20/06/2024

Kowloon, a cidade murada que se tornou o local mais densamente povoado do mundo no final do século 20.

Em apenas 2,7 hectares de terra, chegaram a viver até 50 mil pessoas em alguns momentos - (crédito: Getty Images)

A demolição de Kowloon marcou o encerramento de um estilo de vida singular em Hong Kong , uma cidade sem leis e serviços mínimos, mas que ostentava um forte senso de comunidade.

Há três décadas, a demolição da cidade murada de Kowloon marcou o encerramento de um modo de vida singular em Hong Kong. Uma porção de terra, deixada como um enclave em meio à Hong Kong controlada pelos britânicos, transformou-se em um dos lugares mais densamente povoados do planeta, com 2,7 hectares da antiga cidade murada permanecendo nominalmente sob o controle da China continental. Essa peculiaridade transformou o local em uma área sem lei. Passaram-se 26 anos desde a transferência de soberania de Hong Kong do Reino Unido para a China e 30 anos desde a demolição de Kowloon, mas aqueles que viveram nessa cidade abarrotada ainda recordam o sentimento especial de comunidade que ela proporcionava.

Kowloon, com suas origens na dinastia Song (960-1279), passou por diversas fases ao longo dos séculos. Mesmo após a cessão da ilha de Hong Kong para os britânicos em 1842, a cidade murada permaneceu sob controle chinês, tornando-se um local peculiar de ausência legal devido à política britânica de não intervenção. Durante a 2ª Guerra Mundial, Kowloon se transformou em lar de imigrantes e grupos ilegais, expandindo-se verticalmente devido à impossibilidade de expansão horizontal.

A cidade murada tornou-se notória por suas condições de vida precárias, criminalidade, prostituição e consumo de drogas, mas, paradoxalmente, ela abrigava uma comunidade unida que resistiu aos esforços do governo de Hong Kong para expulsá-la. Em 1987, antecipando a devolução de Hong Kong à China, os governos chinês e britânico decidiram demolir a cidade murada.

A demolição iniciou-se em março de 1993, marcando o fim de uma era. Atualmente, a área transformou-se em um parque público memorial com um lago. Embora tenha sido um local de vida difícil, Kowloon permanece uma parte preciosa da história de seus antigos moradores, como Albert Ng, agora pastor em Hong Kong, que ainda sonha em voltar, considerando-a seu lar, gostando ou não dessa realidade.

Tribuna Livre, com informações da BBC NEWS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
O 'inquietante' pacto de proteção mútua entre Rússia e Coreia do Norte
O 'inquietante' pacto de proteção mútua entre Rússia e Coreia do Norte
Como família mais rica do Reino Unido foi parar no banco dos réus por tráfico de pessoas
Como família mais rica do Reino Unido foi parar no banco dos réus por tráfico de pessoas
Faixa de Gaza: Netanyahu reage a racha e dissolve o gabinete de guerra
Faixa de Gaza: Netanyahu reage a racha e dissolve o gabinete de guerra
Quais as intenções de Putin em visita a Kim Jong Un, na Coreia do Norte
Quais as intenções de Putin em visita a Kim Jong Un, na Coreia do Norte
Cúpula de Zelensky pode indicar possível divisão global
Cúpula de Zelensky pode indicar possível divisão global
Tiroteio em parque aquático deixa 9 pessoas feridas nos EUA
Tiroteio em parque aquático deixa 9 pessoas feridas nos EUA
Líderes do G7 liberam juros de ativos russos para ajudar a Ucrânia
Líderes do G7 liberam juros de ativos russos para ajudar a Ucrânia
Mundo bate recorde de refugiados com conflitos no Sudão e em Gaza
Mundo bate recorde de refugiados com conflitos no Sudão e em Gaza
Enfermeira britânica condenada por matar bebês volta a julgamento
Enfermeira britânica condenada por matar bebês volta a julgamento
Conselho de Segurança da ONU apoia plano dos EUA para trégua em Gaza
Conselho de Segurança da ONU apoia plano dos EUA para trégua em Gaza
Macron antecipa eleições na França após vitória da extrema direita na votação para o Parlamento Europeu
Macron antecipa eleições na França após vitória da extrema direita na votação para o Parlamento Europeu
Faixa de Gaza: Hamas ameaça reféns após operação de resgate em Nuseirat
Faixa de Gaza: Hamas ameaça reféns após operação de resgate em Nuseirat

Leilão de arroz: presidente da Comissão de Agricultura fala em fraude

Ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, prestou esclarecimentos à Comissão na Câmara sobre leilão para compra de arroz feito pelo governo O presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, deputado Evair Vieira de Melo (PP-ES), chamou o leilão de arroz realizado pelo governo federal de “esquema fraudulento”. O

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.