16/06/2024

Protestos bolsonaristas marcam o feriado da Proclamação da República.

Protestos convocados por bolsonaristas durante o feriado da Proclamação da República, em Brasília, terminaram com baixo comparecimento, aproximadamente 200 pessoas, e a ausência do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Cerca de 200 manifestantes estiveram presentes em Brasília, enquanto o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) não tem planos de participar de nenhum dos eventos programados em pelo menos 13 capitais.

Os manifestantes, trajando camisas da seleção brasileira, percorreram cerca de 1 km no Eixão e se concentraram em frente ao Banco Central, exibindo cartazes com a mensagem “Fora Lula” e bandeiras de Israel. O senador Izalci Lucas (MDB-DF) esteve presente, embora o evento tenha registrado pouca adesão. Bolsonaro não se manifestou sobre os atos realizados durante o feriado da Proclamação da República.

Grupos de WhatsApp e Telegram programaram manifestações em pelo menos 13 capitais, incluindo Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Goiânia, Natal, Florianópolis, Cuiabá, Fortaleza, Recife, Belo Horizonte, Vitória e Salvador. Em Belo Horizonte, as atividades incluíram uma motociata, um buzinaço e um protesto na Praça da Liberdade, na região Centro-Sul, com pedidos de impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), refletindo um descontentamento com o governo.

As manifestações foram notáveis pela ausência de parlamentares da direita e aliados do ex-presidente. Não está claro se o deputado Giovani Cherini (PL-RS) participou do protesto em seu estado, mas ele compartilhou nas redes sociais um vídeo de bolsonaristas entoando o hino nacional em Copacabana, no Rio de Janeiro, e expressou apoio: “Parabéns, patriotas!”

Tribuna Livre, com informações do PL.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Dino envia indiciamento de Juscelino Filho por corrupção à PGR
Dino envia indiciamento de Juscelino Filho por corrupção à PGR
Caso Moraes: TCU vai apurar promoção de delegado da PF
Caso Moraes: TCU vai apurar promoção de delegado da PF
Nova ponte sobre o Rio Tocantins será inaugurada nesta sexta-feira (14)
Nova ponte sobre o Rio Tocantins será inaugurada nesta sexta-feira (14)
Naval, considerado “homem de guerra”, assume maior milícia do Rio
Naval, considerado “homem de guerra”, assume maior milícia do Rio
País corre e tenta atingir meta de vacinação contra a poliomielite
País corre e tenta atingir meta de vacinação contra a poliomielite
Existem duas habilidades que Deus dá aos obreiros: uma é realizar a obra de Deus através dos cargos ministeriais e a outra é a de realizar obras para Deus
Existem duas habilidades que Deus dá aos obreiros: uma é realizar a obra de Deus através dos cargos ministeriais e a outra é a de realizar obras para Deus.
Deputada manda 100% das emendas para cidade chefiada pelo marido
Deputada manda 100% das emendas para cidade chefiada pelo marido
MP-SP abre guerra contra a Bíblia
MP-SP abre guerra contra a Bíblia
STF rejeita recurso que tratava do uso de banheiros por transexuais
STF rejeita recurso que tratava do uso de banheiros por transexuais
Com confusão, Conselho de Ética arquiva processo contra Janones
Com confusão, Conselho de Ética arquiva processo contra Janones
Lula e Marina fazem balanço e anunciam medidas no Dia do Meio Ambiente
Lula e Marina fazem balanço e anunciam medidas no Dia do Meio Ambiente
Defensoria Pública pede indenização para carros deixados no aeroporto de Porto Alegre
Defensoria Pública pede indenização para carros deixados no aeroporto de Porto Alegre

Justiça expede mandado de prisão contra Maurício Sampaio

Defesa prepara um novo habeas corpus O Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) expediu na tarde desta sexta-feira (14), os mandados de prisão de Maurício Sampaio e policial militar reformado Ademá Figueiredo, condenados pelo assassinato do radialista Valério Luiz de Oliveira em 2012. O despacho foi assinado pelo juiz Lourival

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.