13/04/2024

O caminho está livre para uma diminuição das taxas de juros no cartão de crédito.

A restrição de compras parceladas sem juros não foi incorporada ao texto, mas será reavaliada, conforme informado pelo Banco Central/Foto

Lula promulga lei que estabelece regulamentação para o programa “Desenrola” e propõe um limite para os encargos do crédito rotativo.

Foi promulgada uma lei que estabelece um prazo de 90 dias para que as empresas apresentem propostas de redução das taxas do crédito rotativo, que atualmente excedem 400% ao ano. Se isso não ocorrer, entrará em vigor uma regra que limita os encargos a 100% do valor original da dívida.

Entidades ligadas a meios de pagamento e ao comércio estão comemorando a aprovação do projeto de lei que regulamenta o programa “Desenrola” do governo federal, bem como limita as taxas do crédito rotativo no cartão de crédito. Isso ocorreu sem promover alterações nas compras parceladas sem juros. O projeto, aprovado na segunda-feira (2/10), foi sancionado nesta terça-feira (3/10) pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A limitação das compras parceladas sem juros é uma proposta dos bancos e foi apoiada pelo presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, como uma medida alternativa para permitir a redução dos encargos financeiros do crédito rotativo. No entanto, esse tema ainda será avaliado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), mesmo após a aprovação do projeto do “Desenrola”.

O crédito rotativo é uma opção oferecida aos consumidores quando eles não pagam o valor total da fatura do cartão até a data de vencimento. É a modalidade mais cara do mercado, com taxas de juros que já chegaram a 437,3% ao ano. A lei aprovada determina que o setor apresente uma proposta de redução dessas taxas em até 90 dias. Caso isso não aconteça, passará a valer a regra que limita o total cobrado a título de juros e encargos a não ultrapassar o valor original da dívida, limitando o custo financeiro a 100% ao ano.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou que participará de discussões técnicas colaborativas com a indústria de cartões, o Ministério da Fazenda, o CMN e o BC. A associação acredita que, apesar da complexidade do tema, a indústria de cartões, junto com o regulador e o governo, poderá promover melhorias significativas na dinâmica do cartão de crédito.

A Associação Brasileira de Internet (Abranet) elogiou o texto aprovado, destacando que ele busca melhorar as taxas do crédito rotativo do cartão de crédito sem afetar o direito do consumidor e dos comerciantes de comprar e vender parcelado sem juros no cartão.

Um levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) revelou que 51% dos consumidores entrevistados tinham prestações a pagar de compras em cartão de crédito, cartão de lojas, crediário ou cheque pré-datado. Isso resultou em uma estimativa de 71,1 milhões de consumidores com contas parceladas.

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, mencionou os altos índices de inadimplência no cartão de crédito ao propor mudanças no parcelamento sem juros. No entanto, alguns especialistas acreditam que eliminar essa modalidade pode levar as pessoas a reduzirem o consumo, afetando vários setores comerciais que dependem do parcelamento. Por outro lado, a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) observa que 74% dos frequentadores de shoppings preferem pagar com cartão de crédito, tornando essa modalidade importante para o varejo em geral.

Tribuna Livre, com informações do BC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Imposto de Renda: O governo expande a isenção para aqueles que recebem até dois salários
Imposto de Renda: O governo expande a isenção para aqueles que recebem até dois salários.
A receita proveniente dos super-ricos atingiu o montante de R$ 3,9 bilhões em dezembro
A receita proveniente dos super-ricos atingiu o montante de R$ 3,9 bilhões em dezembro.
A primeira reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) em 2024 provavelmente continuará com o ritmo de reduções da taxa Selic
A primeira reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) em 2024 provavelmente continuará com o ritmo de reduções da taxa Selic.
Lula reafirma isenção do Imposto de Renda em 2024 para indivíduos com renda até dois salários mínimos
Lula reafirma isenção do Imposto de Renda em 2024 para indivíduos com renda até dois salários mínimos.
O segmento da economia circular prospera por meio dos brechós, prevendo-se um crescimento entre 15% e 20% até 2030
O segmento da economia circular prospera por meio dos brechós, prevendo-se um crescimento entre 15% e 20% até 2030.
Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) atinge 3,71% e promove reajuste nas aposentadorias do INSS acima do salário mínimo
Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) atinge 3,71% e promove reajuste nas aposentadorias do INSS acima do salário mínimo.
1)
A Febraban anunciou o encerramento das operações via DOC a partir da próxima segunda-feira (15/1).
O Microempreendedor Individual (MEI) passa por um reajuste nos valores a partir deste ano; confira as alterações
O Microempreendedor Individual (MEI) passa por um reajuste nos valores a partir deste ano; confira as alterações.
Começa a vigorar o limite para os juros no crédito rotativo; compreenda as alterações
Começa a vigorar o limite para os juros no crédito rotativo; compreenda as alterações.
O consumo nos lares registrou um aumento de 1,83% em novembro, conforme indica a Abras
O consumo nos lares registrou um aumento de 1,83% em novembro, conforme indica a Abras.
O governo anunciou um aumento no salário mínimo para 2024; confira o novo montante
O governo anunciou um aumento no salário mínimo para 2024; confira o novo montante.
Os Restaurantes Comunitários distribuíram 9,9 milhões de refeições ao longo do ano de 2023
Os Restaurantes Comunitários distribuíram 9,9 milhões de refeições ao longo do ano de 2023.

Hospital de fauna silvestre atende 142 animais em dois meses

Hfaus é o primeiro hospital público com esse foco e oferece atendimento apenas aos órgãos públicos que trabalham na fiscalização e na captura de animais silvestres O Instituto Brasília Ambiental divulgou, nesta sexta-feira (12), o balanço dos 60 dias de atendimento do Hospital e Centro de Reabilitação da Fauna Silvestre

Leia mais...

Dengue: Tenda de acolhimento 24 horas é inaugurada no Gama

Espaço segue modelo de hospital de campanha. Neste sábado (13), outra unidade será inaugurada no Paranoá; ao todo, 11 estruturas semelhantes funcionam no Distrito Federal Mais uma tenda de acolhimento 24 horas para pacientes com suspeita de dengue foi inaugurada nesta sexta-feira (12), no Gama. A segunda estrutura para essa

Leia mais...

Ameaça de retaliação do Irã deixa Israel em alerta máximo

Estado judeu reforça defesa antiaérea e suspende descanso de soldados que combatem na Faixa de Gaza. Aiatolá Ali Khamenei promete punição por ataque ao consulado iraniano em Damasco. Ocidente pressiona Teerã a desistir de retaliar Israel estava em alerta máximo, na noite desta quinta-feira, após o Irã ameaçar uma retaliação

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.