17/04/2024

Promotor de Goiás chama advogada de “feia” e provoca revolta e anulação de júri em Alto Paraíso

O caso aconteceu na última sexta-feira (22), durante um julgamento no Plenário do Tribunal do Júri em Alto Paraíso de Goiás.

Advogada pediu pela prisão de Douglas Roberto Ribeiro

Um promotor de Justiça do Ministério Público de Goiás (MPGO) causou não somente revolta mas também provocou a anulação de um júri após chamar uma advogada de “feia”. O caso aconteceu na última sexta-feira (22), durante um julgamento no Plenário do Tribunal do Júri em Alto Paraíso de Goiás.

“Não quero beijo da senhora. Se eu quisesse beijar alguém aqui, eu gostaria de beijar essas moças bonitas, e não a senhora, que é feia”, disse Douglas Roberto Ribeiro de Magalhães Chegury para advogada criminalista Marília Gabriela Gil Brambilla.

Mesmo com o protestos das pessoas que estavam no local, o promotor voltou a ofender a advogada. “Mas é óbvio. Só porque eu reconheci aqui que esteticamente… Eu menti? Tecnicamente ela não é uma mulher bonita”.

Marília pediu pela prisão do promotor. Por deliberação do juiz presidente do júri, Felipe Junqueira d’Ávila Ribeiro, a sessão foi anulada após uma das juradas se retirar do plenário.

“Conforme acima relatado, durante a presente sessão plenária, após discussão entre membro do Ministério Público e uma das advogadas de defesa ao longo dos debates, uma jurada se levantou e se retirou do plenário, afirmando que não queria mais participar”, diz a ata de julgamento do júri.

Procurado, o MP-GO disse que “os fatos serão apurados pelos órgãos disciplinares competentes”.

Repúdio

Após o caso, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-GO), repudiou as declarações misóginas do promotor. “Esta conduta viola a ética profissional e é inaceitável. Demonstramos solidariedade à advogada afetada e reafirmamos nosso compromisso com a defesa da dignidade e dos direitos de toda a advocacia, neste caso, especialmente da mulher advogada”, publicou a OAB.

“A OAB-GO irá agir de modo a assegurar uma investigação criminal e administrativa adequada em relação ao ocorrido e a fomentar um ambiente jurídico de respeito e igualdade”, continuou a ordem dos advogados.

A Seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF) também divulgou uma nota de repúdio.

“Não há como tolerar esse comportamento. É clara a ofensa à advogada e a violação de prerrogativas. Não aceitaremos qualquer tipo de violência contra a advocacia e, especialmente, contra a mulher advogada, como neste caso. A nossa diretoria e equipes de prerrogativas já estão à disposição da doutora Marília para apoiá-la nas medidas cabíveis em âmbito administrativo e criminal”, afirmou o presidente da OAB-DF, Délio Lins e Silva Jr.

Tribuna Livre, com informações da OAB-GO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Professores de pelo menos 18 universidades federais no Brasil entram em greve; UFG continua a funcionar
Professores de pelo menos 18 universidades federais no Brasil entram em greve; UFG continua a funcionar
PRF acredita que menino de 4 anos resgatado na BR-153 tinha acabado de fugir de casa
PRF acredita que menino de 4 anos resgatado na BR-153 tinha acabado de fugir de casa
Rodrigo Pacheco, seus acertos, omissões e intromissões
Rodrigo Pacheco, seus acertos, omissões e intromissões.
Tio da dupla Matheus e Kauan morre em acidente na GO-156; sertanejo lamenta
Tio da dupla Matheus e Kauan morre em acidente na GO-156; sertanejo lamenta
Moradores de cidades vizinhas reclamam das dificuldades para ir e vir do DF
Moradores de cidades vizinhas reclamam das dificuldades para ir e vir do DF
Goiás registra mais de 3 milhões de raios nos primeiros três meses do ano
Goiás registra mais de 3 milhões de raios nos primeiros três meses do ano 
Guerra, Rosa e Goyá são diplomados vereadores de Goiânia: “Prazer em estar de volta”
Guerra, Rosa e Goyá são diplomados vereadores de Goiânia: “Prazer em estar de volta”
PM faz mega operação na região dos motéis em Aparecida de Goiânia
PM faz mega operação na região dos motéis em Aparecida de Goiânia
IBGE: Goiás é o quarto maior produtor de grãos do País
IBGE: Goiás é o quarto maior produtor de grãos do País
Bombeiros atuam na contenção de vazamento de etanol, em Goiânia
Bombeiros atuam na contenção de vazamento de etanol, em Goiânia
Eleições 2024: MDB pode fazer pesquisas para escolha de vice para disputa em Goiânia
Eleições 2024: MDB pode fazer pesquisas para escolha de vice para disputa em Goiânia
Casal é preso com mais de 1 mil pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai, em Goiás
Casal é preso com mais de 1 mil pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai, em Goiás

Ceilândia ganha mais uma tenda para pacientes com suspeita de dengue

A partir desta terça (16), estrutura de acolhimento irá atender diariamente, das 7h às 19h, ofertando triagem, consultórios, farmácias e sala de hidratação Ceilândia recebe, nesta terça-feira (16), mais uma tenda de acolhimento a pacientes com dengue. A estrutura, localizada no estacionamento do Hospital Regional de Ceilândia (HRC), realizará atendimentos

Leia mais...

Licitação do viaduto de acesso a Planaltina tem data marcada

Propostas serão entregues eletronicamente no dia 15 de julho; com investimento de R$ 65,6 milhões, obra viária vai beneficiar cerca de 90 mil motoristas, além dos ciclistas que trafegam pela região O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) publicou nesta segunda-feira (15), no Diário Oficial do Distrito

Leia mais...

Rodrigo Pacheco, seus acertos, omissões e intromissões.

Com mais desacertos do que acertos, as pessoas de bem procuram entender aonde Pacheco quer chegar. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, pressionado tanto por Senadores quanto deputados, se viu obrigado a se manifestar  uma continuada tendência do Supremo Tribunal Federal (STF) em usurpar as atribuições dos parlamentares. A Pressão

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.