19/06/2024

Indicado por Lula para a Procuradoria-Geral da República (PGR), Gonet conquista a simpatia da oposição.

Paulo Gustavo Gonet, que atua como vice-procurador-geral eleitoral, é discreto, católico e tem perfil conservador - (crédito: Alejandro Zambrana/Secom/TSE)

Mesmo diante de sua aparição em uma audiência que resultou na inelegibilidade de Bolsonaro, o indicado para a Procuradoria-Geral da República desfruta de amplo respaldo por parte dos seguidores do presidente.

O subprocurador Paulo Gustavo Gonet Branco, indicado para liderar a Procuradoria-Geral da República (PGR), recebeu boa aceitação e apoio entre parlamentares da oposição ao governo, especialmente entre os bolsonaristas mais radicais. Reconhecido por sua atuação no Ministério Público Federal (MPF), Gonet é caracterizado por um perfil conservador e católico. Ao contrário do indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF), Flávio Dino, que enfrenta resistência, Gonet tem garantido promessas de votos de parlamentares do PL, sinalizando uma aprovação tranquila no plenário do Senado.

A escolha de Gonet para a PGR foi impulsionada pelo apoio dos ministros do STF Alexandre de Moraes e Gilmar Mendes. O subprocurador, que já foi sócio do ministro Alexandre de Moraes, atua como vice-procurador-geral eleitoral. Seu perfil discreto é visto como uma vantagem, contrastando com a postura mais política do ministro Dino, indicado ao STF.

A sabatina de Gonet está prevista para ocorrer simultaneamente à de Flávio Dino em 13 de dezembro, e sua aprovação dependerá da votação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e posteriormente no Plenário do Senado, onde são necessários pelo menos 42 votos favoráveis.

Embora tenha o apoio dos bolsonaristas, Gonet desempenhou um papel relevante no julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que resultou na inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro em junho deste ano. Ele apresentou um parecer favorável à inelegibilidade, argumentando que Bolsonaro cometeu abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação.

Se confirmada sua indicação, Gonet substituirá Augusto Aras no comando do MPF e será responsável por liderar a instituição. Aos 61 anos, Gonet é natural do Rio de Janeiro, graduou-se em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), fez mestrado e doutorado em Direito Constitucional pela Universidade de Brasília (UnB) e é mestre em Direitos Humanos pela University of Essex, no Reino Unido. Ingressou no Ministério Público em 1987 e, desde 2012, ocupa a posição de subprocurador-geral da República.

Tribuna Livre, com informações da Agência Estado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Congresso prepara pacote contra a impunidade; conheça as propostas
Congresso prepara pacote contra a impunidade; conheça as propostas
Ciro diz a Nunes que PP aceita vice indicado por Bolsonaro e Tarcísio
Ciro diz a Nunes que PP aceita vice indicado por Bolsonaro e Tarcísio
OAB envia a Lira parecer contra PL do Aborto: “Cruel e grosseiro”
OAB envia a Lira parecer contra PL do Aborto: “Cruel e grosseiro”
Com 88% contra, enquete oficial sobre PL Antiaborto alcança 1 milhão de votos
Com 88% contra, enquete oficial sobre PL Antiaborto alcança 1 milhão de votos
Presidente do partido Solidariedade se entrega à Polícia Federal
Presidente do partido Solidariedade se entrega à Polícia Federal
Autor de "PL antiaborto" vai propor aumento da pena de estupro para 30 anos
Autor de "PL antiaborto" vai propor aumento da pena de estupro para 30 anos
Câmara aprova projeto que pode suspender mandato de deputado brigão
Câmara aprova projeto que pode suspender mandato de deputado brigão
Nome de Eurípedes é incluído na lista vermelha da Interpol
Nome de Eurípedes é incluído na lista vermelha da Interpol
Câmara pode votar projeto que equipara aborto ao crime de homicídio
Câmara pode votar projeto que equipara aborto ao crime de homicídio
Confirmado por Haddad: Novo decreto do Banco Central atinge em cheio as poupanças e abala Caixa, Itaú e +
Confirmado por Haddad: Novo decreto do Banco Central atinge em cheio as poupanças e abala Caixa, Itaú e +
Barroso defende gastos do STF com segurança após ida de Toffoli à final da Champions
Barroso defende gastos do STF com segurança após ida de Toffoli à final da Champions
Parlamentares batizam MP de compensação como “do fim do mundo”
Parlamentares batizam MP de compensação como “do fim do mundo”

Defesa Civil do RS divulga balanço após chuvas recentes

No total, entre sexta-feira e hoje (18/6), 22 municípios gaúchos reportaram danos em razão de alagamentos no estado Entre sexta-feira passada e hoje (18/6), 22 municípios gaúchos enfrentaram alagamentos, inundações e deslizamentos de terra, conforme relatório da Defesa Civil estadual. São Luiz Gonzaga foi uma das cidades mais afetadas, com

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.