24/07/2024

Agricultura urbana ganha força no Distrito Federal

Pontos de cultivo agrícola dentro das cidades colocam produção mais perto do consumidor e fortalecem os microclimas locais. Capital tem mais de 1.200 propriedades do tipo

Não é somente na zona rural do Distrito Federal que são produzidas as hortaliças e frutas que chegam às mesas de milhares de brasilienses. A agricultura em áreas urbanas tem se destacado com o verde da produção em meio a “selva de pedras”.

Em Brazlândia, em Vicente Pires e na região da Vargem Bonita, que fica no Park Way, pontos de cultivo são encontrados com mais densidade. As plantações nas regiões administrativas, que antes eram colônias agrícolas, permaneceram mesmo com o processo de urbanização, ganhando a tipologia de “agricultura urbana rural remanescente” ou “agricultura de resistência”.

Uma pesquisa do Instituto de Pesquisa e Estatística do Distrito Federal (IPEDF) aponta que o Distrito Federal conta com 6.015 pontos de cultivo, dos quais 1.282 estão em áreas urbanas. Durante o estudo, foram encontradas propriedades de 0,5 a 14 hectares, mapeadas por sensoriamento remoto.

São 191 pontos de cultivo no Park Way e 154 em Vicente Pires. Os pesquisadores também visitaram 20 produtores locais para compreender as particularidades de cada área. De acordo com Aline da Nóbrega, coordenadora de Estudos Ambientais do IPEDF, o objetivo da pesquisa é direcionar as tipologias para políticas de ordenamento territorial a fim de que elas sejam incluídas nas diretrizes como uma forma de uso em áreas urbanas.

“Esses produtores sofrem a pressão da ocupação urbana. A gente acredita que esse enquadramento tipológico pode auxiliar e dar instrumentos para que eles permaneçam nessas áreas produzindo. Porque, além disso, essa horticultura contribui para o manejo dos solos e o microclima da região”, explicou a pesquisadora.

Produção mais perto

Há 39 anos a produtora rural Marina Teixeira Monteiro de Sousa mora em um desses pontos de cultivo. Com 58 anos de idade, ela é a quarta geração que cuida da plantação de 3,5 hectares em Vicente Pires, que abriga mais de 30 tipos de folhagem como agrião, brócolis, mais de dez tipos de alface, espinafre, repolho, couve e até flores comestíveis.

De acordo com a agricultora, o forte da produção são as feiras, onde as hortaliças são comercializadas, sobretudo em Taguatinga, na Ceasa, na Feira do Produtor e também em alguns mercados. Ela destaca as vantagens de ter a produção tão próxima à cidade.

“Acaba que o custo fica menor, porque não tem o transporte. E você recebe uma verdura de qualidade, fresquinha, colhida na hora. É um diferencial muito grande. A população que está próxima tem aquele contato com a gente nas feiras e sabe a origem daquele produto que está levando”, afirma Marina.

Rogério Vianna, técnico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF), acompanha o trabalho de Marina há anos. Ele comenta que o aumento da agricultura em áreas urbanas é um fenômeno que tem acontecido no DF e no mundo, pois a procura pelo alimento de procedência conhecida e o custo mais baixo valorizam esse tipo de produção.

“Um pé de alface que a gente paga no mercado a R$ 3, R$ 4, por exemplo: mais da metade desse preço é custo de logística. O que foi gasto para embalar, transportar e por aí vai. Às vezes o custo é até maior do que o da própria produção. Por isso o fato de se produzir dentro da cidade barateia muito para o consumidor”, explica o especialista.

Segurança alimentar

Rogério acrescenta que os ambientes de plantação em meio à cidade também são responsáveis pela captação de água da chuva, que infiltra no solo e abastece os mananciais locais, reforçando a parte do estudo sobre a contribuição da produção alimentar para o manejo das áreas de solo exposto e recuperação de áreas degradadas.

Além disso, a pesquisa também avaliou áreas potenciais para produção da agricultura urbana e periurbana no DF, com estimativa de abastecer cerca de 2 milhões de pessoas com hortaliças e 3 milhões com frutíferas, contribuindo para redução da insegurança alimentar.

