19/06/2024

A Medicina de Família e Comunidade proporciona cuidado abrangente ao cidadão.

O médico de família e comunidade Arthur Fernandes atende Flávia Barbosa e seus filhos na UBS de Arapoanga | Fotos: Sandro Araújo/Agência Saúde-DF

Na terça-feira (5), dedicada aos profissionais da área, descubra o papel daqueles que estão na vanguarda do atendimento.

Imagine médicos especialistas que estabelecem vínculo com o paciente, conhecendo seu histórico de saúde, as dificuldades cotidianas, relações familiares e as condições da região de moradia. Esses profissionais têm a capacidade de atender desde bebês até idosos, resolvendo mais de 80% das demandas de saúde e, quando necessário, fazendo encaminhamentos para outras áreas. Tudo isso é realizado com acompanhamento em todas as etapas. Sim, esses especialistas existem e representam a linha de frente na maioria dos atendimentos realizados na rede pública. Por esse motivo, são homenageados no Dia do Médico de Família e Comunidade, que ocorre nesta terça-feira (5).

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) conta com 509 profissionais dessa especialidade, principalmente nas equipes de Saúde da Família (eSF), vinculadas à rede de 175 unidades básicas de saúde (UBSs). “É um profissional que deve, sobretudo, gostar de gente. Não apenas atender o indivíduo, mas interessar-se pelo modo como essa pessoa vive, pela estrutura da família e pela comunidade ao redor. O médico de família e comunidade precisa ter conhecimento amplo sobre diversas áreas da medicina e da sociedade”, afirma a médica Paula Lawall, da Coordenação de Atenção Primária à Saúde da SES-DF.

A atuação desses profissionais é diversificada, seja em visitas domiciliares da eSF, nos consultórios das UBSs ou nos Consultórios na Rua. Eles lidam com demandas que vão desde o pré-natal até o envelhecimento, tratando de diversas condições de saúde, como doenças crônicas, saúde mental, tabagismo, alcoolismo, obesidade, entre outras.

Apesar do foco preventivo, os médicos de família e comunidade também atendem demandas de emergências menores, como gripe, dor de cabeça, diarreia, entre outras. Esses profissionais proporcionam atendimento rápido a pacientes de baixa complexidade, evitando filas em unidades voltadas para casos mais graves, como hospitais e unidades de pronto atendimento (UPAs).

A medicina de família e comunidade teve início no Brasil nos anos 1970, ganhando destaque com a descentralização e fortalecimento da Atenção Primária à Saúde. No Distrito Federal, além dos médicos especializados, a rede pública conta com o suporte de quase 100 servidores que realizam residência médica na área, e as 623 equipes da eSF da capital contam com pelo menos um desses médicos, incluindo profissionais do programa Mais Médicos do governo federal. Cada cidadão pode verificar qual é sua UBS de referência por meio do endereço residencial no portal do InfoSaúde.

Tribuna Livre, com informações da Secretaria de Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
QualificaDF Móvel abre inscrições para capacitação profissional em 4 cidades
QualificaDF Móvel abre inscrições para capacitação profissional em 4 cidades
Inscrições para quase 6 mil vagas em cursos técnicos abrem nesta quinta-feira (20)
Inscrições para quase 6 mil vagas em cursos técnicos abrem nesta quinta-feira (20)
Caesb investe R$ 3,7 milhões em energia limpa e reduz custos operacionais
Caesb investe R$ 3,7 milhões em energia limpa e reduz custos operacionais
Mais de 150 produtores rurais apresentam cartões de vacina de rebanhos contra raiva
Mais de 150 produtores rurais apresentam cartões de vacina de rebanhos contra raiva
GDF destina R$ 110 milhões para famílias darem de entrada na casa própria
GDF destina R$ 110 milhões para famílias darem de entrada na casa própria
Portaria conjunta institui programa e aplicativo de proteção aos conselheiros tutelares do DF
Portaria conjunta institui programa e aplicativo de proteção aos conselheiros tutelares do DF
Fiscalização contra estacionamento irregular no DF é intensificada
Fiscalização contra estacionamento irregular no DF é intensificada
Regulamentados os serviços de capelania nas unidades de saúde
Regulamentados os serviços de capelania nas unidades de saúde
Semana abre com 605 vagas de emprego disponíveis por todo o DF
Semana abre com 605 vagas de emprego disponíveis por todo o DF
Novos anestesistas da rede pública de saúde do DF começam a atuar nesta segunda-feira (17)
Novos anestesistas da rede pública de saúde do DF começam a atuar nesta segunda-feira (17)
IPEDF completa dois anos analisando dados para políticas públicas mais eficientes
IPEDF completa dois anos analisando dados para políticas públicas mais eficientes
Modernização da rede de água do Lago Norte tem investimento de R$ 4 milhões
Modernização da rede de água do Lago Norte tem investimento de R$ 4 milhões

Defesa Civil do RS divulga balanço após chuvas recentes

No total, entre sexta-feira e hoje (18/6), 22 municípios gaúchos reportaram danos em razão de alagamentos no estado Entre sexta-feira passada e hoje (18/6), 22 municípios gaúchos enfrentaram alagamentos, inundações e deslizamentos de terra, conforme relatório da Defesa Civil estadual. São Luiz Gonzaga foi uma das cidades mais afetadas, com

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.