19/05/2024

Com 19 votos a favor, CLDF aprova reajuste do IPTU e IPVA de 5,97%

 Emenda acatada pelo plenário da CLDF limitou o índice de
correção dos impostos a 5,97% do valor lançado no exercício de 2022. O GDF
tinha proposto reajuste de 7,19%


Deputado
distrital Agaciel Maia (PL) discursa durante aprovação de reajuste do IPVA e
IPTU de 2023 na CLDF – (crédito: Reprodução/CLDF)

Em primeiro
turno, a Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF) aprovou, na noite
desta terça-feira (13/12), um reajuste de 5,97% do valor de correção do Imposto
Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto sobre Propriedades de Veículos
Automotores (IPVA) para o ano que vem. O GDF tinha proposto índice de 7,19%
para o Projeto de Lei (PL) nº 3.023 de 2022, mas 19 parlamentares votaram
contra e decidiram por reduzir a taxa.

O Bloco
Democracia e Resistência (PT/PSoL) apresentou a emenda que limita o IPTU ao
Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado de dezembro de 2021 a
novembro de 2022, com índice de 5,97% no fim das contas do contribuinte. Esse
percentual deverá ser aplicado desde que mantidas inalteradas as
características físicas e jurídicas do imóvel.

Segundo o
relator do projeto na CEOF, deputado Agaciel Maia (PL), o impacto da redução da
correção do IPTU será de R$ 255 milhões. O distrital ponderou que isso vai
obrigar o governo a avaliar onde irá cortar despesas, mas, por outro lado, a
medida também poderá evitar o aumento da inadimplência. “Terá muito mais
efetividade na receita. Não adianta a gente elevar o valor do IPVA e IPTU
substancialmente além dos índices que a população teve, seja comerciante,
servidor público ou de qualquer categoria”, avalia o presidente da comissão.

Sobre a redução
também no IPVA, Maia explicou a mudança em cima da redução na tabela Fipe —
Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) —, de 5%. “Sabemos que o
parâmetro da Fip não é mais de mercado. Houve uma estagnação da produção de
automóveis novos e os usados subiram substancialmente. Vai ser bom para os
vendedores, que geram emprego, porque tendo um IPVA menor, vão vender mais, e
vai ser bom para a população, que vai pagar menos”, analisa.

Para o deputado
Chico Vigilante (PT), a redução do índice de correção é uma forma de se fazer
justiça social. “Eu não conheço nenhuma categoria de trabalhador que tenha tido
aumento acima da inflação, a maioria sequer teve aumento”, declarou em
plenário.

Exigência de
reajuste no salário mínimo

O projeto foi
aprovado, mas teve dois votos contrários, da deputada Júlia Lucy (União Brasil)
e do deputado Professor Reginaldo Veras (PV). Ambos argumentaram que o imposto
não deveria ter qualquer aumento. O parlamentar almeja que as correções sejam
feitas também para o salário mínimo dos trabalhadores com carteira assinada.
“Qual foi o percentual de correção do salário mínimo? Abaixo dos índices
inflacionários. O que está se discutindo é a perda de receita do governo.
Ninguém discute a perda de receita do trabalhador”, contrapôs o parlamentar.

Júlia Lucy, por
sua vez, exige que o GDF consiga equilibrar as contas por meio de uma gestão
mais eficiente, revendo contratos e cortando despesas onde é possível.
“Jogar (os impostos) na conta da população não é o suficiente. Estamos em
um período complicado, com endividamento alto na sociedade”, opina a
deputada do União Brasil. Em dezembro de 2021, o reajuste dos dois impostos foi
aprovado em segundo turno com índice de 10,42%. A taxa ficou abaixo dos 22%
previstos inicialmente pelo GDF.

A parlamentar
cita que cumpre um mandato pautado contra aumentos de impostos durantes os
últimos quatros anos. “Atravessamos recentemente um período de pandemia
que devastou milhares de empregos. Não é justo que o trabalhador arque com mais
tributos, neste momento”, finaliza Lucy.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
Policial penal é o primeiro do DF a liderar curso de ação tática especial
Policial penal é o primeiro do DF a liderar curso de ação tática especial
Escolas rurais encontram no asfalto um aliado para a educação
Escolas rurais encontram no asfalto um aliado para a educação
Semana começa com 227 vagas nas agências do trabalhador
Semana começa com 227 vagas nas agências do trabalhador
Campanha no metrô alerta para a violência contra a mulher
Campanha no metrô alerta para a violência contra a mulher
Projeto do GDF é premiado em fórum de nutricionistas da assistência social
Projeto do GDF é premiado em fórum de nutricionistas da assistência social
Recuperação da Avenida Sayonara irá beneficiar 8 mil motoristas no Gama
Recuperação da Avenida Sayonara irá beneficiar 8 mil motoristas no Gama
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) anuncia um novo recorde anual de temperatura em todas as estações do Distrito Federal
O Inmet anuncia um novo recorde de temperatura em todas as estações do Distrito Federal
Vacinação para todas as idades no Parque da Cidade vai até domingo
Vacinação para todas as idades no Parque da Cidade vai até domingo
DF3
Programa de microcrédito do governo gerou quase mil empregos em 2023
Alunas do DF conquistam ouro em etapa da Olimpíada Brasileira de Geografia
Alunas do DF conquistam ouro em etapa da Olimpíada Brasileira de Geografia

Milhares de fieis prestigiam Festa do Divino, em Planaltina

Segunda maior celebração religiosa da região recebeu mais de R$ 1,2 milhão de investimento do GDF; festejos continuam neste domingo (19) Símbolo da fé brasiliense, a Festa do Divino Espírito Santo, em Planaltina, reuniu milhares de devotos neste sábado (18). O festejo começou logo cedo com a tradicional cavalgada –

Leia mais...

Escola Técnica de Santa Maria forma 169 alunos da primeira turma.

A deputada distrital Jaqueline Silva, emocionada, manifestou grande satisfação por mais essa conquista para a cidade. A deputada Jaqueline Silva declarou com emoção: “Não há palavras para expressar a minha satisfação em ver essa grande conquista beneficiando tantas pessoas.” Ela se referia à formatura de 169 alunos das primeiras turmas

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.