21/06/2024

Programa Prospera movimenta mais de R$ 1,4 milhão em microcrédito para empresas

As linhas de apoio financeiro tiveram uma procura alta entre os adultos | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

Em 2024, já foram 56 contratos para linhas de apoio que impulsionam negócios e criam novos empregos no Distrito Federal

Ao longo dos três primeiros meses de 2024, o Governo do Distrito Federal (GDF) liberou mais de R$ 1,4 milhão em crédito para micro e pequenos empreendedores por meio do programa de crédito Prospera. Nesse período, foram aprovados 55 contratos urbanos e um rural.

Entre as áreas mais atendidas desde janeiro estão agricultura, artesanato, comércio, indústria, pecuária e serviços. As linhas de apoio financeiro tiveram uma procura alta entre os adultos, segundo balanço da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedet-DF).

De acordo com o secretário da pasta, Thales Mendes, o Prospera oferece um diferencial que vai além da linha de crédito e engloba também o assessoramento, um auxílio financeiro orientado por agentes de crédito e acompanhado por especialistas. “O objetivo do programa é ajudar as pessoas que buscam empreender e que necessitam de crédito barato e flexibilização de prazos, além de apoiar os sonhos dos pequenos empreendedores, acompanhando-os passo a passo e ensinando-os a manter os pés no chão”, declarou.

Um diferencial comprovado pela microempresária Juliana Rabelo, 39, que é fotógrafa há oito anos e foi beneficiada com crédito do programa. Com os recursos, ela conseguiu montar seu próprio estúdio de fotografia.

Especialista em ensaios com recém-nascidos, Juliana começou no ramo fotografando a filha caçula, em 2014. Logo, amigos se interessaram e ela começou a formar uma rede de clientes. No começo, ela ia de casa em casa, carregando seu miniestúdio.

Contudo, o cansaço e uma má gestão financeira obrigaram a fotografa a dar uma pausa em seu sonho, que se renovou em 2022 com o Prospera. O programa forneceu crédito para que Juliana pudesse investir em um novo equipamento de trabalho, visto que a câmera que ela utilizava antes havia quebrado. Com novos financiamentos e rendimentos à vista, a fotógrafa pode alavancar a carreira e conseguir se estabilizar cada vez mais no mercado.

“Fui super bem-atendida e acolhida, me passaram todas as informações, o valor que eu iria conseguir e foi coisa rápida conseguir o crédito. Eles dão muitos conselhos para a gente, coisas que o empreendedor precisa ouvir, que às vezes ninguém nunca falou. Abriu muito a minha mente”, detalhou Juliana. A fotógrafa também destacou a ajuda do Sebrae, que forneceu uma consultoria gratuita de gestão financeira da empresa.

“Me ajudou a reconstruir, porque eu tinha acabado de abrir o MEI, então em nenhum lugar eu consegui o financiamento, foi um grande diferencial. Sem esse crédito, eu não estaria aqui hoje. Todas essas coisas contribuíram para a minha empresa e graças ao Prospera hoje sou uma micro empreendedora de sucesso”, acrescentou.

Economia que gira

Juliana já ganhou prêmios de Fotografia Newborn e, no último ano, a retratista chegou a fazer 285 ensaios de gestantes e recém-nascidos. Atualmente, mais sete pessoas trabalham na empresa de fotografia junto a ela.

“É uma economia que gira, não fica só comigo. São famílias que vivem com o dinheiro aqui do estúdio e nossa renda vem toda daqui. É como pago as contas, a escola dos meus filhos, os gastos com energia, as compras. Então, é uma economia que gira e gira muito”, ressaltou.

O público-alvo do programa são micro e pequenos empreendedores dos setores formal e informal da economia, como feirantes, artesãos, trabalhadores autônomos, microempreendedores individuais (MEI), cooperativas de trabalho e produção.

No caso de produtores rurais, o interessado deve procurar o escritório regional da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) em que está localizada sua propriedade para ter acesso a informações detalhadas sobre as condições do empréstimo.

Entre os pré-requisitos para participar do programa estão ter mais de 18 anos, possuir um empreendimento no Distrito Federal, não ter restrições no Serasa e Fazenda Pública do Distrito Federal.

Também é necessário apresentar garantias, que pode ser formar grupo solidário de no mínimo 3 e máximo 5 integrantes ou, caso a opção seja por crédito individual, o tomador deve providenciar avalista com renda de no mínimo três vezes o valor da prestação do empréstimo.

Tribuna Livre, com informações do Governo do Distrito Federal (GDF)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Brasília é a segunda capital mais segura do país, aponta Atlas da Violência 2024
Brasília é a segunda capital mais segura do país, aponta Atlas da Violência 2024
Núcleo da Unidade de Internação de Santa Maria disputa prêmio de Melhor Escola do Mundo
Núcleo da Unidade de Internação de Santa Maria disputa prêmio de Melhor Escola do Mundo
UPAs atenderam quase meio milhão de pessoas nos cinco primeiros meses de 2024
UPAs atenderam quase meio milhão de pessoas nos cinco primeiros meses de 2024
Abrigo no Plano Piloto protege 80 pessoas em situação de rua do frio
Abrigo no Plano Piloto protege 80 pessoas em situação de rua do frio
QualificaDF Móvel abre inscrições para capacitação profissional em 4 cidades
QualificaDF Móvel abre inscrições para capacitação profissional em 4 cidades
Inscrições para quase 6 mil vagas em cursos técnicos abrem nesta quinta-feira (20)
Inscrições para quase 6 mil vagas em cursos técnicos abrem nesta quinta-feira (20)
Caesb investe R$ 3,7 milhões em energia limpa e reduz custos operacionais
Caesb investe R$ 3,7 milhões em energia limpa e reduz custos operacionais
Mais de 150 produtores rurais apresentam cartões de vacina de rebanhos contra raiva
Mais de 150 produtores rurais apresentam cartões de vacina de rebanhos contra raiva
GDF destina R$ 110 milhões para famílias darem de entrada na casa própria
GDF destina R$ 110 milhões para famílias darem de entrada na casa própria
Portaria conjunta institui programa e aplicativo de proteção aos conselheiros tutelares do DF
Portaria conjunta institui programa e aplicativo de proteção aos conselheiros tutelares do DF
Fiscalização contra estacionamento irregular no DF é intensificada
Fiscalização contra estacionamento irregular no DF é intensificada
Regulamentados os serviços de capelania nas unidades de saúde
Regulamentados os serviços de capelania nas unidades de saúde

Leilão de arroz: presidente da Comissão de Agricultura fala em fraude

Ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, prestou esclarecimentos à Comissão na Câmara sobre leilão para compra de arroz feito pelo governo O presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, deputado Evair Vieira de Melo (PP-ES), chamou o leilão de arroz realizado pelo governo federal de “esquema fraudulento”. O

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.