26/05/2024

GDF torna o Centro de Referência Interdisciplinar em Síndrome de Down um serviço permanente

Lançado em 2013, o CrisDown oferta atendimentos desde pediatras a fonoaudiólogos até psiquiatras, ortopedistas e neurologistas | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

CrisDown atende mais de 2,3 mil famílias no Hran com serviços multidisciplinares e passa a ser uma política de Estado

Criado há 11 anos, o Centro de Referência Interdisciplinar em Síndrome de Down (CrisDown) passa a ser um serviço permanente à população do Distrito Federal, ou seja, uma política de Estado. A medida foi autorizada pelo governador Ibaneis Rocha em cerimônia no Palácio do Buriti nesta quinta-feira (25).

Isso significa que o CrisDown passa a ter equipe garantida e acesso pela população mesmo com trocas na gestão do governo local. Atualmente, o serviço atende 2,3 mil famílias e funciona no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), mas vai ganhar uma nova sede na 612 Sul em projeto em fase de elaboração.

Lançado em 2013, o CrisDown oferta atendimentos desde pediatras a fonoaudiólogos até psiquiatras, ortopedistas e neurologistas | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Ao garantir que essa assistência aos familiares e pessoas com síndrome de Down se torne algo perene, o governador Ibaneis Rocha reforçou a necessidade de ampliar os atendimentos e as políticas para este público.

“Nós temos feito um trabalho muito importante para cuidar dessas famílias. O DF tem em torno de 600 mil pessoas que possuem algum tipo de deficiência e isso nos deixa muito preocupados, porque muitas vezes essas pessoas não têm a assistência devida. Precisamos de uma radiografia muito bem feita desse cenário para dar mais qualidade de vida a essas crianças, adolescentes e adultos, e também aos familiares. Vamos nos empenhar para dar solução a todos esses problemas e o melhor atendimento possível para colocar o DF no local que ele merece. Como capital da República, merece serviços de excelência”, discursou Ibaneis Rocha.

Lançado em 2013, o CrisDown oferta atendimentos desde pediatras a fonoaudiólogos até psiquiatras, ortopedistas e neurologistas. Esse acompanhamento é oferecido a todas as faixas etárias, desde bebês até adultos, e é considerado essencial para diagnósticos, acompanhamento e evolução dos atendidos.

Para a coordenadora do CrisDown, a fisioterapeuta Carolina Vale, o gesto do governo traz um sentimento de alívio. “A partir de hoje, o Crisdown permanece. Ele se mantém perene, mesmo que troque de governo, troque de gestão. E isso garante a todos que estão chegando hoje no serviço que ele vai ter continuidade. E para que as novas gerações continuem a ter o mesmo atendimento ou até melhor do que o que a gente já tem hoje no serviço”, afirma.

“Nós temos feito um trabalho muito importante para cuidar dessas famílias. O DF tem em torno de 600 mil pessoas que possuem algum tipo de deficiência e isso nos deixa muito preocupados, porque muitas vezes essas pessoas não têm a assistência devida. Precisamos de uma radiografia muito bem feita desse cenário para dar mais qualidade de vida a essas crianças, adolescentes e adultos, e também aos familiares. ”

Ibaneis Rocha, governador do Distrito Federal

“Essa assinatura faz com que a gente consiga oferecer e orientar essas famílias para que elas ofereçam mais possibilidade, mais oportunidade para essas pessoas que têm toda a condição de estar inseridas na sociedade, trabalhando, formando suas famílias, formando seus núcleos. E é isso que a gente realmente quer: autonomia e independência”, acrescenta a gestora.

Atendimento

A rede de saúde tem se preparado de outras formas para auxiliar esse público. Com a aquisição de aparelhos de ultrassonografia e o chamamento de 103 ginecologistas, o GDF passa a ter mais capilaridade no atendimento e diagnóstico de bebês com Síndrome de Down.

“Vamos poder utilizar, na nossa plena capacidade, todos os aparelhos de ultrassom para que no exame pré-natal possamos dar o diagnóstico das possibilidades de crianças nascerem com síndrome de Down. Nós temos na ecografia a possibilidade de ver a prega nucal, que é um indicativo de termos uma criança com Síndrome de Down”, detalha a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio.

