27/02/2024

Michel Temer se posiciona contrariamente à prisão de Bolsonaro, com base nas revelações feitas até o momento pela Polícia Federal.

"Pelo menos pelos fatos que vieram à luz até agora, penso que não há razão para a prisão", disse Temer. - (crédito: Beto Barata/PR/DOUGLAS MAGNO/AFP)

Temer afirmou que as evidências reunidas pela polícia indicam uma intenção e uma tentativa de realizar uma ação golpista, que não foi bem-sucedida devido à recusa das Forças Armadas.

O ex-presidente Michel Temer (MDB) posicionou-se contra a prisão do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) à luz das revelações trazidas pela Operação Tempus Veritatis, ocorrida nesta quinta-feira, 8 de fevereiro. Segundo Temer, não existem fundamentos para a detenção de Bolsonaro com base nas evidências apresentadas até o momento.

“Considerando os fatos que foram divulgados até o momento, acredito que não haja justificativa para a prisão. Embora essa possibilidade sempre exista, é necessário que determinados acontecimentos se concretizem. Caso isso ocorra, saberemos adiante”, afirmou Temer em uma entrevista à CNN Brasil.

De acordo com o ex-presidente, as evidências reunidas demonstram uma intenção e uma tentativa de realizar uma ação golpista, que, em sua visão, não teve sucesso devido à recusa das Forças Armadas em apoiar as iniciativas antidemocráticas lideradas por Bolsonaro.

“Houve uma intenção e uma tentativa de ação. Quando falo em tentativa de ação, me refiro aos eventos que ocorreram em Brasília, mas que envolveram pessoas sem um plano concreto e completo, pois é somente quando as Forças Armadas concordam que um golpe de Estado pode ocorrer, e, neste caso, elas não apoiaram essa ideia”, declarou.

O ex-presidente considerou como “gravíssimas” as intenções golpistas reveladas pelo relatório da operação e expressou surpresa com os diálogos mantidos por Bolsonaro e seus aliados. Segundo ele, o desfecho almejado pelo governo anterior era uma intervenção militar após os ataques aos prédios públicos dos Três Poderes, em Brasília.

“Fiquei um tanto surpreso com os diálogos que foram captados e coletados no início das investigações, assim como com as reuniões que foram realizadas sem chegar a uma conclusão. Porque, se esses acontecimentos fossem verdadeiros, a lógica seria que as Forças Armadas concordassem, e então ocorreria um movimento para invadir prédios, entre outros. Posteriormente, as Forças Armadas decretariam uma intervenção militar no Estado brasileiro”, explicou Temer.

A investigação da PF apontou Bolsonaro como o “mentor” do golpe, realizando 33 mandados de busca e apreensão contra ex-ministros, militares de alta patente e ex-assessores do ex-presidente. Bolsonaro é suspeito de ter liderado um golpe de Estado após as eleições de 2022, tendo seu passaporte confiscado e sendo proibido de deixar o país.

A PF colocou Bolsonaro como participante direto na elaboração de um “rascunho golpista” que circulou entre seus aliados após o segundo turno das eleições. Diálogos encontrados no celular do tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens da Presidência, sugerem que Bolsonaro ajudou a redigir e editar o documento.

Tribuna Livre, com informações da Agência Estado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Silas Malafaia ataca Moraes e Barroso e diz que Bolsonaro é perseguido
Silas Malafaia ataca Moraes e Barroso e diz que Bolsonaro é perseguido
"Fere sentimentos", diz Jacques Wagner sobre comparação de Lula com Holocausto
"Fere sentimentos", diz Jacques Wagner sobre comparação de Lula com Holocausto
Pedido de impeachment de Lula: 92 deputados que assinaram o documento
Pedido de impeachment de Lula: 92 deputados que assinaram o documento
Holocausto: bolsonaristas apresentarão pedido de impeachment de Lula
Holocausto: bolsonaristas apresentarão pedido de impeachment de Lula
PT perde poder na Câmara
PT perde poder na Câmara
PL de Mourão para anistiar envolvidos no 8 de janeiro é aprovado por 51%
PL de Mourão para anistiar envolvidos no 8 de janeiro é aprovado por 51%
Ministro israelense declara que Lula é persona non grata em Israel
Ministro israelense declara que Lula é persona non grata em Israel.
Clube Militar fala sobre apreensão com exposição de generais em ação da PF
Clube Militar fala sobre apreensão com exposição de generais em ação da PF
LIRA NO CARNAVAL
Lira utilizou aeronaves da Força Aérea Brasileira para se deslocar a Salvador e Rio de Janeiro durante o período de carnaval.
Bolsonaro cancela agenda na Paraíba de olho em ato na Paulista
Bolsonaro cancela agenda na Paraíba de olho em ato na Paulista
Mourão rejeita alegações de ter 'instigado golpe' em seu discurso no plenário do Senado
Mourão rejeita alegações de ter 'instigado golpe' em seu discurso no plenário do Senado.
O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que a demissão de concursados só pode ocorrer mediante motivação específica
O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que a demissão de concursados só pode ocorrer mediante motivação específica.

Combate à dengue é tema de quatro cursos online para servidores

Formações são indicadas para profissionais da educação e da saúde. As aulas são gratuitas e online, podendo ser assistidas a qualquer momento pelos participantes A Escola Superior de Ciências da Saúde (Escs) oferece quatro cursos relacionados ao combate à dengue para servidores da saúde e da educação. As capacitações são

Leia mais...

DF ultrapassa um milhão de cadastros atualizados no SUS

Mais de 97% das atualizações do Recadastra SUS foram feitas presencialmente; com dados dos usuários mais confiáveis, a rede pública consegue otimizar a fila de espera por exames e consultas Sete meses após lançar a campanha Recadastra SUS, o Distrito Federal chegou a 1.054.928 cadastros atualizados no Sistema Único de

Leia mais...

Caesb disponibiliza serviço gratuito de autoleitura de hidrômetros

Todos os clientes da companhia podem aderir à iniciativa, especialmente aqueles que não conseguem receber leiturista em casa durante o dia Pensando no conforto e bem-estar dos brasilienses, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) disponibiliza o serviço de autoleitura, no qual o próprio usuário fornece a leitura

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.