13/04/2024

Morre Paulo Araújo, empresário e amigo de Santa Maria

Santa maria sofre mais uma grande perda.

Em nome da família TRIBUNA LIVRE a esse grande homem, amigo, empresário e pastor Paulo LHE HOMENAGEAMOS reprisando uma entrevista, a qual ele concedeu ao grande Noticiosa CORREIO DE SANTA MARIA, em setembro de 2007, edição Impressa nº 43, página 05.

“A Trajetória de um empresário bem-sucedido”

                Empresário na área de Educação e Saúde, Paulo Araújo nos dá o privilégio de sermos recebidos em sua aconchegante casa e nos conta nesta entrevista porque escolheu Santa Maria para empreender e morar. De quebra faz um breve relato de sua trajetória profissional e espiritual.

Correio de Santa Maria:  Professor Paulo, o que lhe levou a empreender na área da Educação em Santa Maria e Entorno?

Paulo Araújo: Primeiramente é um prazer recebê-lo em minha casa. Nós nos conhecemos há muito tempo e você deve saber que o que me trouxe aqui para Santa Maria foi o fato de ser uma cidade nova que prometia bastante expectativa de crescimento, era e é muito grande. O Brasil é grandes oportunidades e Santa Maria é de quase todas as oportunidades. Tudo o que uma pessoa empreender e crescer aqui nesta cidade pode crer que dá certo. Quanto ao fato de ser educador, isso provém de uma experiência que tive quando jovem que foi a de ser professor em área rural. Quando detectei as possibilidades dessa região, me aprimorei na área de educação e hoje estou galgando esse espaço.

Correio de Santa Maria:  Quantas Unidades particulares de Ensino formam a rede Polivalente?

Paulo Araújo: Nós (minha família) temos 3 Unidades. A de Valparaíso está sob a administração de uma pessoa fora do grupo, mas nos será devolvida em 2009.

                 No momento, estaremos abrindo uma nova Unidade no Residencial santos Dumont, principalmente no que se refere a creche. Não se trata de uma creche tipo assistência social. Será uma creche para atender a mãe empresária e funcionários públicos que precisam ter seus filhos num estabelecimento de educação infantil que proporcione tempo integral.

Correio de Santa Maria:  O senhor me parece ser um homem que gosta de desafios. Além desses empreendimentos o senhor também está atuando na área da Saúde.

Paulo Araújo: Realmente. Estou construindo uma clínica em Valparaíso e um Hospital em Santa Maria.

                Eu vejo Santa Maria com uma perspectiva muito grande. Então esse hospital será tipo um hospital escola. Faremos uma parceria entre Colégio Polivalente e este hospital para uma oferta de cursos na área de treinamento, especialização técnica, o que eu vejo com bons olhos.

Correio de Santa Maria: Me responda a uma curiosidade do repórter. Empresários bem-sucedidos em Santa Maria e de outros segmentos juram de pés juntos que amam Santa Maria. Só que faturam na Santinha e residem no Lago Sul. Sem modéstia porque o senhor optou também por morar em Santa Maria?

Paulo Araújo: Eu tenho minhas origens bem simples. Quem me vê acha que sou diferente apesar de às vezes confundirem minha timidez com arrogância. Longe de mim um dia me tornar arrogante. Eu sinto que quando estou chegando por Valparaiso e Santa Maria, eu sinto a maior alegria em saber que estou chegando na minha cidade. E você Vital que ama essa cidade deve sentir o mesmo. Eu poderia até morar no lago junto dessas pessoas. Às vezes conversando com um deles até digo que vou morar no Lago por ser um bairro menos perigoso. Só que eu acho que a gente tem que viver a nossa realidade e a minha realidade é essa; meus amigos, as pessoas que eu me sinto bem em ajudar, etc. Deus me deu essas coisas também me deu um lugar para morar que é Santa Maria, onde já estou há quase 20 anos.

Correio de Santa Maria: O senhor sempre comentava comigo que é filho de pastor irmão de pastores, já tendo inclusive exercido o sacerdócio e tinha pretensão em voltar a exercê-lo. Certa feita o senhor me falou sobre a veracidade e o efeito positivo que a palavra de Deus produz na vida do homem temente ao Criador. Quanto a sua volta à atividade eclesiástica, e por lhe achar um homem com tantas ocupações, mesmo sabendo que Deus só chama para sua obra os ocupados, eu achava isso impossível. Hoje o senhor dirige uma congregação. Como foi essa guinada?

Paulo Araújo: Houve uma necessidade e eu tive que dar um passo. Quando eu dei esse passo Deus deu milhares ao meu favor e essa obra em minha vida tomou uma proporção que eu não esperava. Essa proporção vai crescer muito mais, vai assustar pessoas. Eu creio nesse Deus que faz maravilhas não abro mão dele. Muitos pregam a conversão de Saulo de Tarso sem crer na conversão de Paulo de Tarso. Eu posso ser Um Saulo que virou Paulo de Tarso.

