19/05/2024

Famílias de criança e adolescentes mortos por descarga elétrica pedem justiça

 Corpos das vítimas que morreram eletrocutadas, em
Ceilândia, foram enterrados na tarde desse domingo (11/12), em Planaltina.
Irmão de um dos adolescentes atingidos disse que empresa responsável pelo
serviço de energia elétrica será processada


Sepultamento da criança e dos dois adolescentes que
morreram eletrocutadas na sexta-feira (9/12) – (crédito: Correio Braziliense)

Emocionados e pedindo por justiça, os familiares de
Karina Madureira da Silva, 17 anos, Kelvin Michel Madureira de Andrade, 14, e
Sophia Emanuelly Batista Madureira, 5, sepultaram os corpos das vítimas, que
morreram eletrocutadas ao serem atingidas por um fio de alta tensão, em
Ceilândia, na sexta-feira (9/12). O enterro aconteceu na tarde desse domingo
(11/12), no Cemitério Campo da Esperança, em Planaltina. Moradores da QNP 24,
onde o acidente ocorreu, afirmam que haviam pedido a substituição do fio há
seis meses, mas a empresa responsável só fez um reparo e, mesmo depois, o
defeito persistiu. Na noite desse domingo, a Neoenergia divulgou uma nota, na
qual afirma que o local passou por manutenção em agosto e que todos os problemas
foram corrigidos.

A tia avó de Karina, Marlene Santos de Barros, 60, disse
que a família está abalada e revoltada com a situação que levou os dois
adolescentes e a criança a óbito. “Karina morreu com 17 anos, era muito
nova. Caçula de quatro filhos, ela dava conselhos à mãe. Descer de um ônibus,
dar poucos passos e morrer eletrocutado é uma tragédia”, lamentou Marlene,
com os olhos marejados. A aposentada contou ainda que Karina, Kelvin e Sophia
eram muito unidos e faziam tudo juntos.

“A gente quer justiça. Vamos processar a
empresa”, afirmou o auxiliar de serviços gerais Rafael Madureira, 42, um
dos oito irmãos de Kelvin. “Ele sonhava em ser policial. Dos filhos da
minha mãe, era o único que estudava”, acrescentou Rafael, ao falar sobre
os planos que o adolescente tinha para o futuro. Segundo ele, a mãe ficou
sabendo do ocorrido ao ligar para o número do jovem e ser atendida por um
socorrista do Corpo de Bombeiros (CBMDF). “Meu irmão estava demorando para
chegar em casa, por isso, minha mãe ficou preocupada e telefonou”, relatou
Rafael. “Kelvin era um menino extrovertido, que gostava de ir à
igreja”, disse Michely Madureira, 30, também irmã do adolescente e
cuidadora de crianças.

 

Homenagem

O Centro de Ensino Fundamental 14, de Ceilândia, onde
Kelvin estudava, manifestou consternação, em nota divulgada nas redes sociais:
“O CEF14, por meio da direção, professores, demais servidores e
estudantes, lamenta esta perda e deseja que os familiares, amigos e colegas
sejam confortados neste momento. Sem dúvida, o Kelvin deixará uma grande
saudade em nossos corações”. Policiais civis da 16ª Delegacia de Polícia,
de Planaltina, foram ao velório como forma de honrar o jovem, que queria fazer
parte da corporação.

A pedido da família, antes do sepultamento, os serviços
funerários levaram os corpos das três vítimas até o Complexo Penitenciário da
Papuda para que o pai de Sophia, Victor Hugo, 28, pudesse se despedir. Ele está
preso por tráfico de drogas e soube da morte da filha pela TV.

A Neoenergia pagou as despesas funerárias e disse que
colocou à disposição da família profissionais de assistência social e
psicológica, que, segundo a empresa, estariam prestando suporte aos parentes em
todas as etapas do luto. Familiares confirmaram que a companhia arcou com os
custos dos enterros, mas que não estão recebendo qualquer outro tipo de
assistência.

Investigação

Na sexta-feira, Karina e Sophia foram juntas para
Ceilândia, onde Kelvin morava com a mãe. O jovem tinha ido ao terminal para
buscá-las e, quando os três seguiam em direção à casa dele, foram atingidos
pela descarga elétrica e não resistiram. Kelvin era tio de Karina, moradora de
Planaltina, e primo de Sophia, que vivia em Céu Azul (GO).

Alex Pereira de Sousa, 41, que passava de carro na
quadra, parou para tentar ajudar, mas também acabou atingido pela descarga
elétrica. Segundo a Polícia Civil (PCDF), ele foi levado para o hospital e está
fora de perigo.

