16/06/2024

O GDF alocou mais de 3,8 mil slots para cirurgias na rede de serviços complementares.

O credenciamento foi dividido em três áreas: tratamento cirúrgico de varizes, coloproctologia e otorrinolaringologia | Foto: Tony Winston/Agência Saúde-DF

A ação da Secretaria de Saúde, pela primeira vez, atingiu as diretrizes da nova Lei de Licitação 14.133/2021, garantindo um maior equilíbrio na concorrência. Esses procedimentos abrangem três especialidades médicas.

Com maior transparência, em conformidade com a Nova Lei de Licitações e Contratos, a Secretaria de Saúde (SES-DF) distribuiu equitativamente 3.861 procedimentos cirúrgicos em hospitais da rede complementar. Os detalhes contratuais foram divulgados no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) de terça-feira (3).

O processo de credenciamento acompanhou os editais anteriormente publicados no DODF e foi dividido em três áreas: tratamento cirúrgico de varizes, coloproctologia e otorrinolaringologia.

Para o tratamento de varizes (Edital 07/2023), foram atribuídas 2.129 vagas distribuídas entre sete hospitais: São Mateus (300), Santa Marta – Grupo Santa (30), Clínicas e Pronto-Socorro de Fraturas de Ceilândia (360), Home (360), AYFA Hospital Dia (360), Daher (360) e Hospital Jardim Botânico (359).

No Edital 10/2023, 207 vagas para cirurgias de coloproctologia foram divididas entre o Hospital Jardim Botânico (104 vagas) e o Hospital das Clínicas de Ceilândia (103 vagas).

Quanto aos 1.525 procedimentos na área de otorrinolaringologia (Edital 11/2023), foram distribuídos da seguinte forma: 845 para o Hospital das Clínicas de Ceilândia e 680 para o Daher. Essas cirurgias incluem adenoidectomia (remoção das glândulas adenoides), amigdalectomia (remoção das amígdalas), adenoamigdalectomia (remoção das amígdalas e adenoides) e septoplastia reparadora não estética.

A secretária de Saúde, Lucilene Florêncio, afirma: “Continuamos a fazer todos os esforços para atender à população de forma mais eficaz, com o suporte da rede complementar, previsto no Sistema Único de Saúde (SUS).”

Após a homologação, a assinatura dos contratos será celebrada. Além desses editais, há previsão de outras 2.034 vagas cirúrgicas, totalizando mais de 7 mil procedimentos ao longo de 2023 e 2024.

Mais Equidade

O subsecretário de compras da SES-DF, Victor Ribeiro da Costa, destaca que esta é a primeira vez que a secretaria utiliza metodologia essa nessa modalidade, de acordo com a Nova Lei de Licitação (Lei 14.133/2021), garantindo ainda mais equidade e transparência na relação com os participantes.

“Na antiga Lei de Licitação, essa parte do credenciamento era mais subjetiva. A nova lei agora estabelece claramente as diretrizes, sempre enfatizando a equidade dos participantes e privilegiando as instituições filantrópicas, como exige a lei”, explica. “Essa atividade complementar de saúde visa aliviar a sobrecarga do sistema. Hoje, conseguimos estruturar rapidamente processos para atender às demandas que a rede existente não consegue acomodar, tudo isso com a participação da sociedade e transparência”, acrescenta.

Com maior transparência, em conformidade com a Nova Lei de Licitações e Contratos, a Secretaria de Saúde (SES-DF) distribuiu equitativamente 3.861 procedimentos cirúrgicos em hospitais da rede complementar. Os detalhes contratuais foram divulgados no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) de terça-feira (3).

O processo de credenciamento acompanhou os editais anteriormente publicados no DODF e foi dividido em três áreas: tratamento cirúrgico de varizes, coloproctologia e otorrinolaringologia.

Para o tratamento de varizes (Edital 07/2023), foram atribuídas 2.129 vagas distribuídas entre sete hospitais: São Mateus (300), Santa Marta – Grupo Santa (30), Clínicas e Pronto-Socorro de Fraturas de Ceilândia (360), Home (360), AYFA Hospital Dia (360), Daher (360) e Hospital Jardim Botânico (359).

