19/06/2024

A Medida Provisória expirou e, como resultado, o imposto sobre o diesel voltou a ser zerado.

Os tributos federais que incidiam sobre o óleo diesel voltam a ficar zerados, o que pode baratear o valor do combustível na bomba - (crédito: Ed Alves/CB/DA.Press)

De acordo com a Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), a estimativa é que o preço para o consumidor diminua aproximadamente R$ 0,12 por litro.

A medida provisória que instituiu o programa de descontos para carros novos e que também determinou um aumento parcial dos impostos federais sobre o diesel perdeu sua validade na última terça-feira (3/10). Como resultado, os impostos federais que anteriormente eram aplicados ao óleo diesel retornam a ser zerados, o que pode resultar em uma redução no preço do combustível nas bombas.

De acordo com a Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), a expectativa é de uma diminuição de aproximadamente R$ 0,12 por litro no preço para o consumidor. A Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e Lubrificantes (Fecombustíveis) também expressou sua esperança de que as empresas distribuidoras de combustíveis “repassem imediatamente a isenção dos impostos federais, o que resultará na redução dos preços do óleo diesel.”

Em janeiro, o governo federal optou por manter a isenção dos impostos do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre o diesel e o gás liquefeito de petróleo (GLP), o gás de cozinha, até dezembro. Entretanto, quando a medida provisória foi emitida, ela reintroduziu a tributação sobre o diesel, resultando em um acréscimo de R$ 0,11 por litro, com o objetivo de compensar a perda de arrecadação.

A medida provisória foi publicada no início de junho e prorrogada por mais 60 dias após o prazo inicial, porém, não chegou a ser votada pelo Congresso. Portanto, as disposições contidas na lei publicada em maio deste ano, que distribuiram a isenção dos impostos até 31 de dezembro, continuam em vigor.

A Receita Federal confirmou o impacto do término da vigência da medida provisória e ressaltou que a tributação sobre o combustível deverá ser restabelecida em janeiro. O Ministério da Fazenda não planeja prolongar ainda mais esse benefício e declarou que, “se não houver mudanças legais até lá, a partir de 1º de janeiro de 2024, as alíquotas do diesel e do biodiesel voltam aos seus valores normais, ou seja, R US$ 0,35 por litro para o diesel e R$ 0,14 por litro para o biodiesel.”

Tribuna Livre, com informações da Abicom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Imposto de Renda: O governo expande a isenção para aqueles que recebem até dois salários
Imposto de Renda: O governo expande a isenção para aqueles que recebem até dois salários.
A receita proveniente dos super-ricos atingiu o montante de R$ 3,9 bilhões em dezembro
A receita proveniente dos super-ricos atingiu o montante de R$ 3,9 bilhões em dezembro.
A primeira reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) em 2024 provavelmente continuará com o ritmo de reduções da taxa Selic
A primeira reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) em 2024 provavelmente continuará com o ritmo de reduções da taxa Selic.
Lula reafirma isenção do Imposto de Renda em 2024 para indivíduos com renda até dois salários mínimos
Lula reafirma isenção do Imposto de Renda em 2024 para indivíduos com renda até dois salários mínimos.
O segmento da economia circular prospera por meio dos brechós, prevendo-se um crescimento entre 15% e 20% até 2030
O segmento da economia circular prospera por meio dos brechós, prevendo-se um crescimento entre 15% e 20% até 2030.
Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) atinge 3,71% e promove reajuste nas aposentadorias do INSS acima do salário mínimo
Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) atinge 3,71% e promove reajuste nas aposentadorias do INSS acima do salário mínimo.
1)
A Febraban anunciou o encerramento das operações via DOC a partir da próxima segunda-feira (15/1).
O Microempreendedor Individual (MEI) passa por um reajuste nos valores a partir deste ano; confira as alterações
O Microempreendedor Individual (MEI) passa por um reajuste nos valores a partir deste ano; confira as alterações.
Começa a vigorar o limite para os juros no crédito rotativo; compreenda as alterações
Começa a vigorar o limite para os juros no crédito rotativo; compreenda as alterações.
O consumo nos lares registrou um aumento de 1,83% em novembro, conforme indica a Abras
O consumo nos lares registrou um aumento de 1,83% em novembro, conforme indica a Abras.
O governo anunciou um aumento no salário mínimo para 2024; confira o novo montante
O governo anunciou um aumento no salário mínimo para 2024; confira o novo montante.
Os Restaurantes Comunitários distribuíram 9,9 milhões de refeições ao longo do ano de 2023
Os Restaurantes Comunitários distribuíram 9,9 milhões de refeições ao longo do ano de 2023.

Defesa Civil do RS divulga balanço após chuvas recentes

No total, entre sexta-feira e hoje (18/6), 22 municípios gaúchos reportaram danos em razão de alagamentos no estado Entre sexta-feira passada e hoje (18/6), 22 municípios gaúchos enfrentaram alagamentos, inundações e deslizamentos de terra, conforme relatório da Defesa Civil estadual. São Luiz Gonzaga foi uma das cidades mais afetadas, com

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.