24/04/2024

Lidar com a segurança pública emerge como o principal desafio para Lewandowski no Ministério da Justiça.

O presidente Lula disse que Ricardo Lewandowski tomará posse em 1º de fevereiro e que Flávio Dino fica no Ministério da Justiça até lá - (crédito: Ed Alves/CB/DA.Press)

Apresentado como o novo ministro da Justiça, o juiz aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF) tem entre suas principais responsabilidades combater as facções e reduzir os índices de crimes violentos.

Nesta quinta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva oficializou a indicação de Ricardo Lewandowski, de 75 anos, para suceder Flávio Dino como chefe do Ministério da Justiça e Segurança Pública. O magistrado aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF) assume um desafio complexo, tanto no âmbito das políticas públicas quanto em termos eleitorais. O foco da atuação de Lewandowski estará na área crítica da segurança pública, que impacta significativamente a vida da população e é um ponto de atenção quando os cidadãos avaliam o desempenho do governo.

Dentre os principais desafios que aguardam Lewandowski, destacam-se a necessidade de apresentar resultados efetivos no combate ao crime organizado e de promover uma “costura institucional” que aprimore o diálogo entre os diversos atores nos sistemas de Justiça e Segurança Pública.

Durante sua presidência no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Lewandowski demonstrou habilidade ao implementar mudanças significativas, como o estabelecimento das audiências de custódia a partir de 2015.

A escolha de Lewandowski pelo presidente Lula é vista como uma aposta em um perfil semelhante ao do renomado jurista Márcio Thomaz Bastos. O objetivo é substituir Flávio Dino, que assumirá uma cadeira no STF, com alguém experiente e capaz de impulsionar avanços institucionais, em linha com a gestão de Thomaz Bastos durante o primeiro mandato de Lula.

Reduzir os índices de violência no país é uma das missões primordiais de Lewandowski. Destacam-se problemas mais acentuados em dois estados, impactando diretamente as avaliações sobre o governo. No Rio de Janeiro, as milícias expandem sua influência, inclusive infiltrando-se no governo local, enquanto na Bahia, o crime organizado desafia o poder estatal, com altas taxas de letalidade policial.

Pesquisas indicam que a insegurança é uma preocupação para a maioria dos brasileiros, e dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública revelam números alarmantes de homicídios na Bahia. A expectativa é que Lewandowski, conhecido por seu trabalho nos bastidores e na costura institucional, seja capaz de enfrentar esse desafio complexo, embora algumas críticas à sua inexperiência na área de segurança pública tenham surgido.

Alguns observadores destacam que a eficácia do novo ministro dependerá da qualidade da equipe que ele formar, ressaltando a importância de contar com especialistas em segurança para auxiliá-lo na implementação de políticas nacionais bem-sucedidas.

Tribuna Livre, com informações da Agência Estado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Lula sobre possível derrubada de veto lei das saidinhas: ‘vou ter que acatar’
Lula sobre possível derrubada de veto lei das saidinhas: ‘vou ter que acatar’
Haddad diz que sistema invadido está preservado e nega ataque hacker
Haddad diz que sistema invadido está preservado e nega ataque hacker
Lira pretende criar grupo de trabalho para limitar ações do STF
Lira pretende criar grupo de trabalho para limitar ações do STF.
Comissão dos EUA diz que Moraes “censura” oposição ao governo Lula
Comissão dos EUA diz que Moraes “censura” oposição ao governo Lula.
Senado aprova em primeiro turno PEC que criminaliza porte e posse de drogas
Senado aprova em primeiro turno PEC que criminaliza porte e posse de drogas
Em reação ao governo, Lira avalia abrir CPIs e pautar PL anti-MST
Em reação ao governo, Lira avalia abrir CPIs e pautar PL anti-MST
Governo bate cabeça para fechar acordo sobre veto de Lula a emendas
Governo bate cabeça para fechar acordo sobre veto de Lula a emendas.
Rodrigo Pacheco, seus acertos, omissões e intromissões
Rodrigo Pacheco, seus acertos, omissões e intromissões.
Divergências na relação com o Planalto: Lira e Pacheco seguem caminhos distintos na disputa pela sucessão no Senado e na Câmara
Divergências na relação com o Planalto: Lira e Pacheco seguem caminhos distintos na disputa pela sucessão no Senado e na Câmara
Câmara deve revogar futuras prisões de deputados expedidas pelo STF
Câmara deve revogar futuras prisões de deputados expedidas pelo STF.
"Nós vamos chegar lá", diz Beto Simonetti ao ouvir "fora, Xandão"
"Nós vamos chegar lá", diz Beto Simonetti ao ouvir "fora, Xandão"
"Incompetente": Lira ataca Padilha e abre nova crise com governo
"Incompetente": Lira ataca Padilha e abre nova crise com governo

Israel e Hamas, 200 dias de guerra sem sinais de trégua

Nas últimas 24 horas, os bombardeios israelenses mataram 32 palestinos, segundo o Ministério da Saúde da Faixa de Gaza A guerra entre Israel e Hamas em Gaza completou 200 dias nesta terça-feira (23), sem sinais de que uma trégua estaria próxima, nem de que o movimento islamista estaria disposto a

Leia mais...

Atividade de extensão debaterá saúde mental e políticas públicas

Iniciativa da Universidade do Distrito Federal é aberta para a comunidade acadêmica, bem como para o público externo; inscrições podem ser feitas até o dia 7 de maio “Diálogos sobre saúde mental, políticas públicas e universidade” é o tema da extensão universitária proposta pela docente Kíssila Mendes, da Universidade do

Leia mais...

Equatorial alerta para nova onda de calor em Goiás

Massa de ar quente eleva temperaturas acima da média e deve provocar aumento no consumo de energia nos próximos dias. Goiânia, 23 de abril de 2024 – Os termômetros devem registrar altas temperaturas nesta semana em todo estado. Uma massa de ar quente e seco está influenciando no aumento das

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.