16/06/2024

A Procuradoria-Geral da República (PGR) apresentou uma denúncia contra um deputado bolsonarista por racismo, em decorrência de declarações feitas em um podcast.

Deputado Gustavo Gayer (PL-GO) - (crédito: Mario Agra/Agência Câmara)

A Procuradoria-Geral da República (PGR) moveu uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o parlamentar, acusando-o de supostos crimes de injúria e racismo dirigidos ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao ministro dos Direitos Humanos e Cidadania, Silvio Almeida.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) apresentou denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o deputado bolsonarista Gustavo Gayer (PL-GO). A acusação envolve supostos crimes de injúria e racismo direcionados ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao ministro Silvio Almeida (Direitos Humanos e Cidadania), relacionados a declarações feitas durante o programa do 3 Irmãos Podcast. No episódio, Gayer teria associado “africanos a quociente de inteligência baixo, inclusive o comparando a de macacos”.

A PGR argumenta que o discurso do deputado foi “dolosamente ofensivo, injurioso, depreciativo e aviltante”. Segundo a denúncia, Gayer e o apresentador do programa, Rodrigo Barbosa Arantes, teriam praticado o crime de racismo ao proferir ofensas genéricas direcionadas aos africanos e afrodescendentes, “dispersando ideais racistas e segregacionistas, inferiorizando e desumanizando negros e afrodescendentes ao compará-los a macacos”.

Além disso, a PGR menciona uma publicação no antigo Twitter, na qual Gayer classificou o ministro Sílvio Almeida como “analfabeto funcional” e “completamente desonesto”, reforçando, segundo a Procuradoria, “estigmas reprodutores de inferioridade contra minorias raciais”.

O pedido da PGR inclui a declaração de perda do mandato do parlamentar, caso seja condenado a uma pena superior a quatro anos de prisão, e a condenação ao pagamento de uma multa de, no mínimo, R$ 1 milhão, a ser revertida em favor de políticas públicas de combate ao racismo.

Tribuna Livre, com informações da Agência Estado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Dino envia indiciamento de Juscelino Filho por corrupção à PGR
Dino envia indiciamento de Juscelino Filho por corrupção à PGR
Caso Moraes: TCU vai apurar promoção de delegado da PF
Caso Moraes: TCU vai apurar promoção de delegado da PF
Nova ponte sobre o Rio Tocantins será inaugurada nesta sexta-feira (14)
Nova ponte sobre o Rio Tocantins será inaugurada nesta sexta-feira (14)
Naval, considerado “homem de guerra”, assume maior milícia do Rio
Naval, considerado “homem de guerra”, assume maior milícia do Rio
País corre e tenta atingir meta de vacinação contra a poliomielite
País corre e tenta atingir meta de vacinação contra a poliomielite
Existem duas habilidades que Deus dá aos obreiros: uma é realizar a obra de Deus através dos cargos ministeriais e a outra é a de realizar obras para Deus
Existem duas habilidades que Deus dá aos obreiros: uma é realizar a obra de Deus através dos cargos ministeriais e a outra é a de realizar obras para Deus.
Deputada manda 100% das emendas para cidade chefiada pelo marido
Deputada manda 100% das emendas para cidade chefiada pelo marido
MP-SP abre guerra contra a Bíblia
MP-SP abre guerra contra a Bíblia
STF rejeita recurso que tratava do uso de banheiros por transexuais
STF rejeita recurso que tratava do uso de banheiros por transexuais
Com confusão, Conselho de Ética arquiva processo contra Janones
Com confusão, Conselho de Ética arquiva processo contra Janones
Lula e Marina fazem balanço e anunciam medidas no Dia do Meio Ambiente
Lula e Marina fazem balanço e anunciam medidas no Dia do Meio Ambiente
Defensoria Pública pede indenização para carros deixados no aeroporto de Porto Alegre
Defensoria Pública pede indenização para carros deixados no aeroporto de Porto Alegre

Justiça expede mandado de prisão contra Maurício Sampaio

Defesa prepara um novo habeas corpus O Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) expediu na tarde desta sexta-feira (14), os mandados de prisão de Maurício Sampaio e policial militar reformado Ademá Figueiredo, condenados pelo assassinato do radialista Valério Luiz de Oliveira em 2012. O despacho foi assinado pelo juiz Lourival

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.