28/02/2024

Bolsonaro afirma que a ação da PF contra Ramagem é uma “perseguição implacável”.

Alexandre Ramagem comandou a Abin no governo de Bolsonaro - (crédito: Valter Campanato/Agência Brasil)

A Polícia Federal investiga uma potencial organização criminosa que teria se infiltrado na Agência Brasileira de Inteligência (Abin) com o objetivo de realizar monitoramento ilegal de autoridades públicas.

O ex-presidente Jair Bolsonaro afirmou que a operação da Polícia Federal contra o deputado federal Alexandre Ramagem (PL-RJ), realizada nesta quinta-feira (25/1), representa uma “implacável perseguição”. A declaração foi feita por meio de uma lista de transmissão no WhatsApp. A investigação da PF está focada em uma possível organização criminosa que teria se infiltrado na Agência Brasileira de Inteligência (Abin) com o propósito de monitorar ilegalmente autoridades públicas. Vale ressaltar que o deputado comandou a referida agência durante o governo de Bolsonaro.

Bolsonaro também compartilhou em suas redes sociais um vídeo do ano anterior no qual Ramagem declara que o sistema de monitoramento da Abin foi adquirido em 2018, ainda durante o governo do ex-presidente Michel Temer. Ramagem afirmou que a ferramenta recebeu aval técnico favorável da Advocacia-Geral da União (AGU) e passou por auditoria quando ele assumiu o comando da Abin em meados de 2019.

Conforme a Polícia Federal, o grupo investigado, composto por policiais federais e servidores da Abin, utilizava ferramentas de geolocalização de dispositivos móveis sem a devida autorização judicial. Os envolvidos podem ser responsabilizados pelos crimes de invasão de dispositivo informático alheio, organização criminosa e interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei.

Essa ação é uma continuidade da operação “Última Milha”, realizada no ano anterior. Segundo a PF, as evidências obtidas naquela ocasião indicam que o grupo criminoso estabeleceu uma estrutura paralela na Abin, utilizando os recursos da agência de inteligência do Estado para a prática de atividades ilícitas, visando objetivos políticos, midiáticos, pessoais e até mesmo para interferir em investigações da Polícia Federal.

Além disso, a Polícia Federal está investigando se a Agência Brasileira de Inteligência conduziu uma investigação paralela para beneficiar Jair Renan em um inquérito que investigava negócios envolvendo o filho mais novo do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Alexandre Ramagem, deputado federal pelo PL, ex-delegado da Polícia Federal até o início do mandato de Bolsonaro em 2019, atua como vice-líder do PL na Câmara e é membro titular da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e do Conselho de Ética. Ramagem também é pré-candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro nas eleições municipais deste ano.

Tribuna Livre, com informações da Agência Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Silas Malafaia ataca Moraes e Barroso e diz que Bolsonaro é perseguido
Silas Malafaia ataca Moraes e Barroso e diz que Bolsonaro é perseguido
"Fere sentimentos", diz Jacques Wagner sobre comparação de Lula com Holocausto
"Fere sentimentos", diz Jacques Wagner sobre comparação de Lula com Holocausto
Pedido de impeachment de Lula: 92 deputados que assinaram o documento
Pedido de impeachment de Lula: 92 deputados que assinaram o documento
Holocausto: bolsonaristas apresentarão pedido de impeachment de Lula
Holocausto: bolsonaristas apresentarão pedido de impeachment de Lula
PT perde poder na Câmara
PT perde poder na Câmara
PL de Mourão para anistiar envolvidos no 8 de janeiro é aprovado por 51%
PL de Mourão para anistiar envolvidos no 8 de janeiro é aprovado por 51%
Ministro israelense declara que Lula é persona non grata em Israel
Ministro israelense declara que Lula é persona non grata em Israel.
Clube Militar fala sobre apreensão com exposição de generais em ação da PF
Clube Militar fala sobre apreensão com exposição de generais em ação da PF
LIRA NO CARNAVAL
Lira utilizou aeronaves da Força Aérea Brasileira para se deslocar a Salvador e Rio de Janeiro durante o período de carnaval.
Bolsonaro cancela agenda na Paraíba de olho em ato na Paulista
Bolsonaro cancela agenda na Paraíba de olho em ato na Paulista
Michel Temer se posiciona contrariamente à prisão de Bolsonaro, com base nas revelações feitas até o momento pela Polícia Federal
Michel Temer se posiciona contrariamente à prisão de Bolsonaro, com base nas revelações feitas até o momento pela Polícia Federal.
Mourão rejeita alegações de ter 'instigado golpe' em seu discurso no plenário do Senado
Mourão rejeita alegações de ter 'instigado golpe' em seu discurso no plenário do Senado.

Nomeados mais 83 agentes de Vigilância Ambiental

Convocação dos novos servidores aprovados foi publicada no DODF desta terça-feira (27) Na edição desta terça (27) do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), o GDF publicou 83 novas nomeações para o cargo de agente de Vigilância Ambiental em Saúde. A convocação é destinada a preencher os 150 cargos previstos

Leia mais...

Portaria reforça regras para uso correto do Cartão Mobilidade no DF

Orientações da Secretaria de Transportes e Mobilidade estão publicadas na edição desta terça-feira (27) do DODF O uso do Cartão Mobilidade pelos passageiros do Sistema de Transporte Público Coletivo está regulamentado pela Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) em portaria publicada na edição desta terça-feira (27) do Diário Oficial do

Leia mais...

Faço da prioridade da população a minha prioridade.

Bem articulado com todos os Poderes de Novo Gama, dentre eles o Executivo,  com DF e demais município do Entorno, Renato Caldas mostra a que veio. Renato Caldas é reconhecido como um dos vereadores mais atuantes de Novo Gama. Sua dedicação e comprometimento com a comunidade são admiráveis, sempre buscando

Leia mais...

Combate à dengue é tema de quatro cursos online para servidores

Formações são indicadas para profissionais da educação e da saúde. As aulas são gratuitas e online, podendo ser assistidas a qualquer momento pelos participantes A Escola Superior de Ciências da Saúde (Escs) oferece quatro cursos relacionados ao combate à dengue para servidores da saúde e da educação. As capacitações são

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.