21/06/2024

Caiado diz que Enel faz manobra para atrapalhar licitação de ônibus elétricos

 Segundo o governador, a empresa entrou com mais de 100 questionamentos
em âmbito administrativo, solicitando a suspensão do certame, às 22h da última
quinta (23), prazo final para recursos no processo


O governador Ronaldo Caiado afirmou, neste sábado (25),
que antiga concessionária de distribuição de energia em Goiás, a italiana Enel,
tentou boicotar e “melar” uma licitação para aluguel de ônibus elétricos que
serão utilizados na linha do Eixo-Anhanguera, em Goiânia e região. O processo
licitatório ocorre na próxima segunda-feira (27).

Segundo o governador, a empresa entrou com mais de 100
questionamentos em âmbito administrativo, solicitando a suspensão do certame,
às 22h da última quinta (23), prazo final para recursos no processo. A
Metrobus, por sua vez, respondeu as questões ainda na sexta-feira (24),
enquanto a Enel, conforme Caiado, acionou Justiça com um mandado de segurança
para suspender a licitação em andamento. Este ainda não foi julgado.

“Isso não surpreende. Nunca vi a Enel como uma empresa. A
Enel é uma facção criminosa, um braço da máfia italiana que quase destruiu o
sistema de energia do Estado e agora está querendo impedir e prejudicar as
melhorias no transporte coletivo de Goiânia, num gesto de retaliação pela saída
de Goiás”, declarou o governador.

Segundo ele, trata-se de manobra para prejudicar a
licitação, pois muitos dos pontos questionados compõem o Plano de Manifestação
de Interesse (PMI), que a própria Enel ajudou a construir no início das
discussões do processo licitatório para a troca dos ônibus. Na avaliação de
Caiado, a empresa questiona a modelagem que ela, ao lado de outras empresas,
propôs que fosse a mais correta.

Vale lembrar, a Enel perdeu a concessão pela Agência
Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em dezembro passado e transferiu o
controle da distribuição de energia no Estado para a Equatorial Energia.

Sobre as denúncias do governador Ronaldo Caiado, a
companhia enviou a seguinte nota:

 “A Enel X informa
que enviou solicitações de esclarecimento e sugestões técnicas para o processo
de licitação de ônibus elétricos para o Estado de Goiás. Com base na
legislação, a companhia solicitou mais prazo para apresentação das propostas de
todos os candidatos, em função das recentes alterações realizadas no edital.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Dupla de estelionatários é presa com mais de 100 cheques falsos na Vila Brasília, em Aparecida 
Dupla de estelionatários é presa com mais de 100 cheques falsos na Vila Brasília, em Aparecida 
Equatorial nega falta de energia em reservatório que deixou bairros sem água em Goiânia e Aparecida
Equatorial nega falta de energia em reservatório que deixou bairros sem água em Goiânia e Aparecida
Empresa de Goiânia é condenada após funcionária denunciar que era assediada e recebia tapas na bunda
Empresa de Goiânia é condenada após funcionária denunciar que era assediada e recebia tapas na bunda
Goiânia: homem é preso após ser flagrado com 80 porções de cocaína em veículo
Goiânia: homem é preso após ser flagrado com 80 porções de cocaína em veículo
G1
Motorista de carreta morre em acidente de trânsito na BR-050, em Catalão
GOE3
Detran multou mais de 1 milhão de motoristas em Goiânia durante 2023
GOE2
Confronto deixa 2 PMs baleados e 3 suspeitos de homicídio mortos em Corumbaíba
GOE1
Preços do hortifruti variam até 759% em Goiânia, aponta Procon
GO1
Paciente internado à força morre a caminho de clínica de reabilitação, em Caldas Novas
GO 3
TSE decide a favor do PRTB e vereadores Bruno Diniz e Santana Gomes devem voltar à Câmara de Goiânia
GO 2
Polícia prende cuidadora que maltratava idosa e filha com necessidades especiais
GO 1
Vilmar Rocha estimula candidatura de Ademir Menezes pelo PSD em Aparecida: “Nome natural”

Leilão de arroz: presidente da Comissão de Agricultura fala em fraude

Ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, prestou esclarecimentos à Comissão na Câmara sobre leilão para compra de arroz feito pelo governo O presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, deputado Evair Vieira de Melo (PP-ES), chamou o leilão de arroz realizado pelo governo federal de “esquema fraudulento”. O

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.