Segundo a Secretaria de Saúde, cada mil  vivos, um é diagnosticado com síndrome de Down por ano. “O DF tem 39 mil nascidos por ano, somando a rede pública e a rede privada. Assim, podemos entender a magnitude desse diagnóstico precoce e desse acompanhamento”, acrescenta a titular da Saúde.

Para quem está inserido no dia a dia do CrisDown a notícia desta quinta-feira (25) foi recebida da melhor forma possível. É o caso da servidora pública Andreia Almeida, 52 anos, e do filho João Roberto, 15 anos. Ela considera o atendimento um divisor de águas na vida do filho.

“O CrisDown significa para a gente um porto seguro quando se trata da saúde dele no sentido integral, tanto físico quanto psicológico, motor, etc. E agora ter como política pública nos dá uma segurança que só a política pública institucionalizada nos dá. Entendo que o CrisDown vai receber todo o apoio, todos os recursos que ele necessita e que ele merece”, comemora.

Tribuna Livre, com informações do Centro de Referência Interdisciplinar em Síndrome de Down (CrisDown)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
DF 3Política distrital vai tratar de prevenção e enfrentamento de desaparecimento de pessoas
Política distrital vai tratar de prevenção e enfrentamento de desaparecimento de pessoas
Programa Cidadania nas Escolas certifica 395 estudantes de escolas do Itapoã
Programa Cidadania nas Escolas certifica 395 estudantes de escolas do Itapoã
DF 1DF amplia malha cicloviária e chega a 687 quilômetros de pistas
DF amplia malha cicloviária e chega a 687 quilômetros de pistas
DF 4Intervenções no trânsito do fim de semana em Vicente Pires, Ceilândia e Guará
Intervenções no trânsito do fim de semana em Vicente Pires, Ceilândia e Guará
DF 3Reforma de pontes sobre o Córrego Guará começa neste sábado (25)
Reforma de pontes sobre o Córrego Guará começa neste sábado (25)
DF 2Atletas mirins dos centros olímpicos visitam octógono do Jungle Fight 126
Atletas mirins dos centros olímpicos visitam octógono do Jungle Fight 126
DF 1Agro do Quadrado: Produção de grãos no DF cresce com qualidade no DNA
Agro do Quadrado: Produção de grãos no DF cresce com qualidade no DNA
DF 4Escritura pública de concessão de uso é entregue ao clube da Adepol
Escritura pública de concessão de uso é entregue ao clube da Adepol
DF 3Programa Cartão Prato Cheio vai além da segurança alimentar e nutricional
Programa Cartão Prato Cheio vai além da segurança alimentar e nutricional
DF 2GDF monitora execução do Plano Plurianual 2024-2027
GDF monitora execução do Plano Plurianual 2024-2027
DF 1Rede pública de saúde do DF aumenta número de leitos pediátricos e de ambulâncias
Rede pública de saúde do DF aumenta número de leitos pediátricos e de ambulâncias
DF 4Últimos dias de inscrição para a primeira turma dos cursos de corte, costura e serigrafia
Últimos dias de inscrição para a primeira turma dos cursos de corte, costura e serigrafia

DF amplia malha cicloviária e chega a 687 quilômetros de pistas

‌Desde 2019, foram construídos 220,52 km; capital tem a segundo maior conjunto de vias para ciclistas no país. GDF trabalha para interligar trechos e aumentar a mobilidade da população A malha cicloviária do Distrito Federal tem aumentado nos últimos anos. Atualmente, ela tem uma extensão de 687,12 km, distribuída em

Leia mais...

Marinhas do Brasil e dos EUA realizam operação em apoio ao RS

Operação tem como objetivo transferir doações para as vítimas das enchentes no estado de maneira mais ágil A Marinha do Brasil (MB) conduz, na próxima segunda-feira (27/5), uma operação de apoio à população do Rio Grande do Sul em meio à situação de calamidade pública causada pelas enchentes. A ação

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.