17/04/2024

Em 2024, Lula irá conciliar atividades eleitorais, viagens pelo Brasil e compromissos relacionados à agenda ambiental.

Lula pretende fortalecer a base política para apoiar possíveis candidaturas do PT e consolidar palanques para as eleições presidenciais de 2026.

O segundo ano do terceiro mandato de Lula será dedicado a assuntos domésticos, seguindo os primeiros 12 meses com uma ênfase significativa em questões internacionais.

Após um ano de reestruturação de políticas públicas e a proclamada “volta do Brasil ao mundo” pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a ênfase do chefe do Planalto para 2024 estará nas viagens pelo país, especialmente durante as eleições municipais. Lula planeja dialogar com prefeitos, governadores e empresários sobre parcerias para obras e políticas públicas federais.

Essa orientação foi comunicada pelo presidente durante a última reunião ministerial ampliada de 2023, destacando sua intenção de focar mais no cenário interno após um ano com intensa agenda internacional. Com 15 viagens para 24 países e aproximadamente 150 encontros bilaterais no primeiro ano de mandato, Lula pretende fortalecer a base política para apoiar possíveis candidaturas do PT e consolidar palanques para as eleições presidenciais de 2026.

Neste contexto, as eleições municipais de 2024 ganham destaque, e o PT busca formar alianças estratégicas para apoiar candidatos, inclusive em grandes colegiados como São Paulo, onde Guilherme Boulos (PSol) é pré-candidato. Lula se comprometeu a ser um “bom cabo eleitoral” e destacou a importância de alianças partidárias para o sucesso eleitoral, citando sua experiência na chapa presidencial de 2022 com Geraldo Alckmin (PSB).

Além das atividades eleitorais, o presidente planeja intensificar a fiscalização de obras financiadas pelo Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e fortalecer laços com prefeitos e governadores. Também pretende avaliar minuciosamente o uso dos recursos de cada ministério, buscando eficiência na execução de obras de interesse público.

Outro ponto importante na agenda de 2024 será a preparação para a 30ª Conferência do Clima das Nações Unidas (COP), que será sediada em Belém, no Pará, em 2025. Lula busca consolidar a imagem do Brasil como uma liderança verde, apesar das críticas recebidas na COP28 em Dubai, onde o país aceitou se tornar um “aliado” da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e Aliados (Opep+) a partir de janeiro de 2024.

Embora o foco principal seja o cenário interno, Lula continuará envolvido em questões internacionais até novembro de 2024, pois o Brasil preside o G20. Durante sua presidência, o país buscará priorizar assuntos sociais nos debates financeiros, com ênfase no combate à fome e às desigualdades, preservação ambiental e engajamento com a sociedade civil. A gestão brasileira do G20 incluirá 74 reuniões técnicas e 25 encontros ministeriais, culminando com a cúpula dos líderes em novembro de 2024.

Tribuna Livre, com informações da Secom/PR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Senado vota nesta semana PEC que criminaliza porte de qualquer quantidade de droga
Senado vota nesta semana PEC que criminaliza porte de qualquer quantidade de droga
Rodrigo Pacheco, seus acertos, omissões e intromissões
Rodrigo Pacheco, seus acertos, omissões e intromissões.
Não queremos mulheres na política apenas por cotas, diz Michelle
Não queremos mulheres na política apenas por cotas, diz Michelle.
Pacheco auxilia candidatos do PT a prefeito em Minas e busca apoio para se tornar governador em 2026
Pacheco auxilia candidatos do PT a prefeito em Minas e busca apoio para se tornar governador em 2026
Acusado de chefiar organização criminosa, vereador nega senha de celular ao Gaeco
Acusado de chefiar organização criminosa, vereador nega senha de celular ao Gaeco
Quando polícia pode parar e revistar alguém na rua? O que decidiu o STF
Quando polícia pode parar e revistar alguém na rua? O que decidiu o STF
'Tenho absoluta convicção de sua inocência', diz Eduardo Cunha sobre Brazão
'Tenho absoluta convicção de sua inocência', diz Eduardo Cunha sobre Brazão
PT diz que Lira "compromete liturgia do cargo de presidente da Câmara"
PT diz que Lira "compromete liturgia do cargo de presidente da Câmara"
Dengue chega a 3 milhões de casos; mortes são 1
Dengue chega a 3 milhões de casos; mortes são 1.256
TCU fez alerta ao governo federal sobre saúde dos Yanomamis
TCU fez alerta ao governo federal sobre saúde dos Yanomamis
FAB intercepta avião clandestino em Rondônia
FAB intercepta avião clandestino em Rondônia
Dengue chega a 3 milhões de casos; mortes são 1
Dengue chega a 3 milhões de casos; mortes são 1.256

Ceilândia ganha mais uma tenda para pacientes com suspeita de dengue

A partir desta terça (16), estrutura de acolhimento irá atender diariamente, das 7h às 19h, ofertando triagem, consultórios, farmácias e sala de hidratação Ceilândia recebe, nesta terça-feira (16), mais uma tenda de acolhimento a pacientes com dengue. A estrutura, localizada no estacionamento do Hospital Regional de Ceilândia (HRC), realizará atendimentos

Leia mais...

Licitação do viaduto de acesso a Planaltina tem data marcada

Propostas serão entregues eletronicamente no dia 15 de julho; com investimento de R$ 65,6 milhões, obra viária vai beneficiar cerca de 90 mil motoristas, além dos ciclistas que trafegam pela região O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) publicou nesta segunda-feira (15), no Diário Oficial do Distrito

Leia mais...

Rodrigo Pacheco, seus acertos, omissões e intromissões.

Com mais desacertos do que acertos, as pessoas de bem procuram entender aonde Pacheco quer chegar. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, pressionado tanto por Senadores quanto deputados, se viu obrigado a se manifestar  uma continuada tendência do Supremo Tribunal Federal (STF) em usurpar as atribuições dos parlamentares. A Pressão

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.