21/06/2024

Governo do DF recebe viaturas para reforçar o combate ao feminicídio

 A governadora em exercício participou da cerimônia de entrega
dos veículos que serão usados para intensificar e melhor atender as vítimas.
Das 270 viaturas, o DF ganhou oito


 

As oito viaturas
que serão utilizadas no DF para reforçar a estrutura de segurança a vítimas de
violência(feminicídio) | Foto: Renato Alves/Agência Brasília 

A governadora em exercício Celina Leão recebeu, na manhã
desta quarta-feira (15), em solenidade no Palácio do Planalto, as viaturas
doadas pelo governo federal que serão usadas nas Delegacias Especiais de
Atendimentos à Mulher (Deam) para reforçar a estrutura de segurança a vítimas
de violência e cumprir a Lei Maria da Penha.

Ao todo, foram 270 veículos distribuídos entre todos os
estados brasileiros, considerando os indicadores de violência. Destas viaturas,
oito unidades são para o Distrito Federal. Há dois tipos de veículos:
descaracterizados, para melhor acolher as vítimas, e aqueles dedicados à
Patrulha Maria da Penha, para monitorar os casos que envolvam medidas
protetivas e o uso de dispositivos de segurança.

“Quando a mulher entra hoje no carro da polícia, ela se
sente como autora e não como vítima. Essa descaracterização e a viatura própria
fazem parte também da política que a gente acredita, que é dar aquela
assistência para a mulher no momento em que ela mais precisa”, afirmou a
governadora em exercício.

Pronasci

A ação faz parte do Pronasci II (Programa Nacional de
Segurança com Cidadania), lançado durante a cerimônia. A política pública é
destinada à prevenção, ao controle e à repressão da criminalidade e tem como
principal eixo o combate à violência contra a mulher. Essa é a segunda etapa do
programa, que surgiu em 2007 durante o segundo mandato do atual presidente da
República, Luiz Inácio Lula da Silva.

“Fico feliz quando você recupera esse programa, porque a
gente passa para a sociedade a ideia de que o papel do Estado é cuidar das
pessoas e, sobretudo, cuidar das mulheres”, destacou o presidente.

Segundo o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio
Dino, a expectativa do programa é entregar 500 viaturas neste ano. “Estamos
iniciando as ações práticas [do Pronasci]. Hoje vamos começar por 270 viaturas
para as patrulhas e delegacias especiais. Ficarão faltando 230”, detalhou.

Além disso, o ministro anunciou mais 40 Casas da Mulher
Brasileira, sendo quatro no Distrito Federal. As unidades serão construídas em
São Sebastião, Recanto das Emas, Sobradinho II e Sol Nascente.

O evento contou com a presença da governadora em
exercício Celina Leão, do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva,
do ministro da Justiça e da Segurança Pública, Flávio Dino, da ministra da
Mulher, Cida Gonçalves, e da governadora de Pernambuco, Raquel Lyra. Na
solenidade, as duas governadoras receberam as chaves simbolizando a entrega dos
veículos aos estados.

Combate ao feminicídio

Celina Leão comemorou a chegada da política pública, que
se junta a outras ações do Governo do Distrito Federal (GDF) para combater o
feminicídio. “Nós recebemos de portas abertas todas as políticas públicas que
venham ajudar as nossas mulheres. Chega em boa hora. Estamos com uma frente de
trabalho para coibir e inibir esse tipo de crime como o feminicídio”, destacou.

O secretário de Segurança Pública do DF, Sandro Avelar,
explicou a importância dos veículos para o sistema de segurança da capital
federal. “As viaturas, a maior parte, são destinadas a esse grande programa de
prevenção à criminalidade cometida contra a mulher. Então, isso vem ao encontro
do que a gente vem defendendo e é um esforço grande no sentido de combater
qualquer crime voltado contra a mulher, especialmente o feminicídio”,
esclareceu.

O titular da pasta lembrou que o crime vem crescendo no
DF e, por isso, o governo está empenhado em evitar novos casos. “A gente vem na
contramão dos homicídios caindo, e o feminicídio crescendo numa proporção que
nos preocupa. Então, temos feito um trabalho muito direto com relação a isso”,
acrescentou Avelar.

