16/06/2024

Colheita de soja no DF deve ultrapassar 318 mil toneladas neste ano

Resultado da safra representa aumento de quase 2% em relação ao ciclo anterior e é considerado um dos maiores para a produção local

A produção de soja no Distrito Federal está se concretizando como uma das maiores nos últimos anos. Para a safra 2022/2023 é esperado um aumento de 1,7% na colheita dos grãos, totalizando 318,5 mil toneladas de soja produzida em solo brasiliense. No ciclo anterior, o resultado total foi de 313,2 mil toneladas. A área de plantio teve acréscimo de 2,3% – passou de 84,2 mil hectares para 86,1 mil hectares entre uma safra e outra.

As informações são do 9º Levantamento da Safra de Grãos 2022/2023, elaborado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A estimativa para a produção foi elaborada após a pesquisa de campo, realizada na última semana de maio.

“No Distrito Federal, cerca de 30% a 40% do que é produzido anualmente de soja é destinado a semente. E é uma semente básica, que tem o maior grau de relevância em termos de pureza genética, que é encaminhada para multiplicação aos Estados de Mato Grosso, Bahia, Minas Gerais, Maranhão e Tocantins”Rafael Bueno, secretário-executivo de Agricultura

Em âmbito nacional, a soja também se destaca em relação ao crescimento. “O Brasil deverá colher nesta safra 155,7 milhões de toneladas, 24% superior ao obtido na última safra, em uma área cultivada de 44.031,7 mil hectares, confirmando, novamente, recordes históricos de área de plantio, produtividade e produção”, aponta o boletim da Conab.

As colheitas dos grãos, desde a semeadura até o transporte ao consumidor final, recebem o apoio do Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e da Secretaria de Agricultura (Seagri). As duas entidades atuam juntas com políticas públicas que ajudam todo o setor agrícola da capital, para que os produtores alcancem melhor rendimento na colheita.

O secretário-executivo de Agricultura, Rafael Bueno, afirma que a cadeia de soja no DF se diferencia dos demais Estados brasileiros. “No Distrito Federal, cerca de 30% a 40% do que é produzido anualmente de soja é destinado a semente. E é uma semente básica, que tem o maior grau de relevância em termos de pureza genética, que é encaminhada para multiplicação aos Estados de Mato Grosso, Bahia, Minas Gerais, Maranhão e Tocantins”, explica.

Bueno ressalta que a pasta é parceira do produtor, implantando iniciativas de proteção e incentivo aos cultivos. “A soja é um dos principais produtos que temos hoje dentro da agricultura em larga escala no Distrito Federal, com o produtor batendo recorde de produção por área, que vem do alto grau tecnológico empregado nas lavouras”, diz.

Entre as ações, ele destaca a manutenção das estradas e o sistema de acompanhamento de plantas daninhas invasoras. “Nós também implantamos o vazio sanitário para a soja para a diminuir a ocorrência da ferrugem asiática e de outras doenças que podem se propagar de um ano safra para o outro em plantas baixas que acabam nascendo na lavoura”, completa.

Supersafra

O gerente de Desenvolvimento Agropecuário da Emater, Alessandro Rangel, afirma que os dados confirmam a super safra deste ano em todo o país. “A soja tem se expandido tanto em produtividade como em área de plantio. Muitas áreas que eram destinadas a outras culturas estão sendo cedidas ao produto, com os produtores desistindo da atividade de hortaliças, por exemplo”, diz. “A Emater oferece toda a assistência técnica necessária ao cultivo, em parceria com diversos órgãos”.

Tendo em vista a alta disponibilidade do insumo no mercado, observa-se uma queda no preço por saca, conforme explica Rangel. Segundo ele, no ano passado, uma saca era comercializada por até R$ 200, enquanto, neste ano, o valor caiu pela metade. “O produtor agrícola é acostumado com as oscilações de mercado, é um brasileiro nato que não desiste nunca. Tivemos grandes lucros por três anos seguidos, mas veio a perda”, observa.

O engenheiro agrônomo e um dos principais produtores de soja do DF, Cláudio Malinski, avalia que o clima do DF foi favorável para a produção neste ano. “As chuvas foram bem regulares, ajudando no plantio. Eu, particularmente, consegui colher mais de 80 sacas de soja por hectare. Mas a média da região foi de 68 sacas, mas que também é um número elevado”, afirma.

Localizada no Núcleo Rural Jardim, na região do Paranoá, a propriedade tem 84 hectares destinados ao cultivo do insumo. Malinski também é o responsável técnico da Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal (Coopa-DF), que reúne 180 associados. A entidade conta com a assistência técnica da Emater.

Outras previsões

O 9º Levantamento da Safra de Grãos 2022/2023 da Conab também traz informações sobre o desenvolvimento de outras culturas no DF. Destaque para o girassol, que deve ter acréscimo de 17,3% na produtividade e de 15,4% na colheita. “A área semeada se mantém nos 700 hectares, semelhante ao cultivado na safra anterior. (…) As lavouras estão em fase reprodutiva, apresentando boas condições fitossanitárias”, avalia o relatório.

No caso do milho, observa-se crescimento de 2,1% na colheita das duas primeiras safras. Já sobre o trigo, o boletim aponta que “o cereal está em fase inicial de desenvolvimento vegetativo e perfilhamento, apresentando boas condições fitossanitárias, podendo expressar produtividades acima da média das safras anteriores”. Espera-se, portanto, alta de 1,9% na colheita da cultura.

De acordo com o gerente de Desenvolvimento Agropecuário da Emater, Alessandro Rangel, “a soja tem se expandido tanto em produtividade como em área de plantio. Muitas áreas que eram destinadas a outras culturas estão sendo cedidas ao produto, com os produtores desistindo da atividade de hortaliças, por exemplo”

| Fotos: Wenderson Araújo/CNA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
Policial penal é o primeiro do DF a liderar curso de ação tática especial
Policial penal é o primeiro do DF a liderar curso de ação tática especial
Escolas rurais encontram no asfalto um aliado para a educação
Escolas rurais encontram no asfalto um aliado para a educação
Semana começa com 227 vagas nas agências do trabalhador
Semana começa com 227 vagas nas agências do trabalhador
Campanha no metrô alerta para a violência contra a mulher
Campanha no metrô alerta para a violência contra a mulher
Projeto do GDF é premiado em fórum de nutricionistas da assistência social
Projeto do GDF é premiado em fórum de nutricionistas da assistência social
Recuperação da Avenida Sayonara irá beneficiar 8 mil motoristas no Gama
Recuperação da Avenida Sayonara irá beneficiar 8 mil motoristas no Gama
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) anuncia um novo recorde anual de temperatura em todas as estações do Distrito Federal
O Inmet anuncia um novo recorde de temperatura em todas as estações do Distrito Federal
Vacinação para todas as idades no Parque da Cidade vai até domingo
Vacinação para todas as idades no Parque da Cidade vai até domingo
DF3
Programa de microcrédito do governo gerou quase mil empregos em 2023
Alunas do DF conquistam ouro em etapa da Olimpíada Brasileira de Geografia
Alunas do DF conquistam ouro em etapa da Olimpíada Brasileira de Geografia

Justiça expede mandado de prisão contra Maurício Sampaio

Defesa prepara um novo habeas corpus O Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) expediu na tarde desta sexta-feira (14), os mandados de prisão de Maurício Sampaio e policial militar reformado Ademá Figueiredo, condenados pelo assassinato do radialista Valério Luiz de Oliveira em 2012. O despacho foi assinado pelo juiz Lourival

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.