21/06/2024

México pede suspensão do Equador na ONU em denúncia apresentada em Haia

O objetivo é "garantir a reparação do dano moral infligido ao Estado mexicano e a seus cidadãos", acrescentou Ministra mexicana na coletiva de imprensa diária do presidente Andrés Manuel López Obrador - (crédito: HANDOUT / MEXICAN PRESIDENCY / AFP)

As forças policiais invadiram a embaixada de Quito na noite da última sexta-feira (5/4) para capturar o ex-vice-presidente equatoriano Jorge Glas, acusado de corrupção e que horas antes havia recebido asilo político do México

O México pediu que o Equador seja suspenso da Organização das Nações Unidas (ONU) no processo que apresentou nesta quinta-feira (11/4) contra o país na Corte Internacional de Justiça (CIJ) pela invasão de sua embaixada em Quito para capturar o ex-vice-presidente equatoriano Jorge Glas.

A sanção deve entrar em vigor “até que seja emitido um pedido público de desculpas reconhecendo as violações dos princípios e normas fundamentais do direito internacional”, disse a ministra mexicana das Relações Exteriores, Alicia Bárcena, ao confirmar a formalização da queixa perante a mais alta corte internacional de justiça das Nações Unidas, com sede em Haia.

O objetivo é “garantir a reparação do dano moral infligido ao Estado mexicano e a seus cidadãos”, acrescentou ela na coletiva de imprensa diária do presidente Andrés Manuel López Obrador.

As forças policiais invadiram a embaixada na noite da última sexta-feira para capturar o ex-vice-presidente equatoriano Jorge Glas, acusado de corrupção e que horas antes havia recebido asilo político do México. Durante a invasão, os agentes agrediram o diplomata mexicano Roberto Canseco.

Como resultado, o governo mexicano rompeu relações com o Equador e anunciou o processo em Haia.

Ao listar as reivindicações do México, Bárcena destacou que ele também busca estabelecer um precedente para que um país que aja como o Equador seja “definitivamente expulso das Nações Unidas”.

Por sua vez, López Obrador disse que esperava que a CIJ agisse rapidamente.

“A Justiça deve ser rápida e ágil, e a imunidade diplomática deve ser garantida (…). Não se pode permitir que ninguém aja dessa forma (…). Se o direito internacional não for respeitado, este será um mundo de gorilas”, enfatizou o líder de esquerda.

Alemanha tenta contato

O processo do México entrará em uma primeira etapa na qual os argumentos de ambos os lados serão ouvidos, explicou Alejandro Celorio, consultor jurídico do Ministério das Relações Exteriores, na mesma coletiva de imprensa.

“Estamos otimistas, o direito internacional apoia o México”, disse o funcionário, que explicou que outros países poderiam intervir no decorrer do processo.

“Temos certeza de que quase todos os Estados apoiam os argumentos do México porque essas são as regras básicas da comunidade internacional”, disse ele.

A queixa foi apresentada um dia depois que a Organização dos Estados Americanos (OEA) condenou “veementemente” a invasão, enfatizando a inviolabilidade das sedes diplomáticas e de seus funcionários.

Celorio acrescentou que a CIJ também foi solicitada a ordenar que o Equador respeitasse a inviolabilidade da embaixada e garantisse sua segurança.

Bárcena disse que a “violação” da Convenção de Caracas sobre asilo político por parte do Equador seria tratada separadamente, embora ela não tenha especificado as medidas. “Isso faz parte de outro processo”, disse ela.

Nesta quinta-feira (11/4), o Ministério das Relações Exteriores da Alemanha disse que estava tentando se comunicar com Glas, que também tem nacionalidade alemã e está em greve de fome, de acordo com sua defesa. Glas, 54 anos, vice-presidente do presidente socialista Rafael Correa (2007-2017), foi hospitalizado por 24 horas na segunda-feira por se recusar a comer dentro da prisão de alta segurança em Guayaquil, de acordo com o serviço penitenciário.