Pesquisa do IPEDF identificou 6.015 pontos de cultivo no Distrito Federal, dos quais 1.282 estão em áreas urbanas

| Fotos: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
Policial penal é o primeiro do DF a liderar curso de ação tática especial
Policial penal é o primeiro do DF a liderar curso de ação tática especial
Escolas rurais encontram no asfalto um aliado para a educação
Escolas rurais encontram no asfalto um aliado para a educação
Semana começa com 227 vagas nas agências do trabalhador
Semana começa com 227 vagas nas agências do trabalhador
Campanha no metrô alerta para a violência contra a mulher
Campanha no metrô alerta para a violência contra a mulher
Projeto do GDF é premiado em fórum de nutricionistas da assistência social
Projeto do GDF é premiado em fórum de nutricionistas da assistência social
Recuperação da Avenida Sayonara irá beneficiar 8 mil motoristas no Gama
Recuperação da Avenida Sayonara irá beneficiar 8 mil motoristas no Gama
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) anuncia um novo recorde anual de temperatura em todas as estações do Distrito Federal
O Inmet anuncia um novo recorde de temperatura em todas as estações do Distrito Federal
Vacinação para todas as idades no Parque da Cidade vai até domingo
Vacinação para todas as idades no Parque da Cidade vai até domingo
DF3
Programa de microcrédito do governo gerou quase mil empregos em 2023
Alunas do DF conquistam ouro em etapa da Olimpíada Brasileira de Geografia
Alunas do DF conquistam ouro em etapa da Olimpíada Brasileira de Geografia

Beyoncé autoriza uso de música pela campanha de Kamala

Pré-candidata Democrata entrou ao som de “Freedom” na primeira visita oficial à sede da campanha, na segunda (22/7) A cantora Beyoncé autorizou o uso da música Freedom na campanha da atual vice-presidente Kamala Harris à Casa Branca. Na segunda-feira (22/7), a pré-candidata fez a primeira visita oficial à sede da

Leia mais...

Deputado Pedro Paulo deixa chapa de Eduardo Paes no Rio

Um vídeo íntimo, segundo portal, teria motivado a saída da campanha O deputado federal Pedro Paulo (PSD-RJ) pediu para deixar a campanha de reeleição do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD). Os dois se reuniram na segunda-feira (22/7), pela manhã, para tratar do assunto. Paes foi referendado pelo

Leia mais...

Prouni do 2º semestre: inscrições começaram nesta terça

Ao todo, o Prouni oferecerá 243.850 bolsas — sendo 170.319 integrais (100%) e 73.531 parciais (50%) As inscrições para o Programa Universidade Para Todos (Prouni) do 2º semestre começaram nesta terça-feira (23/7) e vão até sexta-feira (26/7). Para se inscrever, os candidatos devem ter realizado o Exame Nacional do Ensino

Leia mais...

BNDES lança concurso para analista; salário chega a R$ 20,9 mil

O cargo exige ensino superior. Do total das vagas, 150 são para contratação imediata e 750 para formação de cadastro reserva O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) publicou nesta segunda-feira (22/7) o edital de abertura do concurso público para provimento de vagas e formação de cadastro reserva

Leia mais...

Acordo prevê despoluição total do Rio Vermelho, na cidade de Goiás

Documento teve assinatura durante a transferência da capital O governador Ronaldo Caiado (União Brasil) aproveitou a ocasião de transferência da capital do Estado para a cidade de Goiás, ocorrida na segunda-feira (22), para anunciar um acordo pela despoluição completa do Rio Vermelho, no município. “Essa ação tem um investimento forte,

Leia mais...

PCDF recebe mais de R$ 1 milhão para aquisição de novas viaturas

Nove carros serão adquiridos para as unidades do Departamento de Polícia Especializada (DPE/PCDF) A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) recebeu transferência de recursos no valor total de R$ 1.000.698,30, destinados exclusivamente à aquisição de viaturas para a instituição. A partir do convênio 918.019/2021, celebrado com o Ministério da Justiça

Leia mais...

Caesb moderniza reservatório do Paranoá

Abastecimento de água foi interrompido para substituição de válvulas desgastadas, mas o fornecimento volta ao normal ainda nesta terça (23) A partir das 15h desta terça-feira (23), volta a ser normalizado o fornecimento de água para 165 mil moradores do Paranoá, Itapoã e MI do Lago Norte, interrompido às 7h

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.