17/04/2024

Colombiana de 13 anos protegeu irmãos mais novos na selva por 40 dias

O ministro da Defesa destacou a coragem da garota durante o período na selva. “Precisa reconhecer não apenas a coragem de Lesly, mas também sua liderança”, disse

A criança indígena Lesly Jacobombaire Mucutuy, 13 anos, protegeu e cuidou dos três irmãos mais novos, de 9, 5 e 1 ano, durante os 40 dias que eles ficaram perdidos em uma selva da Amazônia colombiana. “Precisamos reconhecer não apenas a coragem de Lesly, mas também sua liderança. Foi por causa dela que os três irmãos puderam sobreviver. Com seus cuidados, com o conhecimento da selva”, disse Iván Velásquez, ministro da Defesa da Colômbia.

As quatro crianças estão em um hospital de Bogotá, capital da Colômbia, e segundo o governo estão “fora de perigo” e “felizes”. Até o momento, eles ainda não conseguem ingerir alimentos sólidos e estão em “processo de recuperação”.

O general Carlos Rincón, médico do hospital de Bogotá que atende as crianças, informou que os irmãos receberão “suporte tradicional e psicológico para se adaptarem a essas novas condições”.

Durante os 40 dias na selva, Tien Noriel Ronoque Mucutuy completou 5 anos de idade e a bebê Cristin Neriman Ranoque Mucutuy fez aniversário de 1 ano.

A quarta criança, Soleiny, 9, assim como os irmãos, está em “condições clínicas aceitáveis”.

As buscas pelas crianças percorreram uma área de 2.656 km. Elas foram encontradas na sexta-feira (9/6), por um grupo de indígenas. Após isso, elas foram levadas de helicóptero para a cidade de San José del Guaviare, e de lá, a Força Aérea os transportou para Bogotá.

O presidente da Colômbia, Gustavo Petro, disse que “foi a sabedoria das famílias indígenas, de viver na selva, que salvou as crianças.”

Cerca de 120 policiais uniformizados e 70 indígenas integravam a “Operação Esperança” de resgate. Mesmo assim, as buscas foram difíceis, pois a região onde a aeronave caiu é de vegetação densa, com árvores que atingem 40 metros de altura, e há a presença de onças, cobras e outros animais perigosos, além da chuva inclemente que impede de escutar possíveis gritos de socorro.

“Estavam sozinhos. Eles conseguiram por conta própria. Um exemplo de sobrevivência total que ficará na história”, acrescentou o presidente da Colômbia.

Os menores estavam viajando de avião com a mãe, um líder da comunidade indígena e o piloto, em 1º de maio. Todos os adultos morreram no acidente.

“Estão muito acabados”

Maria Fátima Valencia, avó materna das quatro crianças resgatadas na selva colombiana depois de 40 dias perdidas, custou a acreditar que os netos tinham sido achados com vida. Em entrevista exclusiva ao Correio, a colombiana contou que recebeu um chamado âs 17h30 de sexta-feira (19h30 pelo horário de Brasília). “Eles me disseram: ‘Encontramos seus netos’. Não acreditei naquilo. Uns 15 minutos depois, os militares tornaram a me telefonar. Aí, sim, passei a acreditar. Fiquei contente com a notícia”, disse à reportagem.

Ao Correio, o avô das crianças, Fidencio Valencia, disse que os netos estão “muito acabados”. “Pouco a pouco vamos perguntando algumas coisinhas para eles, mas precisamos deixar que descansem. Estão assustados, por seus corpos e por todos os ruídos na selva. Quase nada falaram”, comentou Valencia.

Sofia Petro (C), filha do presidente colombiano Gustavo Petro, cumprimentando uma das quatro crianças indígenas que foram encontradas vivas depois de ficarem perdidas por 40 dias na floresta amazônica colombiana.

– (crédito: Colombian Presidency / AFP)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Líder da máfia italiana, Matteo Denaro morre aos 61 anos
Líder da máfia italiana, Matteo Denaro morre aos 61 anos
Joe Biden;  Estados Unidos
Os Estados Unidos reconhecem as Ilhas Cook e Niue como nações independentes
ESP
As imagens falsas de crianças nuas geradas por Inteligência Artificial que chocaram cidade da Espanha
Xenotransprante: Médicos americanos realizam 2º transplante de coração de porco em humanos
Xenotransprante: Médicos americanos realizam 2º transplante de coração de porco em humanos
Crianças roubam carro da mãe após perderem acesso a dispositivos eletrônicos nos EUA
Crianças roubam carro da mãe após perderem acesso a dispositivos eletrônicos nos EUA
Greve dos roteiristas
Sindicato negocia ‘acordo final’ pelo fim da greve dos roteiristas em Hollywood
M1
Homem com doença terminal cardíaca recebe transplante de coração de porco
Agentes armados em região separatista
Separatistas de Nagorno-Karabakh entregam armas ao Azerbaijão e negociam retirada de tropas
CHILE
Golpe no Chile: Resolução de congressistas dos EUA pede desculpas
CAÇA
Militares dos EUA localizam caça que 'se camuflou' após piloto ejetar
EXTERIOR
Irã e EUA trocam prisioneiros após liberação de fundos iranianos
NO FUNDO DO MAR
O homem que sobreviveu por 60 horas em um barco afundado no fundo do mar

Ceilândia ganha mais uma tenda para pacientes com suspeita de dengue

A partir desta terça (16), estrutura de acolhimento irá atender diariamente, das 7h às 19h, ofertando triagem, consultórios, farmácias e sala de hidratação Ceilândia recebe, nesta terça-feira (16), mais uma tenda de acolhimento a pacientes com dengue. A estrutura, localizada no estacionamento do Hospital Regional de Ceilândia (HRC), realizará atendimentos

Leia mais...

Licitação do viaduto de acesso a Planaltina tem data marcada

Propostas serão entregues eletronicamente no dia 15 de julho; com investimento de R$ 65,6 milhões, obra viária vai beneficiar cerca de 90 mil motoristas, além dos ciclistas que trafegam pela região O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) publicou nesta segunda-feira (15), no Diário Oficial do Distrito

Leia mais...

Rodrigo Pacheco, seus acertos, omissões e intromissões.

Com mais desacertos do que acertos, as pessoas de bem procuram entender aonde Pacheco quer chegar. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, pressionado tanto por Senadores quanto deputados, se viu obrigado a se manifestar  uma continuada tendência do Supremo Tribunal Federal (STF) em usurpar as atribuições dos parlamentares. A Pressão

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.