A 23ª DP, do P Sul, investiga os fatos. De acordo com o
delegado Luiz Gustavo Ferreira, a corporação aguarda os laudos oficiais da
Seção de Engenharia Legal e Meio Ambiente (Selma), um setor especializado da
PCDF que analisa o caso. “Ainda não temos resultados de perícia, que
costumam demorar, no mínimo, 30 dias. Em relação aos familiares, durante a
semana vamos agendar as oitivas. Eles estão em um momento de luto, enterrando
as vítimas. Logo teremos as versões deles”, antecipou.

Como parte da apuração, o delegado esteve, na tarde de
sábado (10/12), na QNP 24. Ele relembrou que o local “virou uma praça de
guerra” e que foi necessário chamar a Divisão de Operações Especiais (DOE)
da Polícia Civil para isolar a área, porque os moradores ficaram muito
revoltados e arremessaram pedras nos bombeiros que atendiam a ocorrência.

Perigo recorrente

Moradores da QNP 24 afirmam que, há seis meses,
procuraram a Neoenergia, empresa responsável pelo serviço de energia elétrica
no DF, para pedir a troca do fio de alta tensão que despencou. Os relatos são
de que a companhia foi posteriormente ao local, mas, em vez de substitui-lo, fizeram
um “remendo” e a fiação continuava “fazendo barulho e soltando
faíscas”. Na manhã seguinte às mortes, a empresa fez a troca. Os moradores
estavam sem energia elétrica desde a véspera, em decorrência do acidente.

Em nota enviada à imprensa, a Neoenergia rebateu as
denúncias. De acordo com a companhia, neste ano, nas proximidades da região,
houve “somente três chamados para manutenção em componentes da rede de
média tensão”. Todos, segundo a empresa, foram atendidos conforme os
critérios de segurança, nos próprios dias em que foram feitos.

Conforme a nota, a rede elétrica da região foi
inspecionada em agosto e que todos os pontos identificados como de risco foram
corrigidos. A Neoenergia afirmou que está apurando as causas da ocorrência e
que, até o momento, as  prováveis causas
do acidente são “quedas de raio, ventos fortes, grande volume de chuvas e
outros fatores externos”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
Policial penal é o primeiro do DF a liderar curso de ação tática especial
Policial penal é o primeiro do DF a liderar curso de ação tática especial
Escolas rurais encontram no asfalto um aliado para a educação
Escolas rurais encontram no asfalto um aliado para a educação
Semana começa com 227 vagas nas agências do trabalhador
Semana começa com 227 vagas nas agências do trabalhador
Campanha no metrô alerta para a violência contra a mulher
Campanha no metrô alerta para a violência contra a mulher
Projeto do GDF é premiado em fórum de nutricionistas da assistência social
Projeto do GDF é premiado em fórum de nutricionistas da assistência social
Recuperação da Avenida Sayonara irá beneficiar 8 mil motoristas no Gama
Recuperação da Avenida Sayonara irá beneficiar 8 mil motoristas no Gama
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) anuncia um novo recorde anual de temperatura em todas as estações do Distrito Federal
O Inmet anuncia um novo recorde de temperatura em todas as estações do Distrito Federal
Vacinação para todas as idades no Parque da Cidade vai até domingo
Vacinação para todas as idades no Parque da Cidade vai até domingo
DF3
Programa de microcrédito do governo gerou quase mil empregos em 2023
Alunas do DF conquistam ouro em etapa da Olimpíada Brasileira de Geografia
Alunas do DF conquistam ouro em etapa da Olimpíada Brasileira de Geografia

Milhares de fieis prestigiam Festa do Divino, em Planaltina

Segunda maior celebração religiosa da região recebeu mais de R$ 1,2 milhão de investimento do GDF; festejos continuam neste domingo (19) Símbolo da fé brasiliense, a Festa do Divino Espírito Santo, em Planaltina, reuniu milhares de devotos neste sábado (18). O festejo começou logo cedo com a tradicional cavalgada –

Leia mais...

Escola Técnica de Santa Maria forma 169 alunos da primeira turma.

A deputada distrital Jaqueline Silva, emocionada, manifestou grande satisfação por mais essa conquista para a cidade. A deputada Jaqueline Silva declarou com emoção: “Não há palavras para expressar a minha satisfação em ver essa grande conquista beneficiando tantas pessoas.” Ela se referia à formatura de 169 alunos das primeiras turmas

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.