em 237 municípios do Estado e abrangendo 98,7% do território estadual, com cobertura de uma área de 336.871 km².

Assessoria de Imprensa do Grupo Equatorial

Gerência Comunicação Externa e Marketing

| GOIÁS |

imprensa.goias@equatorialenergia.com.br

Tribuna Livre, com informações da Equatorial Goiás.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Equatorial Goiás alerta importância do registro de falta de energia
Equatorial Goiás alerta importância do registro de falta de energia
Governo prepara estratégia para proteger Araguaia da pesca ilegal e do lixo
Governo prepara estratégia para proteger Araguaia da pesca ilegal e do lixo
Preço de produtos típicos de festa junina varia até 213% entre lojas de Goiânia
Preço de produtos típicos de festa junina varia até 213% entre lojas de Goiânia
PF deflagra nova fase de operação contra ‘rota caipira’ do tráfico, que passa por Goiás
PF deflagra nova fase de operação contra ‘rota caipira’ do tráfico, que passa por Goiás
Homem pega carro após briga familiar, fura dois bloqueios da PRF em Goiás e é preso
Homem pega carro após briga familiar, fura dois bloqueios da PRF em Goiás e é preso
Caiado inaugura Hospital de Águas Lindas de Goiás e população já recebe atendimento
Caiado inaugura Hospital de Águas Lindas de Goiás e população já recebe atendimento
Carimbos encontrados com homem preso em Goiânia eram de psiquiatras e neurologistas
Carimbos encontrados com homem preso em Goiânia eram de psiquiatras e neurologistas
TJ-GO anula processo contra médico condenado por racismo após publicar vídeo de homem negro acorrentado
TJ-GO anula processo contra médico condenado por racismo após publicar vídeo de homem negro acorrentado
Justiça expede mandado de prisão contra Maurício Sampaio
Justiça expede mandado de prisão contra Maurício Sampaio
Falso sequestro no setor Jaó: polícia prende um dos envolvidos
Falso sequestro no setor Jaó: polícia prende um dos envolvidos
Grupo Equatorial Energia prorroga campanha em parceria com a CUFA para arrecadar R$ 1 milhão para o RS
Grupo Equatorial Energia prorroga campanha em parceria com a CUFA para arrecadar R$ 1 milhão para o RS
Após 29 anos de espera começa a construção de hospital em Novo Gama
Após 29 anos de espera começa a construção de hospital em Novo Gama

Leilão de arroz: presidente da Comissão de Agricultura fala em fraude

Ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, prestou esclarecimentos à Comissão na Câmara sobre leilão para compra de arroz feito pelo governo O presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, deputado Evair Vieira de Melo (PP-ES), chamou o leilão de arroz realizado pelo governo federal de “esquema fraudulento”. O

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.