22/04/2024

Os bispos africanos expressam a opinião de que as bênçãos a casais homoafetivos são consideradas inadequadas.

Desde sua eleição, em 2013, o papa Francisco tenta abrir as portas da Igreja Católica à comunidade LGBTQIAP+, mas não consegue vencer ala tradicional da instituição. - (crédito: Daniel James/Unsplash)

Os líderes religiosos fundamentam sua posição com base no contexto cultural do continente, onde a homossexualidade é criminalizada em diversos países.

Os bispos católicos africanos expressaram, nesta quinta-feira (11), sua discordância em relação à recente aprovação, por parte do Vaticano, de bênçãos a casais homoafetivos, considerando essa medida “inadequada” no contexto cultural do continente africano. A homossexualidade ainda é considerada ilegal em muitos países africanos, onde é reprimida, frequentemente influenciada por setores mais conservadores do cristianismo e do islamismo.

No mês passado, a Santa Sé, com a aprovação do papa Francisco, autorizou a bênção de casais considerados “irregulares” aos olhos da Igreja, incluindo divorciados e casais do mesmo sexo, desde que essa bênção ocorresse fora dos rituais litúrgicos. Essa decisão foi rejeitada por bispos, especialmente os africanos, levando o Vaticano a esclarecer que não implicava em mudanças na doutrina e destacando a necessidade de “prudência” em alguns países.

Em um comunicado emitido em Acra, capital do Gana, o Simpósio das Conferências Episcopais da África e Madagascar (Secam) ressaltou que “a doutrina da Igreja sobre o casamento cristão e a sexualidade permanece inalterada”. Os bispos africanos consideram inadequada a benção de uniões homossexuais ou casais do mesmo sexo na África, argumentando que isso causaria confusão e estaria em contradição direta com o ethos cultural das comunidades africanas. Desde sua eleição em 2013, o papa Francisco tem buscado abrir as portas da Igreja a todos os fiéis, incluindo a comunidade LGTBQIAP+, enfrentando resistência de católicos mais conservadores.

Tribuna Livre, com informações da Agência France-Presse

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Fachada da antiga Bolsa de Valores de Copenhague desaba após incêndio
Fachada da antiga Bolsa de Valores de Copenhague desaba após incêndio
Biden surpreende ao afirmar que tio foi devorado por canibais
Biden surpreende ao afirmar que tio foi devorado por canibais
EUA preparam exercício militar para batalhas fora da Terra
EUA preparam exercício militar para batalhas fora da Terra
Os moradores de Ibiza que vivem em seus carros enquanto turismo faz aluguéis dispararem
Os moradores de Ibiza que vivem em seus carros enquanto turismo faz aluguéis dispararem
Israel faz ofensiva diplomática para sufocar o Irã
Israel faz ofensiva diplomática para sufocar o Irã
Juiz adverte Trump sobre intimidações durante julgamento nos EUA
Juiz adverte Trump sobre intimidações durante julgamento nos EUA
Os últimos pacientes do maior hospital do Haiti, transformado em QG das gangues que desestabilizam o país
Os últimos pacientes do maior hospital do Haiti, transformado em QG das gangues que desestabilizam o país
O Irã se considera vingado e pede para Israel não reagir militarmente ao ataque
O Irã se considera vingado e pede para Israel não reagir militarmente ao ataque
Conflito provoca extrema preocupação internacional por causa do poderio militar de Irã e de Israel
Conflito provoca extrema preocupação internacional por causa do poderio militar de Irã e de Israel
Ameaça de retaliação do Irã deixa Israel em alerta máximo
Ameaça de retaliação do Irã deixa Israel em alerta máximo
Após pacto, idosa de 80 anos guarda cadáver de amiga em maleta por 1 ano
Após pacto, idosa de 80 anos guarda cadáver de amiga em maleta por 1 ano
Por que os EUA estão preocupados com possível ataque do Irã a Israel
Por que os EUA estão preocupados com possível ataque do Irã a Israel

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.