22/07/2024

Câmara se concentra na votação da reforma tributária

Previsão é que os dois projetos de lei complementar que regulamentam a reforma tributária sejam votados, em plenário, na quarta (10/7) - (crédito: Jefferson Rudy/Agência Senado)
Com um dos projetos de lei complementar (PLP) apresentado na semana passada, segundo GT entrega parecer preliminar que define cobrança do IBS e funcionamento do Comitê Gestor; textos devem ser votados na quarta-feira (10/7)

Esta semana os deputados vão se dedicar aos dois projetos de lei complementar (PLP) que regulamentam a reforma tributária. Apresentado na semana passada, o relatório preliminar do PLP 68/2024 deve ser entregue às 18h desta segunda-feira (8/7) no plenário da Câmara.

O texto trata do Imposto sobre Valor Agregado (IVA), que vai simplificar o recolhimento de impostos no país. Este tributo se subdivide em Imposto sobre Bens e Serviços (IBS), Contribuição Sobre Bens e Serviços (CBS) e Imposto Seletivo (IS), chamado de “imposto do pecado”.

Na lista de produtos divulgados na semana passada, a cesta básica com imposto zero foi definida sem a carne vermelha, frustrando o presidente Lula (PT) que defendia a isenção de tributos para as proteínas. Porém, como meio termo, as carnes pagarão tributo parcial de 40% da alíquota cheia, ainda a ser definida, mas que o Ministério da Fazenda estima ser de 26,5%. Além disso, os deputados sugerem que o cashback deste imposto seja repassado aos inscritos no Cadastro Único (CadÚnico).

O segundo grupo de trabalho deve entregar na tarde desta segunda o relatório do PLP 108/2024, que define a cobrança do IBS e a dinâmica de funcionamento do Comitê Gestor que irá distribuir os recursos aos entes federativos.

A expectativa é que a Casa Baixa comece a votar a regulamentação na quarta-feira (10), cumprindo a promessa do presidente Arthur Lira (PP-AL) de aprovar os PLPs antes do recesso do Congresso, que inicia no dia 18 de julho.

Em agosto, no retorno do recesso, os textos iniciam a tramitação no Senado. Com a regulamentação aprovada, a transição para o novo sistema tributário inicia já em 2025, com o teste da CBS e do IBS com alíquotas respectivas de 0,9% e 0,1%. O modelo começará a valer gradualmente até 2033, quando estiver plenamente em funcionamento no país.

Tribuna Livre, com informações da Agência Câmara

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
União Brasil não define candidato para SP, mas fica perto de acordo com Nunes
União Brasil não define candidato para SP, mas fica perto de acordo com Nunes
Pesquisa aponta Nunes e Boulos à frente da disputa pela Prefeitura de SP
Pesquisa aponta Nunes e Boulos à frente da disputa pela Prefeitura de SP
Chico Alencar critica apatia do Conselho de Ética em análise sobre Brazão
Chico Alencar critica apatia do Conselho de Ética em análise sobre Brazão
Bolsonaro diz que Ramagem "está pagando preço alto" pela coragem
Bolsonaro diz que Ramagem "está pagando preço alto" pela coragem 
Senado cria GT para debater regulamentação da reforma tributária
Senado cria GT para debater regulamentação da reforma tributária
Bolsonaro diz que Witzel pediu vaga no STF para blindar Flávio em investigação
Bolsonaro diz que Witzel pediu vaga no STF para blindar Flávio em investigação
Taxad e Zé do Taxão
Taxad e Zé do Taxão. Ministro da Fazenda vira meme nas redes sociais
Câmara aprova definição do marco legal do hidrogênio verde
Câmara aprova definição do marco legal do hidrogênio verde
Atentado a Trump é bofetão nos “salvadores da democracia”.Acima, Donald Trump durante comício na Pensilvânia em 3 momentos: ele discursando, ele levando a mão à orelha direita depois de disparos e ele sendo levado para fora do palco com sangue no rosto
Atentado a Trump é bofetão nos “salvadores da democracia”.
Reforma tributária vai tramitar sem urgência no Senado
Reforma tributária vai tramitar sem urgência no Senado
Mendonça dá 30 dias para conclusão de acordos de leniência da Lava-Jato
Mendonça dá 30 dias para conclusão de acordos de leniência da Lava-Jato
Reforma tributária: herança na mira de mais taxação
Reforma tributária: herança na mira de mais taxação

Apagão global cibernético afeta bancos e aeroportos em todo mundo

Um apagão cibernético está causando atrasos em voos, impactando os serviços bancários e de comunicação globalmente nessa sexta-feira Na manhã desta sexta-feira (19/7) diversos países registraram problemas técnicos que afetaram operações de companhias aéreas internacionais, empresas ferroviárias e do setor de telecomunicações, entre outros. Segundo a Administração Federal de Aviação

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.