Correio de Santa Maria: Dá para conciliar todas essas atividades?

Paulo Araújo: É simples. Tem que se ter uma mulher de fibra e uma família que lhe apoia.

                Deus mandou que a mulher fosse sábia e edificasse sua casa. Ao homem compete outra tarefa e ser temente a Deus. Só que ainda nessa tarefa que Deus deu ao homem, a mulher é 50 por cento de seu ministério. Eu tenho todo esse privilégio. Toda a minha família me acompanha. Estamos todos a serviço da igreja sem distinção de dia. Envolvo ainda meus funcionários.

                Você quando entrou nesta sala percebeu funcionários meus fazendo kits para pessoas carentes. É um trabalho pequeno, porém, feito com todo o coração. A palavra solidariedade eu considero como uma palavra de ordem. Quando Jesus disse: estava nu e vestistes-me; adoeci e visitastes-me; estive na prisão e fostes ver-me, Jesus estava falando dos menos favorecidos.

Correio de Santa Maria: Inclusive em uma viagem que seria para uma pescaria Deus mudou o seu trajeto para lhe abençoar mais ainda. Mudou seu trajeto, levando-lhe para uma convenção em Mogi das Cruzes, onde o senhor encontrou-se com líderes mundiais do Ministério ao qual o senhor pertence.

Paulo Araújo: estive com o doutor Hernane da O’mundi (uma organização mundial das igrejas evangélicas para a paz mundial), com quem fiz um trabalho missionário, com o pastor Saturo que é o líder no Japão, precisamente na cidade de Toyota, com o pastor Daniel Simon que desenvolve um trabalho nos Estados Unidos, com os líderes da Argentina e Chile.

                Para você ter uma ideia, nós temos um trabalho com o Chile que é o de casar aqueles que vivem maritalmente. Eu devo estar com eles no Chile dentro de poucos dias. Quando eu saí para pescar o meu plano era um e o plano de Deus era outro. Como a minha vida quem comanda é Deus eu fico muito feliz por isso.

Correio de Santa Maria:  Só que as bênçãos não pararam por aí. Após esse encontro o senhor foi agraciado com o título de Juiz Arbitral.

Paulo Araújo: Quando começou esse movimento em 2001, aqui em nossa região, eu fui convidado para ser o criador do sindicato em nossa região.

                Nessa viagem eu recebi um título do Conselho Federal de Juiz Arbitral no estado de São Paulo. O presidente do Conselho mandou me agraciar e eu devo recebê-lo de direito e de fato durante a festividade de nossas igrejas numa congregação do Guará.                   

                A partir de agora, com a Associação, a intenção é abrirmos uma corte arbitral para atender os comerciantes e empresários de Santa Maria para mais rapidez nas cobranças. Fora isso, estou terminando agora o curso de direito. Portanto me considero habilitado para não só abrir como dirigir essa corte.

Correio de Santa Maria:  me parece que o senhor foi empossado como primeiro secretário do Sindicato Nacional dos Juízes Arbitrais.

Paulo Araújo: Isso. Sou o primeiro secretário do SINDJA

Correio de Santa Maria: Voltemos à sua dedicação por Santa Maria. Faltava na cidade uma entidade que aglomerasse o segmento comercial com responsabilidade, dedicação e seriedade. Passaram-se inúmeras diretorias sem essas características. Nesta eleição, passada vários comerciantes comentaram que seu nome foi fundamental para a vitória da atual diretoria. Como o senhor vê esse fato?

Paulo Araújo:  Se meu nome pesou eu não sei. Só sei que participei com um grupo de amigos colocando então o meu nome a disposição. Colocaram-me como segundo vice-presidente e eu aceitei de bom grado.

                A Associação veio em bom momento. É um momento político bastante interessante. Saímos de um governo em que estávamos acostumados e agora estamos nos adequando a uma nova modalidade de governo.                                                              Com o governo vindo na cidade perguntar o que queremos, se há mais tempo houvesse uma diretoria desse porte as reivindicações seriam de nós para ele. Até porque essas associações terão de ter o peso de levar até o governo o anseio da população.

                Na área comercial e industrial que nós não sejamos pegos de surpresa com a pergunta: o que podemos fazer por vocês? Más que pergunte: o que eu posso fazer e realizar por vocês? Com certeza os anseios serão encaminhados ao governador Arruda que deixa claro a preocupação que ele tem por Santa Maria.