Mas Correa disse que se tratava de uma tentativa de “suicídio”.

O ex-vice-presidente, que em 2017 disse em um programa de rádio que seu avô veio para o Equador “fugindo do nazismo”, foi condenado a oito anos de prisão por dois casos de corrupção.

Em dezembro passado, ele se refugiou na embaixada mexicana em meio a um novo inquérito judicial por suposto desvio de fundos para a reconstrução de cidades costeiras devastadas por um terremoto em 2016, da qual ele era responsável.

Glas cumpriu cinco anos de sua sentença antes de ser liberado em liberdade condicional graças a uma medida cautelar, que o obrigava a se apresentar periodicamente às autoridades.

Tribuna Livre, com informações da Agence France-Presse

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Por que Vietnã desafia os EUA para receber Putin
Por que Vietnã desafia os EUA para receber Putin
Como mudanças climáticas aumentaram em 35 vezes chance de ondas de calor nos EUA
Como mudanças climáticas aumentaram em 35 vezes chance de ondas de calor nos EUA
O 'inquietante' pacto de proteção mútua entre Rússia e Coreia do Norte
O 'inquietante' pacto de proteção mútua entre Rússia e Coreia do Norte
Como família mais rica do Reino Unido foi parar no banco dos réus por tráfico de pessoas
Como família mais rica do Reino Unido foi parar no banco dos réus por tráfico de pessoas
Faixa de Gaza: Netanyahu reage a racha e dissolve o gabinete de guerra
Faixa de Gaza: Netanyahu reage a racha e dissolve o gabinete de guerra
Quais as intenções de Putin em visita a Kim Jong Un, na Coreia do Norte
Quais as intenções de Putin em visita a Kim Jong Un, na Coreia do Norte
Cúpula de Zelensky pode indicar possível divisão global
Cúpula de Zelensky pode indicar possível divisão global
Tiroteio em parque aquático deixa 9 pessoas feridas nos EUA
Tiroteio em parque aquático deixa 9 pessoas feridas nos EUA
Líderes do G7 liberam juros de ativos russos para ajudar a Ucrânia
Líderes do G7 liberam juros de ativos russos para ajudar a Ucrânia
Mundo bate recorde de refugiados com conflitos no Sudão e em Gaza
Mundo bate recorde de refugiados com conflitos no Sudão e em Gaza
Enfermeira britânica condenada por matar bebês volta a julgamento
Enfermeira britânica condenada por matar bebês volta a julgamento
Conselho de Segurança da ONU apoia plano dos EUA para trégua em Gaza
Conselho de Segurança da ONU apoia plano dos EUA para trégua em Gaza

Por que Vietnã desafia os EUA para receber Putin

A viagem de Putin ao Vietnã está sendo interpretada como uma demonstração do apoio que a Rússia ainda possui na região. Os líderes do Vietnã e da Rússia disseram nesta quinta-feira (20/6) que querem reforçar os laços entre os países em uma reunião na capital vietnamita, Hanói. O presidente do

Leia mais...

Marcos do Val e Gilvan da Federal batem boca em aeroporto

Episódio ocorre logo depois que os políticos protagonizaram uma discussão na CCJ do Senado Federal O senador Marcos do Val (Podemos-ES) e o deputado Gilvan da Federal (PL-ES) discutiram, na manhã desta quinta-feira (20/6), no Aeroporto de Vitória Eurico de Aguiar Salles, no Espírito Santo. A relação entre os parlamentares

Leia mais...

Chrystian receberia transplante de rim da esposa no final do ano

Chrystian sofria de uma condição genética chamada rim policístico O cantor Chrystian, que faleceu aos 67 anos na última quarta-feira (19), estava se preparando para um transplante de rim no final deste ano, com sua esposa Key Vieira sendo a doadora. Chrystian sofria de uma condição genética chamada rim policístico,

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.