17/04/2024

Supremo derruba revisão da vida toda para aposentados do INSS

Com a decisão do Supremo, o pagamento das aposentadorias terá de seguir o fator previdenciário - (crédito: Antonio Augusto/SCO/STF)

Os ministros do STF entenderam que contribuintes não podem escolher regime previdenciário mais benéfico na hora de pedir aposentadoria

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), invalidaram, por maioria de votos, nesta quinta-feira (21), a chamada “revisão da vida toda” para aposentados do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Na prática, a corte invalidou um artigo da lei de 1999 que prevê os planos de previdência social.

Com isso, na hora de realizar o cálculo da aposentadoria, os beneficiários não poderão optar pela soma das maiores contribuições que realizou ao longo da vida, tendo direito a um salário mensal maior, como estava ocorrendo desde uma decisão do tribunal sobre o tema, tomada em 2022. O entendimento da corte afeta aposentados de todo o país.

Com a decisão, o pagamento das aposentadorias terá de seguir o fator previdenciário. A decisão favorece a União, que reduz custos com os pagamentos. O governo alegou que a regra mais benéfica aos aposentados teria impacto de R$ 480 bilhões no orçamento. No entanto, levantamento do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário aponta que o custo seria menor, de R$ 1,5 bilhão.

Na sessão, os ministros Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Luiz Fux, Flávio Dino, Cristiano Zanin e Kassio Nunes Marques votaram a favor do pedido do governo federal. Alexandre de Moraes, André Mendonça, Edson Fachin e Cármen Lúcia votaram a favor dos aposentados. O ministro Kássio Nunes, relator, ajustou o voto ao final e votou com a maioria.

A tese, ou seja, a definição do julgamento, foi a seguinte: “A declaração de constitucionalidade do artigo 3º, da lei 9876, de 1999, impõe que o dispositivo legal seja observado de forma cogente pelos demais órgãos do Poder Judiciário e pela administração pública em sua interpretação textual, que não permite exceção. O segurado do INSS que se enquadra no dispositivo não pode optar pela regra definitiva prevista no artigo 29, incisivos I e II, da lei 8.213, de 1991, independentemente de lhe ser mais favorável”

Tribuna Livre, com informações do Supremo Tribunal Federal (STF)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Senado vota nesta semana PEC que criminaliza porte de qualquer quantidade de droga
Senado vota nesta semana PEC que criminaliza porte de qualquer quantidade de droga
Rodrigo Pacheco, seus acertos, omissões e intromissões
Rodrigo Pacheco, seus acertos, omissões e intromissões.
Não queremos mulheres na política apenas por cotas, diz Michelle
Não queremos mulheres na política apenas por cotas, diz Michelle.
Pacheco auxilia candidatos do PT a prefeito em Minas e busca apoio para se tornar governador em 2026
Pacheco auxilia candidatos do PT a prefeito em Minas e busca apoio para se tornar governador em 2026
Acusado de chefiar organização criminosa, vereador nega senha de celular ao Gaeco
Acusado de chefiar organização criminosa, vereador nega senha de celular ao Gaeco
Quando polícia pode parar e revistar alguém na rua? O que decidiu o STF
Quando polícia pode parar e revistar alguém na rua? O que decidiu o STF
'Tenho absoluta convicção de sua inocência', diz Eduardo Cunha sobre Brazão
'Tenho absoluta convicção de sua inocência', diz Eduardo Cunha sobre Brazão
PT diz que Lira "compromete liturgia do cargo de presidente da Câmara"
PT diz que Lira "compromete liturgia do cargo de presidente da Câmara"
Dengue chega a 3 milhões de casos; mortes são 1
Dengue chega a 3 milhões de casos; mortes são 1.256
TCU fez alerta ao governo federal sobre saúde dos Yanomamis
TCU fez alerta ao governo federal sobre saúde dos Yanomamis
FAB intercepta avião clandestino em Rondônia
FAB intercepta avião clandestino em Rondônia
Dengue chega a 3 milhões de casos; mortes são 1
Dengue chega a 3 milhões de casos; mortes são 1.256

Ceilândia ganha mais uma tenda para pacientes com suspeita de dengue

A partir desta terça (16), estrutura de acolhimento irá atender diariamente, das 7h às 19h, ofertando triagem, consultórios, farmácias e sala de hidratação Ceilândia recebe, nesta terça-feira (16), mais uma tenda de acolhimento a pacientes com dengue. A estrutura, localizada no estacionamento do Hospital Regional de Ceilândia (HRC), realizará atendimentos

Leia mais...

Licitação do viaduto de acesso a Planaltina tem data marcada

Propostas serão entregues eletronicamente no dia 15 de julho; com investimento de R$ 65,6 milhões, obra viária vai beneficiar cerca de 90 mil motoristas, além dos ciclistas que trafegam pela região O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) publicou nesta segunda-feira (15), no Diário Oficial do Distrito

Leia mais...

Rodrigo Pacheco, seus acertos, omissões e intromissões.

Com mais desacertos do que acertos, as pessoas de bem procuram entender aonde Pacheco quer chegar. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, pressionado tanto por Senadores quanto deputados, se viu obrigado a se manifestar  uma continuada tendência do Supremo Tribunal Federal (STF) em usurpar as atribuições dos parlamentares. A Pressão

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.