17/04/2024

Biden e Netanyahu se falam por telefone pela 1ª vez em mais de um mês

Netanyahu rejeitou a pressão de Washington e prometeu recentemente levar adiante um plano de ofensiva na cidade de Rafah

O presidente de Estados Unidos, Joe Biden, e o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, conversaram por telefone nesta segunda-feira (18) pela primeira vez em mais de um mês, informou a Casa Branca, em meio a uma crescente tensão pela ofensiva na Faixa de Gaza.

Desde a última ligação, em 15 de fevereiro, Biden tem sido cada vez mais crítico em relação ao número de mortos palestinos e à grave situação humanitária em Gaza devido à ofensiva militar israelense, em resposta aos ataques do movimento islamista Hamas em 7 de outubro.

Eles falaram sobre “os últimos acontecimentos em Israel e Gaza, incluindo a situação em Rafah e os esforços para aumentar a ajuda humanitária”, indicou a Casa Branca em um comunicado, no qual afirmou que informará mais detalhes posteriormente.

Netanyahu rejeitou a pressão de Washington e prometeu recentemente levar adiante um plano de ofensiva na cidade de Rafah, em Gaza.

Segundo a nota publicada pelo gabinete do primeiro-ministro, ele declarou a Biden que está determinado a “alcançar todos os objetivos da Guerra” em Gaza, entre eles, “a eliminação do Hamas”.

Biden alertou contra qualquer operação em Rafah sem um plano “crível” para proteger mais de um milhão de civis. Há duas semanas, o presidente americano afirmou que teria uma reunião séria com o primeiro-ministro israelense.

Biden elogiou o “bom discurso” do líder da maioria democrata no Senado, Chuck Schumer, na semana passada, no qual pediu novas eleições em Israel.

Ele disse que Schumer, o oficial judeu de mais alto escalão nos Estados Unidos, “expressou séria preocupação compartilhada não apenas por ele, mas por muitos americanos”.

Perante o alerta da ONU sobre uma fome iminente em Gaza, no início do mês Biden ordenou ao seu Exército que lançasse alimentos por via aérea sobre o território palestino e criará um corredor marítimo com o mesmo objetivo.

Os Estados Unidos fornecem milhares de milhões de dólares em ajuda militar a Israel, seu aliado próximo.

A campanha de Israel em Gaza começou após o ataque sem precedentes do grupo palestino Hamas, em 7 de outubro, que deixou cerca de 1.160 mortos em território israelense, a maioria civis, segundo um balanço da AFP baseado em números oficiais.

Desde então, quase 32 mil pessoas morreram em Gaza, a maioria delas mulheres e crianças, segundo o Ministério da Saúde do Hamas, que governa o território.

Tribuna Livre, com informações da Agence France Presse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Os últimos pacientes do maior hospital do Haiti, transformado em QG das gangues que desestabilizam o país
Os últimos pacientes do maior hospital do Haiti, transformado em QG das gangues que desestabilizam o país
O Irã se considera vingado e pede para Israel não reagir militarmente ao ataque
O Irã se considera vingado e pede para Israel não reagir militarmente ao ataque
Conflito provoca extrema preocupação internacional por causa do poderio militar de Irã e de Israel
Conflito provoca extrema preocupação internacional por causa do poderio militar de Irã e de Israel
Ameaça de retaliação do Irã deixa Israel em alerta máximo
Ameaça de retaliação do Irã deixa Israel em alerta máximo
Após pacto, idosa de 80 anos guarda cadáver de amiga em maleta por 1 ano
Após pacto, idosa de 80 anos guarda cadáver de amiga em maleta por 1 ano
Por que os EUA estão preocupados com possível ataque do Irã a Israel
Por que os EUA estão preocupados com possível ataque do Irã a Israel
México pede suspensão do Equador na ONU em denúncia apresentada em Haia
México pede suspensão do Equador na ONU em denúncia apresentada em Haia
Morte de filhos de líder do Hamas em ataque de Israel pode travar negociação de cessar-fogo?
Morte de filhos de líder do Hamas em ataque de Israel pode travar negociação de cessar-fogo?
Israel matou filhos e netos do líder máximo do Hamas, diz grupo terrorista
Israel matou filhos e netos do líder máximo do Hamas, diz grupo terrorista
Venezuela entrega à Corte de Haia documentos sobre disputa territorial com a Guiana
Venezuela entrega à Corte de Haia documentos sobre disputa territorial com a Guiana
Diplomatas mexicanos deixam o Equador neste domingo após invasão em embaixada
Diplomatas mexicanos deixam o Equador neste domingo após invasão em embaixada
Presidente do Peru diz que Rolex eram emprestados e foram devolvidos
Presidente do Peru diz que Rolex eram emprestados e foram devolvidos.

Ceilândia ganha mais uma tenda para pacientes com suspeita de dengue

A partir desta terça (16), estrutura de acolhimento irá atender diariamente, das 7h às 19h, ofertando triagem, consultórios, farmácias e sala de hidratação Ceilândia recebe, nesta terça-feira (16), mais uma tenda de acolhimento a pacientes com dengue. A estrutura, localizada no estacionamento do Hospital Regional de Ceilândia (HRC), realizará atendimentos

Leia mais...

Licitação do viaduto de acesso a Planaltina tem data marcada

Propostas serão entregues eletronicamente no dia 15 de julho; com investimento de R$ 65,6 milhões, obra viária vai beneficiar cerca de 90 mil motoristas, além dos ciclistas que trafegam pela região O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) publicou nesta segunda-feira (15), no Diário Oficial do Distrito

Leia mais...

Rodrigo Pacheco, seus acertos, omissões e intromissões.

Com mais desacertos do que acertos, as pessoas de bem procuram entender aonde Pacheco quer chegar. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, pressionado tanto por Senadores quanto deputados, se viu obrigado a se manifestar  uma continuada tendência do Supremo Tribunal Federal (STF) em usurpar as atribuições dos parlamentares. A Pressão

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.