16/06/2024

Pacheco propõe a realização de um “esforço concentrado” para as sabatinas de Dino e Gonet.

Ascom/Presidência do Senado

Lula oficializou a indicação de Gonet para a PGR e de Flávio Dino para o STF nesta segunda-feira (27/11), antes de sua viagem ao Oriente Médio.

O presidente do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), abordou as indicações de Paulo Gonet para a Procuradoria-Geral da República (PGR) e de Flávio Dino para o Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira (27/11). Essas indicações, feitas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), serão objeto de um esforço concentrado para sabatinas, programadas para ocorrer entre os dias 12 e 15 de dezembro, conforme anunciou Pacheco.

Ao falar sobre a agenda legislativa, Pacheco mencionou a necessidade de lidar com diversos temas, incluindo a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), a Lei Orçamentária Anual (LOA) e outros projetos em discussão no Senado. Além disso, destacou a importância de avaliar as indicações para o Banco Central (BC), o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), embaixadas, membros do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Conselho Nacional do Ministério Público.

O presidente do Senado informou que recebeu uma ligação de Lula para comunicar as indicações, ressaltando a tradição de encaminhar essas nomeações para análise no Senado no final do ano. Paulo Gonet foi oficializado por Lula como indicado para a PGR, enquanto Flávio Dino foi indicado para ocupar a vaga decorrente da aposentadoria da ministra Rosa Weber no STF.

Para assumir os cargos, Gonet e Dino precisam passar por aprovação do Senado, começando pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde deverão contar com a adesão da maioria dos senadores. O presidente da CCJ, Davi Alcolumbre (União – AP), será responsável por agendar as sabatinas, previstas para ocorrer na próxima semana. Posteriormente, as indicações serão submetidas ao plenário, onde necessitarão do apoio de pelo menos 41 senadores. A análise no Senado deverá ser ágil para conclusão ainda este ano, considerando o início do recesso legislativo em 23 de dezembro.

Paulo Gonet, subprocurador da República, recebeu apoio de ministros do STF e também de figuras como Rodrigo Pacheco, que o recomendaram a Lula.

Tribuna Livre, com informações da Agência Senado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Autor de "PL antiaborto" vai propor aumento da pena de estupro para 30 anos
Autor de "PL antiaborto" vai propor aumento da pena de estupro para 30 anos
Câmara aprova projeto que pode suspender mandato de deputado brigão
Câmara aprova projeto que pode suspender mandato de deputado brigão
Nome de Eurípedes é incluído na lista vermelha da Interpol
Nome de Eurípedes é incluído na lista vermelha da Interpol
Câmara pode votar projeto que equipara aborto ao crime de homicídio
Câmara pode votar projeto que equipara aborto ao crime de homicídio
Confirmado por Haddad: Novo decreto do Banco Central atinge em cheio as poupanças e abala Caixa, Itaú e +
Confirmado por Haddad: Novo decreto do Banco Central atinge em cheio as poupanças e abala Caixa, Itaú e +
Barroso defende gastos do STF com segurança após ida de Toffoli à final da Champions
Barroso defende gastos do STF com segurança após ida de Toffoli à final da Champions
Parlamentares batizam MP de compensação como “do fim do mundo”
Parlamentares batizam MP de compensação como “do fim do mundo”
'Ficamos surpresos', diz advogado de família indiciada por ofender Moraes em Roma
'Ficamos surpresos', diz advogado de família indiciada por ofender Moraes em Roma
Câmara pautará urgência de projeto que equipara aborto a homicídio
Câmara pautará urgência de projeto que equipara aborto a homicídio
Após virar ré no STF, Zambelli compartilha post que chama apoiadores para ato contra Moraes
Após virar ré no STF, Zambelli compartilha post que chama apoiadores para ato contra Moraes
Processo contra Janones por suposta ‘rachadinha’ volta à pauta da Câmara
Processo contra Janones por suposta ‘rachadinha’ volta à pauta da Câmara
Deputada aliada de Bolsonaro promete "acabar" com a esquerda na ALMG
Deputada aliada de Bolsonaro promete "acabar" com a esquerda na ALMG

Justiça expede mandado de prisão contra Maurício Sampaio

Defesa prepara um novo habeas corpus O Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) expediu na tarde desta sexta-feira (14), os mandados de prisão de Maurício Sampaio e policial militar reformado Ademá Figueiredo, condenados pelo assassinato do radialista Valério Luiz de Oliveira em 2012. O despacho foi assinado pelo juiz Lourival

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.