26/05/2024

Ibaneis sobre acampamento no QG: “Vamos acelerar a desmobilização”

 Ibaneis Rocha
informou, nesta terça, que o GDF conversa com o Exército e que 40 barracas já
foram retiradas do QG em Brasília


O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB),
disse que a Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF) conversa com o Exército
para “acelerar a desmobilização” de bolsonaristas no acampamento do
Quartel-General em Brasília. De acordo com o chefe do Executivo local, já foram
retiradas 40 barracas, e a ideia é que até o dia da posse, 1º de janeiro, haja
redução “de forma natural”.

A declaração de Ibaneis foi feita em coletiva de imprensa
no Palácio do Buriti, na manhã desta terça-feira (27/12). Na ocasião, o futuro
ministro da Justiça, Flávio Dino, anunciou que o DF contará com 100% das forças
de segurança mobilizadas para atuar na cerimônia da posse de Luiz Inácio Lula
da Silva (PT).

José Múcio Monteiro, nome indicado por Lula para a Defesa,
também esteve na coletiva de imprensa e disse que a retirada do acampamento
ocorrerá de forma gradual. “Não vamos tirar ninguém na marra”, pontuou.

Esquema de segurança

Após manifestações antidemocráticas e tentativa de ataque
terrorista na capital da República ao longo de dezembro, o esquema de proteção
na data tornou-se uma preocupação maior.

“Nós já vínhamos trabalhando a questão da posse em
conjunto com a PF. Estaremos com todo efetivo da PMDF (Polícia Militar) de
prontidão e a PCDF (Polícia Civil) também no apoio, infiltrado durante todo o
movimento, principalmente pelos últimos acontecimentos”, frisou Ibaneis. 

De acordo com o governador, existe uma preocupação em relação
à prisão do empresário bolsonarista George Washington, que confessou ter armado
uma bomba em um caminhão-tanque perto do Aeroporto de Brasília.

“Aguardamos novas operações até a data da posse para que
possamos desmobilizar esses movimentos. Temos consciência de que o Exército vem
cuidando disso diariamente desmontando parte dos acampamentos. Para trazer um
movimento de mais tranquilidade. Não só para o momento da posse, mas para os
próximo quatro anos. Não consideramos como movimento legítimo o que vem
acontecendo. Queremos ter a pacificação da nossa cidade e do nosso país”,
acrescentou.

O governador tranquilizou a população quanto à segurança
no dia 1º de janeiro. Está prevista uma série de shows durante todo o dia,
antes da solenidade oficial de posse do presidente eleito.

 “Todas as polícias
do DF e equipamentos estarão mobilizados para o evento para que tenhamos um
ambiente de posse o mais tranquilo possível. A gente espera que esses
movimentos voltem para dentro da normalidade. É exatamente nesse sentido que
nós vamos trabalhar, não só agora para a posse, mas também nós próximos quatro
anos. De modo que a gente possa ter a pacificação da nossa cidade, a
pacificação da nosso país”, disse o emedebista.

Também na reunião, o futuro ministro da Justiça, Flávio
Dino, afirmou que todo o governo de transição está debruçado sobre a segurança
na capital federal. “Não irão emparedar a democracia no Brasil. Não terão
espaço, não venceram e não vencerão”, disse. “Terá mobilização integral, 100%
das forças policiais do DF para garantir segurança a Lula, delegações
estrangeiras e aos que virão a posse.”

Dino explicou que a decisão de Lula de desfilar em carro
aberto ou fechado na posse será tomada após o almoço do dia 1º. “Os dois
cenários estarão em aberto no dia, inclusive por fatores climáticos. Como
podemos ver, chove muito em Brasília nos últimos dias.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
Policial penal é o primeiro do DF a liderar curso de ação tática especial
Policial penal é o primeiro do DF a liderar curso de ação tática especial
Escolas rurais encontram no asfalto um aliado para a educação
Escolas rurais encontram no asfalto um aliado para a educação
Semana começa com 227 vagas nas agências do trabalhador
Semana começa com 227 vagas nas agências do trabalhador
Campanha no metrô alerta para a violência contra a mulher
Campanha no metrô alerta para a violência contra a mulher
Projeto do GDF é premiado em fórum de nutricionistas da assistência social
Projeto do GDF é premiado em fórum de nutricionistas da assistência social
Recuperação da Avenida Sayonara irá beneficiar 8 mil motoristas no Gama
Recuperação da Avenida Sayonara irá beneficiar 8 mil motoristas no Gama
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) anuncia um novo recorde anual de temperatura em todas as estações do Distrito Federal
O Inmet anuncia um novo recorde de temperatura em todas as estações do Distrito Federal
Vacinação para todas as idades no Parque da Cidade vai até domingo
Vacinação para todas as idades no Parque da Cidade vai até domingo
DF3
Programa de microcrédito do governo gerou quase mil empregos em 2023
Alunas do DF conquistam ouro em etapa da Olimpíada Brasileira de Geografia
Alunas do DF conquistam ouro em etapa da Olimpíada Brasileira de Geografia

DF amplia malha cicloviária e chega a 687 quilômetros de pistas

‌Desde 2019, foram construídos 220,52 km; capital tem a segundo maior conjunto de vias para ciclistas no país. GDF trabalha para interligar trechos e aumentar a mobilidade da população A malha cicloviária do Distrito Federal tem aumentado nos últimos anos. Atualmente, ela tem uma extensão de 687,12 km, distribuída em

Leia mais...

Marinhas do Brasil e dos EUA realizam operação em apoio ao RS

Operação tem como objetivo transferir doações para as vítimas das enchentes no estado de maneira mais ágil A Marinha do Brasil (MB) conduz, na próxima segunda-feira (27/5), uma operação de apoio à população do Rio Grande do Sul em meio à situação de calamidade pública causada pelas enchentes. A ação

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.