19/06/2024

Pelo sexto ano consecutivo, vendas de imóveis em 2022 crescem em Goiânia e Aparecida: alta de 9%

 Dados integram pesquisa do mercado imobiliário referente ao ano
de 2022, que será divulgada nesta terça-feira, pela Ademi


Goiânia, vista de cima (Foto: Prefeitura)

Nem as incertezas do mercado e da economia em função do
cenário de pandemia, guerra e eleições provocaram abalos no mercado imobiliário
de Goiânia e de Aparecida de Goiânia, que continua seguindo em alta em 2022. Ou
seja: investir em imóveis não deixa de ser um investimento seguro, sólido e rentável.
O segmento conquistou o sexto ano consecutivo de crescimento nas vendas de
imóveis: comercializou R$ 5,179 bilhões em imóveis, um crescimento de 9% em
relação a 2021. Os dados integram a pesquisa do mercado imobiliário referente
ao ano de 2022, que será divulgada nesta terça-feira, pela Associação das
Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás (Ademi-GO). A coluna teve acesso em
primeira mão ao levantamento – veja a íntegra no fim do texto 

Em lançamentos, foram 11.474 unidades, alta de 7,5% em
comparação com 2021, o maior volume de lançamentos desde 2011. Em reais, foram
R$ 6,3 bilhões, 30% maior do que 2021. “O comprador reconhece que comprar
imóveis é um investimento seguro e aumenta proteção patrimonial em períodos de
instabilidade econômica”, destaca o presidente da Associação das Empresas do
Mercado Imobiliário de Goiás (Ademi-GO), Fernando Razuk.

A maior oferta de unidades esteve concentradas nos
setores Bueno e Marista: são responsáveis por 29,4% do total do estoque do
mercado residencial vertical. “O Marista ainda é o bairro mais desejado de
Goiânia. O Bueno, além de ser um bairro desejado, é um dos setores de maior
extensão territorial de Goiânia, explica o presidente da Ademi-GO. Na sequência
dos queridinhos está o setor Oeste no terceiro lugar no ranking dos 10 bairros.

O valor médio do metro quadrado de apartamentos na
Capital foi de R$ 7.422 em 2022. O setor Marista continua na liderança do valor
mais valorizado, a R$ 9.030, seguido pelo Oeste (R$ 8.975), Bueno (R$ 8.597) e
Jardim Goiás (R$ 8.582)

Valorização

A valorização imobiliária também se destacou no
crescimento: registrou um salto de 23,4% de 2021 para 2022. “O custo de
construção aumentou significativamente nos últimos dois anos em função do
processo inflacionário vivenciado em todo o mundo, consequência da pandemia e
da guerra entre a Rússia e a Ucrânia. E houve o crescimento do preço dos
imóveis, impactado principalmente pela alta do custo e do aquecimento do
mercado”, explica Razuk.

Outro segmento que voltou a se aquecer é o mercado de
salas comerciais e lajes corporativas. 

Futuro

Para 2023, o segmento mantém as perspectivas em alta.
“Tivemos sinais positivos de vendas no primeiro bimestre, inclusive com
lançamentos que obtiveram performance de 90% de vendas”, prevê.

Fonte: Mais Goiás

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Dupla de estelionatários é presa com mais de 100 cheques falsos na Vila Brasília, em Aparecida 
Dupla de estelionatários é presa com mais de 100 cheques falsos na Vila Brasília, em Aparecida 
Equatorial nega falta de energia em reservatório que deixou bairros sem água em Goiânia e Aparecida
Equatorial nega falta de energia em reservatório que deixou bairros sem água em Goiânia e Aparecida
Empresa de Goiânia é condenada após funcionária denunciar que era assediada e recebia tapas na bunda
Empresa de Goiânia é condenada após funcionária denunciar que era assediada e recebia tapas na bunda
Goiânia: homem é preso após ser flagrado com 80 porções de cocaína em veículo
Goiânia: homem é preso após ser flagrado com 80 porções de cocaína em veículo
G1
Motorista de carreta morre em acidente de trânsito na BR-050, em Catalão
GOE3
Detran multou mais de 1 milhão de motoristas em Goiânia durante 2023
GOE2
Confronto deixa 2 PMs baleados e 3 suspeitos de homicídio mortos em Corumbaíba
GOE1
Preços do hortifruti variam até 759% em Goiânia, aponta Procon
GO1
Paciente internado à força morre a caminho de clínica de reabilitação, em Caldas Novas
GO 3
TSE decide a favor do PRTB e vereadores Bruno Diniz e Santana Gomes devem voltar à Câmara de Goiânia
GO 2
Polícia prende cuidadora que maltratava idosa e filha com necessidades especiais
GO 1
Vilmar Rocha estimula candidatura de Ademir Menezes pelo PSD em Aparecida: “Nome natural”

Defesa Civil do RS divulga balanço após chuvas recentes

No total, entre sexta-feira e hoje (18/6), 22 municípios gaúchos reportaram danos em razão de alagamentos no estado Entre sexta-feira passada e hoje (18/6), 22 municípios gaúchos enfrentaram alagamentos, inundações e deslizamentos de terra, conforme relatório da Defesa Civil estadual. São Luiz Gonzaga foi uma das cidades mais afetadas, com

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.