28/02/2024

Distrito Federal realiza derrubada de 400 barracos em Santa Maria

 Desde a terça-feira
(7/3), cerca de 750 edificações em lona e madeira, que ocupam espaço próximo a
condomínio, estão sendo removidos. De acordo com os ocupantes, agentes do DF
legal não apresentaram nenhuma documentação para realizar a ação


(crédito: Ed Alves/CB/D.A.Press)

No fim da manhã desta quarta-feira (8/3), a Secretaria de
Proteção da Ordem Urbanística (DF Legal) em conjunto com equipes da Polícia
Militar do DF deu continuidade a uma ação de despejo em uma ocupação em Santa
Maria (DF), no Setor Total Ville. A área mais de 750 barracos foram derrubados.

Segundo os ocupantes, a PM e o DF Legal agiram de forma
violenta disparando balas de borracha contra as famílias no local. Ao Correio,
os presentes descreveram as ações como agressivas que deixaram crianças e
mulheres feridas. “Do nada eles chegaram aqui e começaram as derrubadas. Sem
nenhuma documentação, sem avisar simplesmente iniciaram tacando tiros na gente.
Não tivemos o menor amparo e nem auxílio dos bombeiros que estavam no local”,
disse Cleonice de Souza que mora no local a pelo menos três meses.

Ela conta que durante a ação, as mulheres chegaram a
fazer uma ‘barreira’ e começaram a rezar em direção a corporação que , segundo
ela, respondeu com bombas e tiros de borracha. “Foi uma covardia, perdemos
tudo , nossas roupas, comidas, pertences. Não deram tempo para nada, não
conseguimos tirar   nossas coisas”.
Cleonice reforça que a maioria das famílias que estavam no local praticavam
cultivo de agricultura familiar e que agora está completamente perdida. 

A ativista do coletivo Mais de Nós, Mona Nascimento,
acompanha a operação desde do início e conta que os agentes do DF Legal apenas
informaram que o despejo era ordem administrativa e começaram a derrubar os
barracos. E após isso, os pertences dos moradores foram levados por um
caminhão. “Eles chegaram e fecharam todas as entradas, ontem. Ninguém entrava e
ninguém saía. Hoje foi a mesma coisa, começaram a derrubar os barracos e
disparar bala de borracha em todo mundo”, afirma. Segundo ela, no local haviam
cerca de 900 famílias.

Segundo a DF Legal, a ação visa coibir uma ”ocupação
irregular em um condomínio informal.” De acordo com a pasta, antes do início da
ação, o proprietário da área foi notificado para que realizasse a remoção das
construções, por meio de intimação demolitória. Como houve o descumprimento,
ele será responsabilizado, multado e arcará com todos os custos do Estado com
os dois dias de operação.  O órgão
confirmou que os moradores não foram notificados por se tratar de uma área
particular.

A pasta informou, ainda, que alguns ocupantes chegaram a
criar barricadas e atearam fogo em entulhos. Cerca de 30 servidores da pasta
atuam na retirada dos mais de 400 barracos que ainda restaram. No primeiro dia
foram removidas cerca de 250 edificações precárias, erguidas em lona e madeira.
O órgão completa informando que 
“são poucos os barracos que estão ocupados de fato”.

Por volta das 13h, a Secretaria da Desenvolvimentismo
Social iniciou uma ação de cadastramento dos moradores em programas de
acolhimento e albergues.

Donos do terreno

O advogado Mário Gomes, representante da empresa MC
Magalhães, dona do terreno, afirma que as pessoas foram liberadas pela
companhia a estar no local por meio de um contrato de arrendamento de terra.
Além disso, ele esclarece que a MC Magalhães nunca fez um pedido ao GDF de
remoção de barracas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
LICITAÇÃO
GDF abre licitação para aquisição de novos robôs antibomba da PMDF
Rede de atendimento a acidentes com animais venenosos tem 11 unidades no DF
Rede de atendimento a acidentes com animais venenosos tem 11 unidades no DF
Pavimentação da VC-456 beneficia cerca de 10 mil motoristas
Pavimentação da VC-456 beneficia cerca de 10 mil motoristas
campanha gari sangue bom
Campanha Gari Sangue Bom incentiva aumento de doadores
brasil
Eduardo Leite ingressa com representação no MP contra Jean Wyllys por declarações homofóbicas
ESPORTE
Clubes sul-americanos acionam Vasco na Fifa por dívidas milionárias
SANTA MARIA
Santa Maria-GDF investe R$ 2 milhões no cercamento do Parque Ecológico de Santa Maria
CRISE
Crise com o Congresso deixa ministros palacianos sob pressão por demissão
HOSP PSIQUIÁTRICO
Podemos vai ao STF contra fechamento de hospitais de custódia psiquiátricos
ESPORTE
Vira vira: Furacão bate o Botafogo; Galo aumenta crise no Timão

Faço da prioridade da população a minha prioridade.

Bem articulado com todos os Poderes de Novo Gama, dentre eles o Executivo,  com DF e demais município do Entorno, Renato Caldas mostra a que veio. Renato Caldas é reconhecido como um dos vereadores mais atuantes de Novo Gama. Sua dedicação e comprometimento com a comunidade são admiráveis, sempre buscando

Leia mais...

Combate à dengue é tema de quatro cursos online para servidores

Formações são indicadas para profissionais da educação e da saúde. As aulas são gratuitas e online, podendo ser assistidas a qualquer momento pelos participantes A Escola Superior de Ciências da Saúde (Escs) oferece quatro cursos relacionados ao combate à dengue para servidores da saúde e da educação. As capacitações são

Leia mais...

DF ultrapassa um milhão de cadastros atualizados no SUS

Mais de 97% das atualizações do Recadastra SUS foram feitas presencialmente; com dados dos usuários mais confiáveis, a rede pública consegue otimizar a fila de espera por exames e consultas Sete meses após lançar a campanha Recadastra SUS, o Distrito Federal chegou a 1.054.928 cadastros atualizados no Sistema Único de

Leia mais...

Caesb disponibiliza serviço gratuito de autoleitura de hidrômetros

Todos os clientes da companhia podem aderir à iniciativa, especialmente aqueles que não conseguem receber leiturista em casa durante o dia Pensando no conforto e bem-estar dos brasilienses, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) disponibiliza o serviço de autoleitura, no qual o próprio usuário fornece a leitura

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.