No Edital 10/2023, 207 vagas para cirurgias de coloproctologia foram divididas entre o Hospital Jardim Botânico (104 vagas) e o Hospital das Clínicas de Ceilândia (103 vagas).

Quanto aos 1.525 procedimentos na área de otorrinolaringologia (Edital 11/2023), foram distribuídos da seguinte forma: 845 para o Hospital das Clínicas de Ceilândia e 680 para o Daher. Essas cirurgias incluem adenoidectomia (remoção das glândulas adenoides), amigdalectomia (remoção das amígdalas), adenoamigdalectomia (remoção das amígdalas e adenoides) e septoplastia reparadora não estética.

A secretária de Saúde, Lucilene Florêncio, afirma: “Continuamos a fazer todos os esforços para atender à população de forma mais eficaz, com o suporte da rede complementar, previsto no Sistema Único de Saúde (SUS).”

Após a homologação, a assinatura dos contratos será celebrada. Além desses editais, há previsão de outras 2.034 vagas cirúrgicas, totalizando mais de 7 mil procedimentos ao longo de 2023 e 2024.

Mais Equidade

O subsecretário de compras da SES-DF, Victor Ribeiro da Costa, destaca que esta é a primeira vez que a secretaria utiliza metodologia essa nessa modalidade, de acordo com a Nova Lei de Licitação (Lei 14.133/2021), garantindo ainda mais equidade e transparência na relação com os participantes.

“Na antiga Lei de Licitação, essa parte do credenciamento era mais subjetiva. A nova lei agora estabelece claramente as diretrizes, sempre enfatizando a equidade dos participantes e privilegiando as instituições filantrópicas, como exige a lei”, explica. “Essa atividade complementar de saúde visa aliviar a sobrecarga do sistema. Hoje, conseguimos estruturar rapidamente processos para atender às demandas que a rede existente não consegue acomodar, tudo isso com a participação da sociedade e transparência”, acrescenta.

Tribuna Livre, com informações da SES/DF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Em maior nomeação da história, Educação ganha o reforço de 3,4 mil servidores
Em maior nomeação da história, Educação ganha o reforço de 3,4 mil servidores
Divulgado processo seletivo para auxiliar que quiser atuar como técnico em saúde bucal
Divulgado processo seletivo para auxiliar que quiser atuar como técnico em saúde bucal 
Programa Cartão Material Escolar encerra 2024 com recorde de estudantes beneficiados
Programa Cartão Material Escolar encerra 2024 com recorde de estudantes beneficiados
GDF inicia execução de fundação do viaduto entre a Epig e o Parque da Cidade
GDF inicia execução de fundação do viaduto entre a Epig e o Parque da Cidade
Plano Piloto terá reforma em ponte no km 21,2
Epia sentido Gama/Plano Piloto terá reforma em ponte no km 21,2
Parque Educador leva educação ambiental para mais de 4 mil alunos da rede pública
Parque Educador leva educação ambiental para mais de 4 mil alunos da rede pública 
Estudantes visitam usina fotovoltaica no Parque Ecológico de Águas Claras
Estudantes visitam usina fotovoltaica no Parque Ecológico de Águas Claras
Parque da Cidade recebe campanha de doação de sangue nesta sexta (14)
Parque da Cidade recebe campanha de doação de sangue nesta sexta (14)
Novas contratações vão reduzir tempo de espera para hemodiálise
Novas contratações vão reduzir tempo de espera para hemodiálise
Campanha do Agasalho Solidário supera expectativa e arrecada mais de 8 mil itens
Campanha do Agasalho Solidário supera expectativa e arrecada mais de 8 mil itens
DF é a primeira unidade federativa a doar leite materno ao Rio Grande do Sul
DF é a primeira unidade federativa a doar leite materno ao Rio Grande do Sul
Mais de 30 tampas de concreto são instaladas em bocas de lobo no Plano Piloto
Mais de 30 tampas de concreto são instaladas em bocas de lobo no Plano Piloto

Justiça expede mandado de prisão contra Maurício Sampaio

Defesa prepara um novo habeas corpus O Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) expediu na tarde desta sexta-feira (14), os mandados de prisão de Maurício Sampaio e policial militar reformado Ademá Figueiredo, condenados pelo assassinato do radialista Valério Luiz de Oliveira em 2012. O despacho foi assinado pelo juiz Lourival

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.