Força-tarefa e novas políticas

Atualmente, o GDF conta com uma força-tarefa,
estabelecida pelo Decreto nº 44.206/2023, para propor políticas públicas
voltadas à prevenção do feminicídio, à proteção, ao acolhimento e à eliminação
de todas as formas de discriminação e violência contra as mulheres. A
publicação prevê 45 dias de atuação das secretarias do governo para apresentar
medidas de enfrentamento à violência de gênero.

Até agora, a equipe da força-tarefa lançou a campanha A
Sua Denúncia Salva, com peças publicitárias para incentivar a denúncia em casos
de violência doméstica, e a ampliação do programa Maria da Penha vai à Escola,
em parceria com o Judiciário.

Está previsto para o final do mês o lançamento de dois
projetos já anunciados pelo governo: uma política de amparo aos órfãos do
feminicídio, com pagamento de auxílio financeiro, e uma ajuda de custo para
mulheres em vulnerabilidade em situação de violência patrimonial. “Acho que
essas duas bolsas dão a resposta rápida para vários problemas que nós temos.
Além disso, estamos mudando o olhar de dentro da Secretaria de Segurança
Pública no atendimento às mulheres”, ressaltou a governadora em exercício.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
As urnas utilizadas na eleição para o Conselho Tutelar recebem dados e informações relacionadas aos candidatos.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
A Ouvidoria-Geral já registrou mais de 234 mil atendimentos em 2023.
Policial penal é o primeiro do DF a liderar curso de ação tática especial
Policial penal é o primeiro do DF a liderar curso de ação tática especial
Escolas rurais encontram no asfalto um aliado para a educação
Escolas rurais encontram no asfalto um aliado para a educação
Semana começa com 227 vagas nas agências do trabalhador
Semana começa com 227 vagas nas agências do trabalhador
Campanha no metrô alerta para a violência contra a mulher
Campanha no metrô alerta para a violência contra a mulher
Projeto do GDF é premiado em fórum de nutricionistas da assistência social
Projeto do GDF é premiado em fórum de nutricionistas da assistência social
Recuperação da Avenida Sayonara irá beneficiar 8 mil motoristas no Gama
Recuperação da Avenida Sayonara irá beneficiar 8 mil motoristas no Gama
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) anuncia um novo recorde anual de temperatura em todas as estações do Distrito Federal
O Inmet anuncia um novo recorde de temperatura em todas as estações do Distrito Federal
Vacinação para todas as idades no Parque da Cidade vai até domingo
Vacinação para todas as idades no Parque da Cidade vai até domingo
DF3
Programa de microcrédito do governo gerou quase mil empregos em 2023
Alunas do DF conquistam ouro em etapa da Olimpíada Brasileira de Geografia
Alunas do DF conquistam ouro em etapa da Olimpíada Brasileira de Geografia

Por que Vietnã desafia os EUA para receber Putin

A viagem de Putin ao Vietnã está sendo interpretada como uma demonstração do apoio que a Rússia ainda possui na região. Os líderes do Vietnã e da Rússia disseram nesta quinta-feira (20/6) que querem reforçar os laços entre os países em uma reunião na capital vietnamita, Hanói. O presidente do

Leia mais...

Marcos do Val e Gilvan da Federal batem boca em aeroporto

Episódio ocorre logo depois que os políticos protagonizaram uma discussão na CCJ do Senado Federal O senador Marcos do Val (Podemos-ES) e o deputado Gilvan da Federal (PL-ES) discutiram, na manhã desta quinta-feira (20/6), no Aeroporto de Vitória Eurico de Aguiar Salles, no Espírito Santo. A relação entre os parlamentares

Leia mais...

Chrystian receberia transplante de rim da esposa no final do ano

Chrystian sofria de uma condição genética chamada rim policístico O cantor Chrystian, que faleceu aos 67 anos na última quarta-feira (19), estava se preparando para um transplante de rim no final deste ano, com sua esposa Key Vieira sendo a doadora. Chrystian sofria de uma condição genética chamada rim policístico,

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.