20/06/2024

O Ministério Público está conduzindo uma investigação para determinar se houve auxílio para ocultar o prefeito de Iporá.

Prefeito de Iporá (Foto: Reprodução)

Naçoitan Leite se entregou à polícia na manhã de quinta-feira, encerrando um período de cinco dias como fugitivo. Ele é suspeito de disparar tiros contra sua ex-mulher.

O Ministério Público está conduzindo uma investigação para apurar a possibilidade de assistência na fuga do prefeito de Iporá, Naçoitan Leite (sem partido), que permaneceu foragido por cinco dias. Ele é suspeito de invadir a residência de sua ex-mulher e disparar cerca de 15 tiros contra a porta do quarto onde ela se encontrava.

A investigação também visa esclarecer se houve alguma negociação entre a Secretaria de Segurança Pública e a defesa do prefeito, e qual teria sido o propósito dessa negociação. O Ministério Público expressou perplexidade quanto ao procedimento, considerando que havia um mandado de prisão em vigor que deveria ser cumprido.

Em resposta, a Secretaria de Segurança Pública de Goiás afirmou que acompanha o caso por meio da Polícia Civil de Goiás, estando à disposição do Ministério Público e reiterando seu respeito pela parceria de trabalho com órgãos como o Ministério Público de Goiás e o Tribunal de Justiça de Goiás.

Naçoitan Leite se entregou à Polícia Civil na manhã de quinta-feira (23), acompanhado por seu advogado de defesa, Thalles Jayme. O prefeito está isolado dos demais presos devido às prerrogativas legais concedidas ao ocupante do cargo de chefe do poder Executivo Municipal, cumprindo 22 horas diárias em cela e tendo direito a 2 horas de banho de sol por dia, além de receber quatro refeições diárias.

O crime em questão envolveu a invasão da casa da ex-mulher pelo prefeito, ocorrida no último sábado (18), utilizando uma caminhonete contra o portão da residência. Naçoitan Leite invadiu o local, dirigiu-se ao quarto e efetuou disparos contra o casal. Apesar dos múltiplos tiros, as vítimas não sofreram ferimentos. Após o ocorrido, o delegado responsável pelo caso solicitou a prisão preventiva, que foi acatada pela Justiça.

Tribuna Livre, com informações do MPGO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Equatorial Goiás alerta importância do registro de falta de energia
Equatorial Goiás alerta importância do registro de falta de energia
Governo prepara estratégia para proteger Araguaia da pesca ilegal e do lixo
Governo prepara estratégia para proteger Araguaia da pesca ilegal e do lixo
Preço de produtos típicos de festa junina varia até 213% entre lojas de Goiânia
Preço de produtos típicos de festa junina varia até 213% entre lojas de Goiânia
PF deflagra nova fase de operação contra ‘rota caipira’ do tráfico, que passa por Goiás
PF deflagra nova fase de operação contra ‘rota caipira’ do tráfico, que passa por Goiás
Homem pega carro após briga familiar, fura dois bloqueios da PRF em Goiás e é preso
Homem pega carro após briga familiar, fura dois bloqueios da PRF em Goiás e é preso
Caiado inaugura Hospital de Águas Lindas de Goiás e população já recebe atendimento
Caiado inaugura Hospital de Águas Lindas de Goiás e população já recebe atendimento
Carimbos encontrados com homem preso em Goiânia eram de psiquiatras e neurologistas
Carimbos encontrados com homem preso em Goiânia eram de psiquiatras e neurologistas
TJ-GO anula processo contra médico condenado por racismo após publicar vídeo de homem negro acorrentado
TJ-GO anula processo contra médico condenado por racismo após publicar vídeo de homem negro acorrentado
Justiça expede mandado de prisão contra Maurício Sampaio
Justiça expede mandado de prisão contra Maurício Sampaio
Falso sequestro no setor Jaó: polícia prende um dos envolvidos
Falso sequestro no setor Jaó: polícia prende um dos envolvidos
Grupo Equatorial Energia prorroga campanha em parceria com a CUFA para arrecadar R$ 1 milhão para o RS
Grupo Equatorial Energia prorroga campanha em parceria com a CUFA para arrecadar R$ 1 milhão para o RS
Após 29 anos de espera começa a construção de hospital em Novo Gama
Após 29 anos de espera começa a construção de hospital em Novo Gama

Leilão de arroz: presidente da Comissão de Agricultura fala em fraude

Ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, prestou esclarecimentos à Comissão na Câmara sobre leilão para compra de arroz feito pelo governo O presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, deputado Evair Vieira de Melo (PP-ES), chamou o leilão de arroz realizado pelo governo federal de “esquema fraudulento”. O

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.