22/07/2024

Caroline de Toni: “Governo quer acabar com a oposição”

No sábado (6), a deputada federal Caroline de Toni (PL-SC), declarou durante discurso no CPAC Brasil que o atual governo pretende “censurar e calar a direita e acabar com a oposição” no Brasil.

De Toni mencionou vários processos que inspiram preocupação sobre a liberdade de expressão no Brasil, como o inquérito das fake News que está aberto desde 2019 no Supremo Tribunal Federal.

A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara abordou a respeito do projeto de regulamentação das redes sociais, dizendo que por muito tempo a grande mídia teve total monopólio para divulgar a informação conforme seus interesses.

Mas as redes sociais permitiram que essa hegemonia fosse quebrada, dando voz a pessoas como o Jair Bolsonaro (PL) que, mesmo sendo considerado um deputado do baixo clero, conseguiu se eleger a presidente.

De Toni mencionou vários processos que inspiram preocupação sobre a liberdade de expressão no Brasil, como o inquérito das fake News que está aberto desde 2019 no Supremo Tribunal Federal. Em 2021, foi aberto o inquérito das milícias digitais e em 2024, o inquérito do 8 de janeiro.

Já no Congresso, ela pontua os perigos do Projeto de Lei 2630/2020 que visa censurar as redes sociais, dando poder de polícia para as plataformas de mídias digitais. Segundo a deputada, nem mesmo as plataformas desejam se responsabilizar pelo conteúdo divulgado por seus usuários.

– Já temos calúnia e difamação para quem se sente ofendido [por algo que seja publicado], mas não vamos permitir que agências de checagem digam o que é mentira ou verdade. Quem elegeu essas pessoas? Não cabe ao Estado fiscalizar as pessoas. São as pessoas que devem fiscalizar o Estado – declarou a deputada.

Sobre a censura contra a direita política, Caroline de Toni citou a votação na CCJ do projeto de decreto legislativo (PDL) 4/2023, de autoria do deputado Mendonça Filho (União -PE) e do ex-deputado Deltan Dallagnol (Podemos/PR), que propõe sustar o decreto presidencial que criou a Procuradoria Nacional da União de Defesa da Democracia (PNDD), chamada por seus críticos de “Ministério da Verdade” do governo Lula. Segundo ela, o governo federal articulou para que o projeto não fosse aprovado.

Tribuna Livre, com informações da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
União Brasil não define candidato para SP, mas fica perto de acordo com Nunes
União Brasil não define candidato para SP, mas fica perto de acordo com Nunes
Pesquisa aponta Nunes e Boulos à frente da disputa pela Prefeitura de SP
Pesquisa aponta Nunes e Boulos à frente da disputa pela Prefeitura de SP
Chico Alencar critica apatia do Conselho de Ética em análise sobre Brazão
Chico Alencar critica apatia do Conselho de Ética em análise sobre Brazão
Bolsonaro diz que Ramagem "está pagando preço alto" pela coragem
Bolsonaro diz que Ramagem "está pagando preço alto" pela coragem 
Senado cria GT para debater regulamentação da reforma tributária
Senado cria GT para debater regulamentação da reforma tributária
Bolsonaro diz que Witzel pediu vaga no STF para blindar Flávio em investigação
Bolsonaro diz que Witzel pediu vaga no STF para blindar Flávio em investigação
Taxad e Zé do Taxão
Taxad e Zé do Taxão. Ministro da Fazenda vira meme nas redes sociais
Câmara aprova definição do marco legal do hidrogênio verde
Câmara aprova definição do marco legal do hidrogênio verde
Atentado a Trump é bofetão nos “salvadores da democracia”.Acima, Donald Trump durante comício na Pensilvânia em 3 momentos: ele discursando, ele levando a mão à orelha direita depois de disparos e ele sendo levado para fora do palco com sangue no rosto
Atentado a Trump é bofetão nos “salvadores da democracia”.
Reforma tributária vai tramitar sem urgência no Senado
Reforma tributária vai tramitar sem urgência no Senado
Mendonça dá 30 dias para conclusão de acordos de leniência da Lava-Jato
Mendonça dá 30 dias para conclusão de acordos de leniência da Lava-Jato
Reforma tributária: herança na mira de mais taxação
Reforma tributária: herança na mira de mais taxação

Apagão global cibernético afeta bancos e aeroportos em todo mundo

Um apagão cibernético está causando atrasos em voos, impactando os serviços bancários e de comunicação globalmente nessa sexta-feira Na manhã desta sexta-feira (19/7) diversos países registraram problemas técnicos que afetaram operações de companhias aéreas internacionais, empresas ferroviárias e do setor de telecomunicações, entre outros. Segundo a Administração Federal de Aviação

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.