19/05/2024

Lula diz que divergências não valem nada em tempos de tragédia

Lula discursa durante evento de ordem de serviço para levar água ao Sertão alagoano - (crédito: Reprodução / TV Gov)

“De vez em quando ouço falar: ‘O Lira tá nervoso’. Eu mando o Rui Costa conversar com ele. Dois nervosos se entendem. Quando tem algum problema no Senado, eu falo com os senadores, com o Pacheco, e não tem problema. É assim que a gente governa o país”, disse o presidente

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmoum nesta quinta-feira (9/5)m que “divergências não valem nada” em tempos de tragédia, citando as enchentes no Rio Grande do Sul que já resultaram em mais de 100 mortes e deixaram milhares de desabrigados. O petista reforçou ainda que o governo federal não poupará esforços para auxiliar o estado.

“Estava há dois dias no Rio Grande do Sul chorando o maior desastre climático que temos conhecimento no Brasil e estava há dois clamando para que Deus parasse de derramar água no RS porque quase 400 cidades inundadas, centenas de mortos, desaparecidos. Fui para lá com Lira, Pacheco, presidente do STF, TCU, para mostrar que as nossas divergências não valem nada na época que a gente tem que cuidar do povo desse país e tem que demonstrar solidariedade”, disse Lula.

“Eu que chorava no RS para parar de chover, comecei a rir quando cheguei e vi a chuva caindo no sertão de Alagoas. É uma coisa extraordinária o tamanho desse país e as sensações de emoções que a gente sente. Então estou triste com a chuva no RS e alegre com a chuva aqui no sertão. Não é sempre que a gente vê uma árvore verde, animais comendo, pessoas produzindo, colhendo e comendo e vendendo.”

Lula destacou a força do Nordeste para ajudar na recuperação do Rio Grande do Sul, se disse grato pela quantidade de pessoas que tem se voluntariado e, sem citar o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), disse que construirá um Brasil  “fraterno e solidário, sem ódio e sem mentira” até o fim do mandato.

“O RS sabe o que o Nordeste pode fazer por ele. Sou muito grato de ver a quantidade de voluntários que estão se apresentando para trabalhar, feliz em ver governadores mandando gente para lá, estudantes indo para lá, mulheres e homens indo para lá para ajudar em alguma coisa. É esse país fraterno e solidário, sem ódio e sem mentira que nós vamos construir até o fim do meu mandato em 2026”, acrescentou.

Lula reiterou ser “grato” ao que o Senado e a Câmara têm feito pelo governo. 

“De vez em quando ouço falar: ‘O Lira tá nervoso’. Eu mando o Rui Costa conversar com ele. Dois nervosos se entendem. Quando tem algum problema no Senado, eu falo com os senadores, com o Pacheco, e não tem problema. É assim que a gente governa o país. Quem é eleito presidente não tem que ficar escolhendo inimigo, não tem que destratar governador, prefeito, opositor ou partido contrário. O presidente tem que ser exemplo de decência, dignidade e de comportamento civilizado nesse país. É assim que vamos consertar o Brasil, é assim que vai parar de ser considerado um país pobre”, concluiu.

Tribuna Livre, com informações da Secom/PR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Ministério Público pede multa a Lula por pedir votos para Boulos
Ministério Público pede multa a Lula por pedir votos para Boulos
Senado pede ao STF suspensão de liminar para resolver desoneração
Senado pede ao STF suspensão de liminar para resolver desoneração
Julgamento de Moro no TSE é suspenso e retorna na próxima terça
Julgamento de Moro no TSE é suspenso e retorna na próxima terça
Bolsonaro terá alta na sexta e virá para Brasília, após dez dias internado
Bolsonaro terá alta na sexta e virá para Brasília, após dez dias internado
Justiça de SP aceita denúncia e Boulos vira réu por chamar Weintraub de "imbecil
Justiça de SP aceita denúncia e Boulos vira réu por chamar Weintraub de "imbecil"
Lula lamenta morte de médico em abrigo no Rio Grande do Sul
Lula lamenta morte de médico em abrigo no Rio Grande do Sul
"Um passo muito importante", diz Leite sobre suspensão da dívida do RS
"Um passo muito importante", diz Leite sobre suspensão da dívida do RS
Arthur Lira processa Felipe Neto por ter sido chamado de 'excrementíssimo'
Arthur Lira processa Felipe Neto por ter sido chamado de 'excrementíssimo'
Tragédia no RS não impede avanço de "pacote da destruição" no Congresso
Tragédia no RS não impede avanço de "pacote da destruição" no Congresso
Governo ganha fôlego em meio à desarticulação com Congresso
Governo ganha fôlego em meio à desarticulação com Congresso
Vou fazer o que com R$ 300 mil, diz prefeito de Farroupilha a Pimenta
Vou fazer o que com R$ 300 mil, diz prefeito de Farroupilha a Pimenta.
Após longo debate, sai consenso sobre desoneração da folha de pagamentos
Após longo debate, sai consenso sobre desoneração da folha de pagamentos

Milhares de fieis prestigiam Festa do Divino, em Planaltina

Segunda maior celebração religiosa da região recebeu mais de R$ 1,2 milhão de investimento do GDF; festejos continuam neste domingo (19) Símbolo da fé brasiliense, a Festa do Divino Espírito Santo, em Planaltina, reuniu milhares de devotos neste sábado (18). O festejo começou logo cedo com a tradicional cavalgada –

Leia mais...

Escola Técnica de Santa Maria forma 169 alunos da primeira turma.

A deputada distrital Jaqueline Silva, emocionada, manifestou grande satisfação por mais essa conquista para a cidade. A deputada Jaqueline Silva declarou com emoção: “Não há palavras para expressar a minha satisfação em ver essa grande conquista beneficiando tantas pessoas.” Ela se referia à formatura de 169 alunos das primeiras turmas

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.