21/06/2024

Psicóloga acusa funcionário de prefeitura mineira de agredi-la na rua

Mulher acusa funcionário da prefeitura de Leopoldina de agredí-la na rua - (crédito: Rede de Noticias)

Mulher diz que está muito abalada com a situação e pede por Justiça. A reportagem não conseguiu contato com a defesa do suspeito

Uma psicóloga publicou, nas redes sociais, que foi agredida por Hugo Leonardo Xavier Gomes, funcionário da prefeitura de Leopoldina, cidade localizada na Região da Zona da Mata mineira. Segundo ela, Sofia Junqueira, a agressão aconteceu em 16 de maio.

“Hoje, estava indo trabalhar e, quando olhei para frente, vi o Hugo Leonardo Xavier Gomes. Ele é funcionário da prefeitura de Leopoldina. Ele é casado com uma amiga minha, que era amiga até o final do ano passado. Ele já agrediu verbalmente e fisicamente essa minha amiga”, começou o relato.

Sofia contou que ela tinha ajudado a amiga a se separar de Hugo. “No ano passado, decidiu se separar. E eu fui agente nesta separação, dando todo o suporte que ela precisava. Mas, neste ano, ela decidiu reatar. Desde que reatou, cortou o contato comigo e nossas amigas em comum. Fomos todas bloqueadas das redes sociais dela. Tudo bem, é um direito dela”, contou.

Mas, quando encontrou Hugo pessoalmente, ele a agrediu. “Quando eu vi o Hugo, senti muito medo dele e decidi atravessar a rua. Bom, o Hugo também atravessou a rua, foi na minha direção, cuspiu em mim, me chamou de demônio, de diabo, de capeta, e alguns outros nomes similares e continuou andando”, relatou Sofia.

Por causa da agressão, Sofia abriu um processo criminal contra Hugo. Em entrevista ao Estado de Minas, a psicóloga disse que está muito abalada e que amigos estão andando junto com ela, pelo temor de que outro ataque aconteça.

“Já tinha muito medo dele, mas não imaginava que teria coragem de fazer um ato de me agredir na rua. Tenho me sentido muito ansiosa, com crise de ansiedade. As pessoas não me deixam andar sozinha na rua. Não sabemos o grau de risco que estou correndo. Não tenho dormido. Tenho tido pesadelo. Estou emocionalmente mexida, com toda situação. Mas, isso, de me sentir insegura andando pela rua, é o mais forte pra mim”, relatou.

Em nota, a prefeitura de Leopoldina lamentou o fato, mas informou que não irá exonerar Hugo de suas funções. “A prefeitura lamenta o ocorrido e não compactua com nenhum tipo de violência, agressão ou ameaça. Porém, o episódio com o servidor em questão, que é contratado via processo seletivo, ocorreu fora do ambiente de trabalho. Por fim, a prefeitura tomou conhecimento da existência de uma ação judicial para apurar os fatos, motivo pelo qual aguarda o desfecho desta ação para nortear uma decisão justa”, informou.

Hugo trabalha como biólogo da prefeitura de Leopoldina. Segundo o Portal da Transparência, ele recebeu no último mês R$ 2.127,72 de salário líquido.

Para Sofia, a não exoneração de um homem acusado de agredi-la é frustrante. “Sei que a prefeitura não escolhe funcionário pensando nesta perspectiva, porque não sei se isso tinha sido tornado público em outro momento. Mas, é frustrante. Meus impostos, minha amiga, meus amigos, pagando salário de um funcionário público que cuspiu em mim”, finalizou.

A reportagem não conseguiu contato com a defesa de Hugo Leonardo. O espaço está aberto para a defesa do acusado.

Tribuna Livre, com informações do Estado de Minas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Leilão de arroz: presidente da Comissão de Agricultura fala em fraude
Leilão de arroz: presidente da Comissão de Agricultura fala em fraude
País tem novo recorde da dengue com 6 milhões de casos e 4 mil mortes
País tem novo recorde da dengue com 6 milhões de casos e 4 mil mortes
Homem é preso novamente por tentar violentar enteada com quem já tem um filho após estupro, na PB
Homem é preso novamente por tentar violentar enteada com quem já tem um filho após estupro, na PB
Chuvas em Pernambuco: inundação de rios, desabrigados e transtornos são registrados
Chuvas em Pernambuco: inundação de rios, desabrigados e transtornos são registrados
Dino envia indiciamento de Juscelino Filho por corrupção à PGR
Dino envia indiciamento de Juscelino Filho por corrupção à PGR
Caso Moraes: TCU vai apurar promoção de delegado da PF
Caso Moraes: TCU vai apurar promoção de delegado da PF
Nova ponte sobre o Rio Tocantins será inaugurada nesta sexta-feira (14)
Nova ponte sobre o Rio Tocantins será inaugurada nesta sexta-feira (14)
Naval, considerado “homem de guerra”, assume maior milícia do Rio
Naval, considerado “homem de guerra”, assume maior milícia do Rio
País corre e tenta atingir meta de vacinação contra a poliomielite
País corre e tenta atingir meta de vacinação contra a poliomielite
Existem duas habilidades que Deus dá aos obreiros: uma é realizar a obra de Deus através dos cargos ministeriais e a outra é a de realizar obras para Deus
Existem duas habilidades que Deus dá aos obreiros: uma é realizar a obra de Deus através dos cargos ministeriais e a outra é a de realizar obras para Deus.
Deputada manda 100% das emendas para cidade chefiada pelo marido
Deputada manda 100% das emendas para cidade chefiada pelo marido
MP-SP abre guerra contra a Bíblia
MP-SP abre guerra contra a Bíblia

Leilão de arroz: presidente da Comissão de Agricultura fala em fraude

Ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, prestou esclarecimentos à Comissão na Câmara sobre leilão para compra de arroz feito pelo governo O presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, deputado Evair Vieira de Melo (PP-ES), chamou o leilão de arroz realizado pelo governo federal de “esquema fraudulento”. O

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.