27/02/2024

Lançado protocolo de combate à violência contra a mulher em eventos no DF

A Sejus tem o objetivo de firmar novas parcerias para entregar à capital do País a possibilidade de lazer com segurança e acolhimento em todos os ambientes de entretenimento | Foto: Sou Gomes/Sejus-DF

Iniciativa da Sejus, “No Nosso Quadrado Não é Não” começa atividade no Carnaval por meio de produtora parceira

A Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus-DF) deu mais um passo importante no combate à violência contra a mulher. O protocolo “No Nosso Quadrado Não é Não” está lançado e, a partir deste Carnaval, será utilizado em shows e eventos similares na capital do país. O objetivo da iniciativa é proteger frequentadoras de espaços de lazer e entretenimento que passem por situação de assédio e também possam sofrer risco de importunação sexual e demais formas de violências.

“Parcerias são sempre muito bem-vindas, pois trazem o reforço necessário para entregas à população. No caso da união entre a Sejus e a R2, as mulheres terão a segurança e o acolhimento necessários em grandes eventos de lazer e entretenimento”Marcela Passamani, secretária de Justiça e Cidadania

A ação é realizada por meio de parceria público-privada e foi iniciada no pré-carnaval nas festas promovidas pela produtora R2, do segmento de eventos, a partir de acordo de intenções assinado na primeira quinzena de janeiro deste ano. A empresa procurou a Sejus após tomar conhecimento do “No Nosso Quadrado Não é Não”, que tem como pressuposto somar forças para desenvolver ações de proteção e apoio às mulheres. O protocolo se tornou conhecido no meio artístico após, em 2023, a cantora Ivete Sangalo adotar a iniciativa em seus shows.

A secretária de Justiça e Cidadania do Distrito Federal, Marcela Passamani, explica que a parceria público-privada estabelecida entre a Sejus e a R2 permite a colaboração mútua entre os setores na promoção de resultados a partir de soluções no enfrentamento à violência contra a mulher. “Parcerias são sempre muito bem-vindas, pois trazem o reforço necessário para entregas à população. No caso da união entre a Sejus e a R2, as mulheres terão a segurança e o acolhimento necessários em grandes eventos de lazer e entretenimento.”

Tranquilidade

O protocolo integra diferentes pontos de atuação para proporcionar um espaço de segurança e vigilância constantes. Como ações estão o treinamento de funcionários e colaboradores dos locais dos eventos para atuação em situações de violência contra a mulher, todos eles identificados com a mensagem “Tô de olho”; utilização de códigos para denúncia de violência, entre outros.

Para a titular da Sejus, a iniciativa promove tranquilidade às mulheres que desejam se divertir sem riscos iminentes de qualquer tipo de violência contra elas. “É fundamental que as mulheres saiam de casa e voltem para seus lares sem terem passado por situações de constrangimentos e até mesmo violências. A partir do protocolo, o trabalho da Sejus é acompanhar de perto a movimentação dos locais de entretenimento para que todas se sintam protegidas, e, se necessário, atuar no acolhimento”, ressalta Passamani.

Mais sobre o protocolo

O protocolo “No Nosso Quadrado Não é Não” busca desenvolver ações de proteção à mulher não só em eventos culturais como shows e festas, mas em ambientes como hotéis, pousadas, igrejas, shopping centers, bares, restaurantes, entre outros, sejam estes locais públicos ou privados.

As ações envolvem criação de cronogramas a serem adotados pelos funcionários e colaboradores dos locais, para que eles possam evitar e combater situações de violência contra a mulher; afixação de contatos e informações sobre atendimentos psicossociais e jurídicos fornecidos por órgãos públicos às mulheres; e realização de pesquisas para colher indicadores sobre o tema.

A Sejus tem o objetivo de firmar novas parcerias para entregar à capital do País a possibilidade de lazer com segurança e acolhimento em todos os ambientes de entretenimento.

Legislação

O “No Nosso Quadrado Não é Não” foi criado com base na Lei nº 14.786/2023, conhecido como protocolo Não é Não, e na Lei Distrital nº 7.241/2023, que estabelece o Por Todas Elas no Distrito Federal. A legislação prevê o atendimento de mulheres vítimas de violência em eventos e o encaminhamento dos casos registrados no local para as instâncias responsáveis.

Tribuna Livre, com informações da Sejus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Hospital da Cidade do Sol amplia leitos em menos de 24 horas
Hospital da Cidade do Sol amplia leitos em menos de 24 horas
Combate à dengue é tema de quatro cursos online para servidores
Combate à dengue é tema de quatro cursos online para servidores
DF ultrapassa um milhão de cadastros atualizados no SUS
DF ultrapassa um milhão de cadastros atualizados no SUS
Compras do Programa de Aquisição de Alimentos beneficiam 968 agricultores
Compras do Programa de Aquisição de Alimentos beneficiam 968 agricultores
Caesb disponibiliza serviço gratuito de autoleitura de hidrômetros
Caesb disponibiliza serviço gratuito de autoleitura de hidrômetros
No Varjão, sábado foi marcado pelo Dia D de combate à dengue e por uma série de serviços oferecidos à população
No Varjão, sábado foi marcado pelo Dia D de combate à dengue e por uma série de serviços oferecidos à população.
O Programa de Arborização planeja o plantio de 100 mil mudas nativas no Distrito Federal em 2024
O Programa de Arborização planeja o plantio de 100 mil mudas nativas no Distrito Federal em 2024.
As reuniões dos Conselhos de Segurança Comunitários foram retomadas
As reuniões dos Conselhos de Segurança Comunitários foram retomadas.
Descubra as diferentes variantes do vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti
Descubra as diferentes variantes do vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti.
Vicente Pires está passando por melhorias em suas vias, com serviços de drenagem e manutenção asfáltica em andamento
Vicente Pires está passando por melhorias em suas vias, com serviços de drenagem e manutenção asfáltica em andamento
Sábado de vacinação para público de todas as idades
Sábado de vacinação para público de todas as idades
Tendas de hidratação contam com apoio do programa Jovem Candango
Tendas de hidratação contam com apoio do programa Jovem Candango

Combate à dengue é tema de quatro cursos online para servidores

Formações são indicadas para profissionais da educação e da saúde. As aulas são gratuitas e online, podendo ser assistidas a qualquer momento pelos participantes A Escola Superior de Ciências da Saúde (Escs) oferece quatro cursos relacionados ao combate à dengue para servidores da saúde e da educação. As capacitações são

Leia mais...

DF ultrapassa um milhão de cadastros atualizados no SUS

Mais de 97% das atualizações do Recadastra SUS foram feitas presencialmente; com dados dos usuários mais confiáveis, a rede pública consegue otimizar a fila de espera por exames e consultas Sete meses após lançar a campanha Recadastra SUS, o Distrito Federal chegou a 1.054.928 cadastros atualizados no Sistema Único de

Leia mais...

Caesb disponibiliza serviço gratuito de autoleitura de hidrômetros

Todos os clientes da companhia podem aderir à iniciativa, especialmente aqueles que não conseguem receber leiturista em casa durante o dia Pensando no conforto e bem-estar dos brasilienses, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) disponibiliza o serviço de autoleitura, no qual o próprio usuário fornece a leitura

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.