23/06/2024

O ex-governador Agnelo Queiroz se torna réu por envolvimento em esquema de propina relacionado a doações para o PT.

O ex-governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, do partido PT, foi formalmente acusado de solicitar alegadamente uma quantia de R$ 300 mil como propina em doações eleitorais destinadas ao PT/Foto
A Justiça Eleitoral do Distrito Federal recebeu uma denúncia do Ministério Público alegando que Agnelo Queiroz teria recebido uma suposta propina no valor de R$ 300 mil. O ex-governador nega as acusações.

 A denúncia foi recebida pelo juiz titular da 1ª Zona Eleitoral do Distrito Federal, Lizandro Garcia Gomes Filho, na última segunda-feira, dia 2 de outubro, por parte do Ministério Público Eleitoral, tornando assim Agnelo réu e sujeito a um processo judicial.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, o ex-governador teria solicitado a propina de R$ 300 mil às empresas Andrade Gutierrez e Via Engenharia, que estavam envolvidas na reforma do Estádio Mané Garrincha. O dinheiro, supostamente de origem ilícita, teria sido repassado sob a forma de contribuições eleitorais destinadas ao PT.

O Ministério Público enfatizou que o crime foi cometido com a intenção de “ocultar, iludir e fraudar a origem e a natureza dos valores ilícitos”, utilizando o sistema eleitoral brasileiro para mascarar a verdadeira origem dos fundos, sem declará-los adequadamente à Justiça Eleitoral.

Ao receber a denúncia, o juiz afirmou que “os indícios da existência do crime estão claramente delineados no Relatório Final elaborado pela Autoridade Policial no Inquérito Policial 1095/2016, destacando especificamente os indícios de que Agnelo Queiroz solicitou o pagamento de propina em favor do Partido dos Trabalhadores.”

No entanto, Agnelo Queiroz negou veementemente as acusações, afirmando que “não têm nenhuma procedência e não há nenhuma acusação de delator nesse sentido”. Ele explicou que as contribuições foram feitas pelas empresas ao partido durante a eleição municipal de 2010, de acordo com a lei e com a devida declaração do partido aprovada pelo Tribunal Eleitoral. Agnelo considera a acusação de recebimento de vantagens como mais um ato de perseguição.

Antecedentes: Inicialmente, o Ministério Público Federal (MPF) havia denunciado Agnelo Queiroz, o ex-vice-governador Tadeu Filippelli, Afrânio Roberto de Souza, Fernando Márcio Queiroz, Jorge Luiz Salomão e Luiz Carlos Barreto de Oliveira Alcoforado por crimes como associação criminosa, corrupção ativa, fraude à licitação e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Panatenaico. No entanto, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) decidiu que a Justiça Federal não tinha jurisdição sobre o caso e determinou que o processo fosse enviado para a Justiça Eleitoral. Neste novo processo em que Agnelo responde por falsidade ideológica eleitoral, ele é o único acusado até o momento. O juiz Lizandro Garcia Gomes Filho concedeu um prazo de 60 dias para que o Ministério Público Eleitoral se manifeste sobre a ratificação da denúncia apresentada contra Filippelli na Justiça Federal ou sobre a prescrição do crime eleitoral em relação ao ex-vice-governador.

Tribuna Livre, com informações do MPDF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Brasília sediará Congresso Internacional Cidades Lixo Zero
Brasília sediará Congresso Internacional Cidades Lixo Zero
Novo equipamento de segurança garante integridade do Sistema de Abastecimento de Água Norte
Novo equipamento de segurança garante integridade do Sistema de Abastecimento de Água Norte
Mais de 1,5 milhão de pessoas atendidas pelos programas sociais do GDF
Mais de 1,5 milhão de pessoas atendidas pelos programas sociais do GDF
Prazo para declaração de vacinação e atualização cadastral de propriedades pecuárias é prorrogado
Prazo para declaração de vacinação e atualização cadastral de propriedades pecuárias é prorrogado
Nova unidade de recebimento de entulhos terá área de 60 hectares
Nova unidade de recebimento de entulhos terá área de 60 hectares
Operação Verde Vivo intensifica prevenção e combate aos incêndios florestais
Operação Verde Vivo intensifica prevenção e combate aos incêndios florestais
Rede pública do DF alerta para problemas na coluna causados pelo uso incorreto do celular
Rede pública do DF alerta para problemas na coluna causados pelo uso incorreto do celular
Túnel Rei Pelé será interditado na próxima semana para manutenção
Túnel Rei Pelé será interditado na próxima semana para manutenção
Frota do BRT Sul é renovada com dez novos ônibus articulados
Frota do BRT Sul é renovada com dez novos ônibus articulados
Governador visita trecho da obra da Epig onde terá novo viaduto e estação do BRT
Governador visita trecho da obra da Epig onde terá novo viaduto e estação do BRT
GDF convoca mais 100 enfermeiros para a rede pública de saúde
GDF convoca mais 100 enfermeiros para a rede pública de saúde
Ação contra o Frio: GDF inaugura abrigo no Gama para pessoas em situação de rua
Ação contra o Frio: GDF inaugura abrigo no Gama para pessoas em situação de rua

Brasília sediará Congresso Internacional Cidades Lixo Zero

O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) se une a especialistas globais para promover práticas sustentáveis e políticas de lixo zero Entre 25 e 27 de junho, Brasília será o palco da terceira edição do Congresso Internacional Cidades Lixo Zero. O evento, que será realizado no Museu Nacional da República, conta

Leia mais...

Mais de 1,5 milhão de pessoas atendidas pelos programas sociais do GDF

Do Cartão Prato Cheio ao Cartão Gás, passando pela Política de Assistência Estudantil, benefícios geraram, desde 2019, investimento de R$ 1,9 bilhão, beneficiando famílias em situação de vulnerabilidade social e impulsionando a economia Investir em pessoas e no desenvolvimento delas é uma ação perene do Governo do Distrito Federal (GDF).

Leia mais...

STF retoma julgamento sobre atendimento de pessoas trans no SUS

Sessão virtual começou hoje e vai até 28 de junho. O Supremo Tribunal Federal (STF) (foto) retomou nesta sexta-feira (21), em Brasília, a discussão sobre o atendimento de pessoas transexuais no Sistema Único de Saúde (SUS).  A Corte julga em plenário virtual a liminar proferida em 2021 pelo ministro Gilmar

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.