27/02/2024

A aprovação da cobrança de impostos dos mais ricos teve êxito na comissão do Senado.

Senadores se cumprimentam após aprovação do PL que cobra impostos dos ricos - (crédito: Pedro França/Agência Senado)

O debate sobre a matéria começou na terça-feira (21), mas foi solicitado mais tempo para análise.

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou, por votação simbólica, nesta quarta-feira (22/11), o Projeto de Lei que trata da tributação de investimentos no exterior, especificamente pelos fundos offshore ou fundos exclusivos, também conhecidos como onshore.

O relator, Alessandro Vieira (MDB-SE), preservou as alterações feitas na Câmara, mantendo a redução de 10% para 8% da alíquota proposta pelo governo para quem antecipar a atualização do valor dos rendimentos acumulados até 2023. Além disso, ele sustentou a alíquota linear de 15% sobre os rendimentos, em vez da progressão de 0% a 22,5% prevista no projeto original.

Os senadores Carlos Portinho (PL-RJ) e Carlos Viana (Podemos – MG) foram os únicos a manifestar verbalmente votação contrária ao projeto. O debate foi suspenso para que governo e relator encontrassem uma solução para incorporar ao texto duas emendas apresentadas pelo senador Carlos Viana (Podemos – MG). Uma delas permite que pessoas físicas residentes no Brasil que antecipem a atualização do valor dos rendimentos acumulados até 2023 também tenham alíquota reduzida para 8%. A outra exclui da lei os rendimentos sujeitos aos Tratados e Convenções Internacionais firmados pelo Brasil com outros países para evitar a dupla tributação. O senador argumenta que esses acordos preveem que pessoas ou empresas paguem impostos no exterior, o que não seria justo que paguem duas vezes.

Viana retirou o destaque que havia pedido após aceitar a proposta elaborada pelo governo e relator, apenas modificando a redação do texto de dois artigos que já estavam no relatório de Vieira. Isso evitou que o texto precisasse voltar à votação na Câmara.

Embora o governo estivesse trabalhando para aprovar o Projeto de Lei no Plenário ainda no mesmo dia, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), prometeu agendar a votação para, no máximo, terça-feira (28). Isso ocorreu porque boa parte dos parlamentares participará da Conferência do Clima, Cop 28, nos Emirados Árabes, na próxima semana.

Tribuna Livre, com informações da Agência Senado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Silas Malafaia ataca Moraes e Barroso e diz que Bolsonaro é perseguido
Silas Malafaia ataca Moraes e Barroso e diz que Bolsonaro é perseguido
"Fere sentimentos", diz Jacques Wagner sobre comparação de Lula com Holocausto
"Fere sentimentos", diz Jacques Wagner sobre comparação de Lula com Holocausto
Pedido de impeachment de Lula: 92 deputados que assinaram o documento
Pedido de impeachment de Lula: 92 deputados que assinaram o documento
Holocausto: bolsonaristas apresentarão pedido de impeachment de Lula
Holocausto: bolsonaristas apresentarão pedido de impeachment de Lula
PT perde poder na Câmara
PT perde poder na Câmara
PL de Mourão para anistiar envolvidos no 8 de janeiro é aprovado por 51%
PL de Mourão para anistiar envolvidos no 8 de janeiro é aprovado por 51%
Ministro israelense declara que Lula é persona non grata em Israel
Ministro israelense declara que Lula é persona non grata em Israel.
Clube Militar fala sobre apreensão com exposição de generais em ação da PF
Clube Militar fala sobre apreensão com exposição de generais em ação da PF
LIRA NO CARNAVAL
Lira utilizou aeronaves da Força Aérea Brasileira para se deslocar a Salvador e Rio de Janeiro durante o período de carnaval.
Bolsonaro cancela agenda na Paraíba de olho em ato na Paulista
Bolsonaro cancela agenda na Paraíba de olho em ato na Paulista
Michel Temer se posiciona contrariamente à prisão de Bolsonaro, com base nas revelações feitas até o momento pela Polícia Federal
Michel Temer se posiciona contrariamente à prisão de Bolsonaro, com base nas revelações feitas até o momento pela Polícia Federal.
Mourão rejeita alegações de ter 'instigado golpe' em seu discurso no plenário do Senado
Mourão rejeita alegações de ter 'instigado golpe' em seu discurso no plenário do Senado.

Combate à dengue é tema de quatro cursos online para servidores

Formações são indicadas para profissionais da educação e da saúde. As aulas são gratuitas e online, podendo ser assistidas a qualquer momento pelos participantes A Escola Superior de Ciências da Saúde (Escs) oferece quatro cursos relacionados ao combate à dengue para servidores da saúde e da educação. As capacitações são

Leia mais...

DF ultrapassa um milhão de cadastros atualizados no SUS

Mais de 97% das atualizações do Recadastra SUS foram feitas presencialmente; com dados dos usuários mais confiáveis, a rede pública consegue otimizar a fila de espera por exames e consultas Sete meses após lançar a campanha Recadastra SUS, o Distrito Federal chegou a 1.054.928 cadastros atualizados no Sistema Único de

Leia mais...

Caesb disponibiliza serviço gratuito de autoleitura de hidrômetros

Todos os clientes da companhia podem aderir à iniciativa, especialmente aqueles que não conseguem receber leiturista em casa durante o dia Pensando no conforto e bem-estar dos brasilienses, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) disponibiliza o serviço de autoleitura, no qual o próprio usuário fornece a leitura

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.