Correio de Santa Maria: sobra-te algum tempo ou o senhor tem muito espaço na mente. Pois, mês passado o senhor foi empossado como Conselheiro do Conselho de Educação do Distrito Federal.

Paulo Araújo: Mais uma surpresa. Tudo é Deus que proporciona isso. Serei Conselheiro por quatro anos no Conselho de Educação do DF. É um lugar de aprendizagem e lá estou também representando Santa Maria. É uma coisa inédita. Nunca nossa cidade teve um representante nesse Conselho.

Correio de Santa Maria: Foi um grande privilégio ser recebido em sua casa para esta amigável conversa. Para encerrarmos essa entrevista, gostaria que o senhor deixasse uma palavra de otimismo para a comunidade de Santa Maria.  

Paulo Araújo: vou fazer como um grande poeta fez ao ser convidado para uma festa. Ele tinha que ter a roupa adequada para entrar na tal festa. Então ele disse vou mandar a roupa na frente e avisem que em seguida eu chegarei. Eu não sou da mesma forma não posso carregar títulos.

                O título que mais me honra carregar é o de ser um cidadão correto, próximo dessa cidadania e que seja aceito por todos. Quero ser sempre uma pessoa que tenha a coragem de me olhar todo o dia pela manhã no espelho e não me envergonhar de mim mesmo.

                Quanto a comunidade eu digo que é um povo privilegiado a começar pela topografia, geografia, temos o maior polo aduaneiro da América Latina que vai gerar empregos para todos os jovens.

                Queremos também mais qualificação para que essa comunidade honrada possa transformas Santa Maria numa grande cidade e tornar também um povo grande.               Espero encontrar nas ruas da minha cidade as pessoas que conheço crescendo com essa grande cidade.

É com muita tristeza que comunico o falecimento de meu amigo: PAULO  ARAÚJO!!!

Que DEUS o receba e conforte o coração de seus familiares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
Dupla de estelionatários é presa com mais de 100 cheques falsos na Vila Brasília, em Aparecida 
Dupla de estelionatários é presa com mais de 100 cheques falsos na Vila Brasília, em Aparecida 
Equatorial nega falta de energia em reservatório que deixou bairros sem água em Goiânia e Aparecida
Equatorial nega falta de energia em reservatório que deixou bairros sem água em Goiânia e Aparecida
Empresa de Goiânia é condenada após funcionária denunciar que era assediada e recebia tapas na bunda
Empresa de Goiânia é condenada após funcionária denunciar que era assediada e recebia tapas na bunda
Policial penal é o primeiro do DF a liderar curso de ação tática especial
Policial penal é o primeiro do DF a liderar curso de ação tática especial
Escolas rurais encontram no asfalto um aliado para a educação
Escolas rurais encontram no asfalto um aliado para a educação
Semana começa com 227 vagas nas agências do trabalhador
Semana começa com 227 vagas nas agências do trabalhador
Campanha no metrô alerta para a violência contra a mulher
Campanha no metrô alerta para a violência contra a mulher
Projeto do GDF é premiado em fórum de nutricionistas da assistência social
Projeto do GDF é premiado em fórum de nutricionistas da assistência social
Recuperação da Avenida Sayonara irá beneficiar 8 mil motoristas no Gama
Recuperação da Avenida Sayonara irá beneficiar 8 mil motoristas no Gama
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) anuncia um novo recorde anual de temperatura em todas as estações do Distrito Federal
O Inmet anuncia um novo recorde de temperatura em todas as estações do Distrito Federal

Hospital de fauna silvestre atende 142 animais em dois meses

Hfaus é o primeiro hospital público com esse foco e oferece atendimento apenas aos órgãos públicos que trabalham na fiscalização e na captura de animais silvestres O Instituto Brasília Ambiental divulgou, nesta sexta-feira (12), o balanço dos 60 dias de atendimento do Hospital e Centro de Reabilitação da Fauna Silvestre

Leia mais...

Dengue: Tenda de acolhimento 24 horas é inaugurada no Gama

Espaço segue modelo de hospital de campanha. Neste sábado (13), outra unidade será inaugurada no Paranoá; ao todo, 11 estruturas semelhantes funcionam no Distrito Federal Mais uma tenda de acolhimento 24 horas para pacientes com suspeita de dengue foi inaugurada nesta sexta-feira (12), no Gama. A segunda estrutura para essa

Leia mais...

Ameaça de retaliação do Irã deixa Israel em alerta máximo

Estado judeu reforça defesa antiaérea e suspende descanso de soldados que combatem na Faixa de Gaza. Aiatolá Ali Khamenei promete punição por ataque ao consulado iraniano em Damasco. Ocidente pressiona Teerã a desistir de retaliar Israel estava em alerta máximo, na noite desta quinta-feira, após o Irã ameaçar uma retaliação

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.